PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Tite cita poderio financeiro ao levar só três atletas que atuam no Brasil

A delegação que representará o Brasil na Copa do Mundo da Rússia terá apenas três jogadores em atividade no futebol brasileiro. Na relação de 23 atletas divulgada pelo técnico Tite nesta segunda-feira, o goleiro Cássio e o lateral direito Fagner, do Corinthians, e o zagueiro Geromel, do Grêmio, ganharam espaço entre aqueles que estão no [?]

16:00 | 14/05/2018

A delegação que representará o Brasil na Copa do Mundo da Rússia terá apenas três jogadores em atividade no futebol brasileiro. Na relação de 23 atletas divulgada pelo técnico Tite nesta segunda-feira, o goleiro Cássio e o lateral direito Fagner, do Corinthians, e o zagueiro Geromel, do Grêmio, ganharam espaço entre aqueles que estão no exterior.

?O poderio econômico retira os atletas daqui porque, em determinado ponto, o investimento é muito alto?, justificou Tite, que recorreu a alguns exemplos para ilustrar o seu ponto de vista.

?Pedi para não venderem o Nilmar quando eu estava no Internacional. Depois, pedi de novo. Vieram quantas vezes foram necessárias, aumentando a grana para o atleta sair. A concorrência é injusta. Eles vêm de fora e escolhem quem contratar?, apontou. Nilmar, à época, acabou negociado com o Villarreal, da Espanha.

?O Gabriel Jesus é outro exemplo típico?, citou Tite, em seguida. ?Vi o quanto o Palmeiras estava disposto a mantê-lo. Conseguiu no Campeonato Brasileiro. Depois, não teve jeito?, acrescentando, recordando a transferência do centroavante titular da Seleção Brasileira para o Manchester City, da Inglaterra.

Gazeta Esportiva

TAGS