PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Nenê e Militão não treinam e seguem como dúvidas no São Paulo

A escalação do São Paulo para o duelo decisivo com o Rosario Central-ARG, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Morumbi, será tratada como um mistério até momentos antes da partida. Na manhã desta segunda, Nenê e Éder Militão não treinaram com o restante do grupo no CT da Barra Funda e seguem como dúvidas [?]

12:45 | 07/05/2018

A escalação do São Paulo para o duelo decisivo com o Rosario Central-ARG, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Morumbi, será tratada como um mistério até momentos antes da partida. Na manhã desta segunda, Nenê e Éder Militão não treinaram com o restante do grupo no CT da Barra Funda e seguem como dúvidas para o confronto com os argentinos.

Militão sentiu um desconforto muscular durante o aquecimento para o jogo contra o Atlético-MG, no sábado, e foi cortado, dando lugar a Anderson Martins. Já Nenê deixou a partida no segundo tempo com dores na coxa esquerda, sendo trocado por Liziero.

Ambos foram submetidos a exames médicos e iniciaram o tratamento em período integral no último domingo, no Reffis, e deram sequência a ele nesta manhã. Em nenhum dos dois foi constatado estiramento, o que lhes tiraria da partida. Desta forma, a presença deles no embate com o Rosario depende da evolução de cada um. Mas, se não treinarem nesta terça, véspera da partida, a tendência é que não sejam relacionados.

Neste último caso, Anderson Martins seguiria substituindo Militão, ao passo que Cueva seria o favorito a assumir a vaga de Nenê. O peruano, inclusive, ganhou credenciais para tal ao dar o passe para o gol de Diego Souza no empate por 2 a 2 com o Galo.

Nesta manhã, o técnico Diego Aguirre não deu pistas sobre a escalação para quarta-feira. O uruguaio comandou apenas um treino em campo reduzido com os reservas, além de Bruno Alves, único titular de sábado presente na atividade. Calçando tênis, Anderson Martins, Arboleda, Régis, Reinaldo, Jucilei, Hudson, Everton e Diego Souza apenas correram em volta do gramado.

Everton, aliás, está fora do duelo com o Rosario. O meia-atacante, contratado na segunda quinzena de abril, não foi inscrito a tempo para a primeira fase da Sul-Americana. Assim, ele só ficará disponível se o Tricolor avançar no torneio continental. A tendência, portanto, é que Valdívia seja o seu substituto.

Outro que está fora de combate é Rodrigo Caio. Além de ter que cumprir suspensão pela expulsão na Argentina,  zagueiro está se recupera de um entorse no pé esquerdo. Bruno Alves, dessa forma, continuará na zaga são-paulina.

Como o jogo de ida terminou empatado sem gols, o vencedor desta quarta-feira se classificará à segunda fase. Um novo zero levará a decisão para os pênaltis. Já um empate com gols dará a vaga aos argentinos.

Gazeta Esportiva

TAGS