PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Ex-Dortmund, Thomas Tuchel é oficializado como treinador do PSG

Depois de passagens por Borussia Dortmund e Mainz, na Alemanha, Thomas Tuchel terá, na próxima temporada, sua primeira empreitada fora de seu país. O alemão assumirá o comando do Paris Saint-Germain, de Neymar e companhia. Como a imprensa francesa vinha noticiando nos últimos dias, o comandante era o favorito para assumir a vaga de Unai [?]

15:30 | 14/05/2018

Depois de passagens por Borussia Dortmund e Mainz, na Alemanha, Thomas Tuchel terá, na próxima temporada, sua primeira empreitada fora de seu país. O alemão assumirá o comando do Paris Saint-Germain, de Neymar e companhia. Como a imprensa francesa vinha noticiando nos últimos dias, o comandante era o favorito para assumir a vaga de Unai Emery, e na tarde desta segunda-feira foi oficializado na função.

â??Ã? com grande alegria, orgulho e ambição que me junto a este grande clube do futebol mundial que é o Paris Saint-Germain. Estou ansioso para trabalhar com todos esses grandes jogadores, todos entre os melhores do planeta. Com minha comissão técnica, faremos de tudo para ajudar a equipe a chegar aos seus limites no mais alto nível internacional. Existe um potencial extraordinário no clube, e este é o desafio mais tentador que já tive. Também estou ansioso para conhecer o Parque dos Príncipes, um lendário estádio de futebol europeu com uma atmosfera fantásticaâ?, disse o treinador que assinou contrato de duas temporadas.

â??Estou muito contente em receber Thomas Tuchel como novo treinador do Paris Saint-Germain. Thomas é um dos treinadores europeus mais competitivos que surgiram nos últimos anos. Ã? fortemente ligados a princípios dinâmicos e ofensivos que sempre alimentaram a força do futebol alemão, especialmente no âmbito internacional. Sua personalidade ambiciosa, gosto para um jogo ofensivo e sua força de caráter se encaixam no estilo do Paris Saint-Germain. Esse estilo que os fãs do nosso clube sempre procuraram e admiraramâ?, disse o presidente do clube francês, Nasser Al-Khelaifi.

Sem clube desde maio de 2017, quando deixou o Borussia Dortmund, o alemão de 44 anos chega ao Paris Saint-Germain impulsionado pelo seu método ofensivo e dinâmico de propor o jogo, desejo dos torcedores parisienses, uma vez que Unai Emery não vinha agradando nesse quesito. Nas duas temporadas em que esteve na frente dos auri-negros, Tuchel conquistou 67 vitórias em 107 partidas, porém, só conquistou a Copa da Alemanha de 2016-17.

 

Gazeta Esportiva

TAGS