Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Lesões podem evitar que Aguirre enfrente o Bahia com três zagueiros

As recentes lesões sofridas pelos jogadores do São Paulo podem atrapalhar os planos do técnico Diego Aguirre. Desde que chegou ao Morumbi, o treinador uruguaio até variou o esquema tático durante as partidas, entretanto, mostrou que sua formação preferida para o Tricolor é mesmo a com a linha defensiva composta por três zagueiros, algo que [?]
09:15 | Mai. 11, 2018
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

As recentes lesões sofridas pelos jogadores do São Paulo podem atrapalhar os planos do técnico Diego Aguirre. Desde que chegou ao Morumbi, o treinador uruguaio até variou o esquema tático durante as partidas, entretanto, mostrou que sua formação preferida para o Tricolor é mesmo a com a linha defensiva composta por três zagueiros, algo que pode ser deixado de lado momentaneamente.

Por conta das lesões de Militão e Anderson Martins, que dificilmente devem viajar a Salvador, local do confronto entre São Paulo e Bahia, no próximo domingo, Aguirre terá à sua disposição somente três zagueiros de origem (Bruno Alves, Rodrigo Caio e Arboleda), o que o força a ter pelo menos um deles no banco de reservas em caso de algum imprevisto.

Desta forma, é muito provável que o São Paulo entre em campo com uma linha defensiva composta por quatro jogadores: dois laterais e dois zagueiros. Rodrigo Caio, recuperado de uma entorse no pé esquerdo, e Arboleda, que entrou no lugar de Anderson Martins contra o Rosario Central, seriam, teoricamente, as primeiras opções para Aguirre, enquanto Bruno Alves assumiria a condição de reserva.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Militão se lesionou no último sábado, minutos antes do duelo entre São Paulo e Atlético-MG, pela quarta rodada do Brasileirão, no Morumbi. Cortado no vestiário, o jogador, que também costuma atuar como lateral-direito, foi substituído por Anderson Martins, que não jogava desde o último dia 14 de março, contra o CRB, pela Copa do Brasil.

A atuação convincente do camisa 4 foi reconhecida pela comissão técnica e o credenciou a ser titular no jogo seguinte, mais decisivo, contra o Rosario Central, pela Sul-Americana. Entretanto, Anderson Martins também acabou se contundindo, sendo substituído por Arboleda no intervalo por conta de um trauma na coxa esquerda.

 

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags