PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Thiago Motta anuncia aposentadoria no fim da temporada

Há seis anos e meio do Paris Saint-Germain, o meio-campista ítalo-brasileiro Thiago Motta acredita que está na hora de pendurar as chuteiras. Isso deve acontecer no final da temporada e, segundo o jogador, sua história com o clube francês não acaba por aqui: ele pretende ser técnico futuramente. ?Passei muitos anos aqui e o que [?]

09:15 | 08/05/2018

Há seis anos e meio do Paris Saint-Germain, o meio-campista ítalo-brasileiro Thiago Motta acredita que está na hora de pendurar as chuteiras. Isso deve acontecer no final da temporada e, segundo o jogador, sua história com o clube francês não acaba por aqui: ele pretende ser técnico futuramente.

?Passei muitos anos aqui e o que sinto agora é que o PSG deve ser o último clube da minha carreira?, iniciou. ?Vou indo por etapas, mas não vou esconder (a vontade de se tornar técnico). Tenho essa ideia na minha cabeça, apesar de acreditar que ainda estou longe?, disse em entrevista publicada pelo jornal francês L?Équipe desta terça-feira.

Thiago Motta e companhia jogam nesta tarde, às 16h05 (de Brasília), a final da Copa da França contra o Les Herbiers, da terceira divisão francesa. O meia disse que é preciso respeitar o adversário. ?Eu já estou pensando sobre a final da Coupe de France nesta terça-feira à noite, que espero jogar. Este é o último troféu da temporada, temos que vencer para terminar bem, ainda mais considerando o adversário. Nós o respeitamos muito, mas é o PSG que tem tudo a perder?, observou.

Aos 35 anos, o jogador ainda comentou sobre sua condição física. ?Eu olho para os meus companheiros de equipe, especialmente os mais jovens, sinto a diferença?, comentou. ?Eu vivo muito bem, mesmo que eu esteja um pouco triste em terminar minha carreira. Se eu fizer um balanço, é muito positivo, com lindas lembranças?, finalizou.

Thiago Motta é brasileiro, mas não jogou profissionalmente por nenhum clube no país. No exterior, atuou pelo Barcelona, Inter de Milão, Atlético de Madrid, Genoa e Paris Saint-Germain. Com a seleção italiana, participou de 30 partidas, contando as Eurocopas de 2012 e 2016 e a Copa do Mundo de 2014.

Gazeta Esportiva

TAGS