PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Fora do clássico, Valdívia visita família e não treina no São Paulo

O meia-atacante Valdívia não se reapresentou com os demais jogadores do São Paulo na manhã desta segunda-feira, dia seguinte à vitória por 1 a 0 sobre o Santos, no Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O camisa 21, que não foi relacionado para o clássico por opção do técnico Diego Aguirre, se encontra na [?]

13:30 | 21/05/2018

O meia-atacante Valdívia não se reapresentou com os demais jogadores do São Paulo na manhã desta segunda-feira, dia seguinte à vitória por 1 a 0 sobre o Santos, no Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O camisa 21, que não foi relacionado para o clássico por opção do técnico Diego Aguirre, se encontra na casa de sua família na cidade de Jaciara, no interior do Mato Grosso, desde sábado.

Fora dos planos para o San-São, Valdívia foi liberado pela comissão técnica e diretoria para visitar seus familiares, que foram feitos reféns e assaltados na última terça-feira. Não houve feridos durante o crime. Dois carros do jogador, inclusive, tinham sido roubados, mas foram recuperados pela polícia.

De acordo com o clube, o meia-atacante compensará a sua ausência na atividade desta manhã, no CT da Barra Funda, treinando sozinho nesta terça-feira, quando o restante do elenco folgará. Desta forma, reintegrará os trabalhos com o grupo na tarde da próxima quarta.

Em entrevista coletiva concedida após o San-São, o treinador uruguaio atribuiu a si a opção por não levar Valdívia para o confronto, ressaltando que a decisão não teve ligação com o assalto a seus familiares.

O atleta, que soma três gols em 17 jogos pelo Tricolor, não voltou a apresentar o mesmo futebol do início de sua passagem pelo clube após sofrer um pequeno estiramento na coxa esquerda no duelo de volta com o São Caetano, pelas quartas de final do Campeonato Paulista, em março.

Desde então, participou de seis jogos e marcou um gol. Suas últimas atuações ? contra Rosario Central-ARG e Bahia ? deixaram a desejar e fizeram com que rapidamente perdesse espaço no time para Everton e Marcos Guilherme, ambos mais utilizados nos últimos compromissos.

Outro que não apareceu no CT da Barra Funda foi Régis. Após o embate com o Santos, do qual não participou, o lateral direito sofreu uma indisposição estomacal e ficou em repouso nesta segunda, mas não preocupa para a partida contra o América-MG, no próximo domingo, em Belo Horizonte.

 

Gazeta Esportiva

TAGS