PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

São Paulo faz decisão com Rosario para não repetir desastre de 2017

A partir das 21h45 (de Brasília) desta quarta-feira, no Morumbi, o São Paulo enfrentará o Rosario Central-ARG, pelo duelo de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana, no que é considerado o seu jogo mais importante até agora em 2018, uma vez que irá determinar os rumos da equipe na temporada. Se cair precocemente no [?]

20:15 | 08/05/2018

A partir das 21h45 (de Brasília) desta quarta-feira, no Morumbi, o São Paulo enfrentará o Rosario Central-ARG, pelo duelo de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana, no que é considerado o seu jogo mais importante até agora em 2018, uma vez que irá determinar os rumos da equipe na temporada.

Se cair precocemente no torneio continental, restará ao time tricolor apenas a disputa do Campeonato Brasileiro no segundo semestre, repetindo o fatídico roteiro de 2017, quando foi eliminado pelo Defensa y Justicia-ARG, em pleno Morumbi, após empate por 1 a 1.

O cenário da disputa internacional, inclusive, é semelhante ao do ano passado. No primeiro encontro, no dia 12 de abril, empate sem gols em Rosário. Sendo assim, o vencedor desta quarta automaticamente avançará na competição. Um novo 0 a 0 levará a decisão para os pênaltis. Já um empate com gols dará a vaga aos argentinos, o que liga o alerta no São Paulo.

?Vai ser um jogo que vai requerer muita atenção da nossa equipe. É uma decisão e sabemos que não podemos tomar gol. Não tomando gol, já é um grande passo para consolidar nossa classificação?, avaliou o zagueiro Anderson Martins.

A importância da partida é tanta que está mobilizando diretoria e torcida. A primeira está vendendo ingressos a partir de R$ 10, enquanto a segunda criou uma campanha nas redes sociais para lotar o Morumbi e transformar a Sul-Americana em ?quarta-feira de Libertadores?.

?A equipe está ciente da responsabilidade desse jogo. A expectativa é que nosso torcedor nos apoie na quarta-feira. O apoio deles vai nos dar confiança para que a gente se esforce até o último minuto e conquiste o resultado positivo?, ressaltou o zagueiro.

Principais dúvidas para o confronto, Nenê e Militão se recuperaram de problemas musculares e foram relacionados. Mas, caso sejam preservados de última hora, Cueva e Anderson Martins estarão a postos para substituí-los.

O certo é que Aguirre não poderá contar com Rodrigo Caio e Everton. O zagueiro, expulso no jogo de ida, terá de cumprir suspensão automática nesta quarta, ao passo que o meia-atacante não foi inscrito na primeira fase da Sul-Americana. Bruno Alves e Valdívia são os favoritos a assumirem suas vagas, respectivamente.

No Rosario, 19º colocado entre 28 clubes do Campeonato Argentino, o clima é de renovação com a saída do técnico Leo Fernández, consumada após uma série de três derrotas consecutivas, que se estendeu com a goleada por 4 a 0 para o Arsenal de Sarandí, no último final de semana, na primeira partida do auxiliar José Chamot como interino.

Apesar da má fase, os argentinos creem piamente na classificação. ?Nós estamos confiantes de que vamos passar. A partida tem de ser jogada e temos de propor nosso jogo pensando em avançar?, bradou Chamot.

A confiança se estende para os jogadores, que prometem uma proposta ousada no Morumbi. ?Com o 1 a 1 estamos classificados. Trataremos de buscá-la e marcar o primeiro gol o mais rápido possível. E, a partir daí, administrar o resultado?, projetou o volante Leonardo Gil.

O adversário do vencedor deste confronto sairá de sorteio a ser realizado no dia 4 de junho, na sede da Conmebol, localizada na cidade paraguaia de Luque. A segunda fase da Copa Sul-Americana será disputada entre os dias 18 de julho e 15 de agosto, após o Mundial da Rússia, portanto.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO X ROSARIO CENTRAL

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Data: 9 de maio de 2018, quarta-feira

Horário: 21h45 (de Brasília)

Árbitro: Eber Aquino (PAR)

Assistentes: Milciades Saldivar (PAR) e Carlos Caceres (PAR)

SÃO PAULO: Sidão; Militão (Anderson Martins), Arboleda e Bruno Alves; Régis, Jucilei, Petros e Reinaldo; Nenê (Cueva), Valdívia e Diego Souza

Técnico: Diego Aguirre

ROSARIO CENTRAL: Ledesma; Paulo Ferrari, Fernando Tobio, Maurício Martínez e Alfonso Parot; Joaquín Pereyra, Néstor Ortigoza, Leonardo Gil e Maximiliano Lovera; Zampedri e Marco Ruben

Técnico: José Chamot

Gazeta Esportiva

TAGS