PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Emery despista sobre futuro de Neymar e lamenta lesão de Daniel Alves

Unai Emery está com os dias contados no Paris Saint-Germain e suas entrevistas coletivas passaram a guardar episódios curiosos, principalmente quando questionado sobre um assunto em especial: o futuro de Neymar. Visivelmente incomodado, o treinador adota uma postura diferente cada vez que questionado sobre a permanência ou a saída do brasileiro para o Real Madrid [?]

11:30 | 11/05/2018

Unai Emery está com os dias contados no Paris Saint-Germain e suas entrevistas coletivas passaram a guardar episódios curiosos, principalmente quando questionado sobre um assunto em especial: o futuro de Neymar. Visivelmente incomodado, o treinador adota uma postura diferente cada vez que questionado sobre a permanência ou a saída do brasileiro para o Real Madrid e nesta sexta-feira, antes de responder, passou o microfone ao assessor.

Perguntado se teria alguma garantia de que o próximo treinador do PSG teria Neymar à disposição, Emery despistou e afirmou não ter essa resposta. ?É difícil. Te mandam do centro de Paris para cá, uma distância de 40 minutos, para fazer esta pergunta. Você fica esperando meia hora, uma hora e eu não posso te dar essa resposta?, disse o treinador.

?(Para te responder) Precisa chamar o Antero (Henrique, diretor do PSG) e você fazer essa pergunta a ele, ou Neymar diretamente. Não sei, desculpa. É uma pena você vir de Paris até aqui pra fazer essa pergunta. Se disse algo, desculpa, mas eu não sou essa pessoa pra responder?, completou.

Outro tema que o treinador teve de abordar, mas esse de forma mais tranquila, foi a lesão de Daniel Alves. Nesse ponto, Emery lamentou bastante o ocorrido e valorizou a dedicação do jogador durante toda a partida. Vale lembrar que o lateral brasileiro se machucou aos 36 minutos do segundo tempo, quando a vitória por 2 a 0 sobre o Les Herbiers já parecia garantida e o título encaminhado.

?Eu lamento muito por ele (Daniel Alves) porque ele dá tudo nos treinamentos, dá tudo dele em cada partida. A lesão dele foi uma jogada que não são todos os jogadores fazem isso, procurar o adversário com recuperação rápida da bola, aos 80 minutos, com o resultado a favor. Eu lamento muito, mas eu acredito nele, no espírito dele, na continuação da recuperação o mais rápido possível para continuar jogando?, comentou Unai Emery.

Gazeta Esportiva

TAGS