PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Paranistas gostam de atuação, mas lamentam empate injusto

O Paraná Clube conquistou seu primeiro ponto no Campeonato Brasileiro 2018 ao empatar fora de casa diante da Chapecoense, em uma partida que teve condições para sair com um resultado melhor, especialmente pelo bom desempenho do primeiro tempo, parando novamente nos erros de finalização. O goleiro David gostou da apresentação do Tricolor e achou injusto [?]

22:45 | 07/05/2018

O Paraná Clube conquistou seu primeiro ponto no Campeonato Brasileiro 2018 ao empatar fora de casa diante da Chapecoense, em uma partida que teve condições para sair com um resultado melhor, especialmente pelo bom desempenho do primeiro tempo, parando novamente nos erros de finalização. O goleiro David gostou da apresentação do Tricolor e achou injusto o 1 a 1.

?Acho que nossa equipe fez uma partida espetacular e, sem desmerecer a Chapecoense, quem jogou foi o Paraná. Jogou para ganhar três pontos. Mas, futebol tem dessas coisas?, disse o jogador, que acredita que os resultados positivos devem acontecer em breve. ?É só questão de confiança. A gente não muda nossa forma de jogar, propõe o jogo. Tem que manter a cabeça no lugar e continuar jogando?, emendou.

O atacante Carlos, autor do gol paranista, seu primeiro com a camisa do clube, falou sobre o peso que sai das costas com a conquista do primeiro ponto, mas também queria a vitória, que ficou mais difícil após a expulsão de Mansur. ?Saiu um peso sim. Pude fazer um gol e ajudar. Infelizmente a vitória não veio. Nosso time foi superior o tempo todo, mas no final, com um a menos, fica mais difícil?, avaliou.

Para Alemão, a igualdade pode até ser comemorada, mas o time precisa começar a fazer os gols, quem sabe diante do Santos, o próximo desafio. ?Acho que nas circunstâncias do jogo, temos que comemorar sim. Perdemos um homem e fica mais difícil com um a menos. A gente vinha de três derrotas, sabíamos da dificuldade, sabíamos que poderíamos ter saído na frente, mas tomamos um gol de falta. Agora é descansar para pegar o Santos?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS