PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Brasileiros do Real confrontam Firmino por recorde na Champions

A Seleção Brasileira tem iniciado sua preparação para a Copa do Mundo sem três de seus convocados: Casemiro, Marcelo e Roberto Firmino. Prestes a entrar em ação pela final da Liga dos Campeões neste sábado, em Kiev, na Ucrânia, o trio só deverá se juntar ao restante do elenco verde e amarelo na Inglaterra. Antes [?]

17:15 | 25/05/2018

A Seleção Brasileira tem iniciado sua preparação para a Copa do Mundo sem três de seus convocados: Casemiro, Marcelo e Roberto Firmino. Prestes a entrar em ação pela final da Liga dos Campeões neste sábado, em Kiev, na Ucrânia, o trio só deverá se juntar ao restante do elenco verde e amarelo na Inglaterra. Antes disso, porém, os dois jogadores do Real Madrid têm o atacante do Liverpool, que em breve se transformará em companheiro, como adversário.

Desde 2006 no Real Madrid, Marcelo tem a chance de fazer história erguendo sua quarta Liga dos Campeões, a terceira de forma consecutiva. Casemiro, por sua vez, embora não tenha uma história no clube merengue tão extensa quanto seu compatriota, também pode se tornar o jogador brasileiro mais vitorioso do torneio continental caso vença a decisão contra o Liverpool, já que, assim como o lateral-esquerdo, também conta com três ?Orelhudas? em sua coleção.

Já o atacante Roberto Firmino vive a expectativa de disputar sua primeira final de Liga dos Campeões. Peça-chave no esquema tático do técnico Jurgen Klopp, o brasileiro, que é o artilheiro de sua equipe na competição ao lado de Salah, que também possui dez gols anotados, tenta conduzir os Reds rumo ao sexto título continental de sua história.

Abaixo, você confere um pouco da campanha individual de cada um dos três brasileiros na Liga dos Campeões:

Marcelo ? Capitão do Real Madrid na ausência de Sergio Ramos pelo tempo que possui de casa, o lateral-esquerdo Marcelo mais uma vez tem se mostrado decisivo na equipe comandada pelo técnico Zinedine Zidane. Apesar das críticas recebidas por conta de suas falhas defensivas, o camisa 12 tem participação direta nas classificações merengues no mata-mata continental, uma vez que balançou as redes nas oitavas, contra o PSG, nas quartas, contra a Juventus e na semifinal, contra o Bayern de Munique.

Disputando sua 12ª temporada com a camisa do Real Madrid, Marcelo pode se tornar o maior vencedor brasileiro da Liga dos Campeões. Atualmente com três títulos, o lateral-esquerdo espera fazer história ao erguer pela quarta vez a ?Orelhuda?.

Em sua primeira final, na temporada 2013/14, contra o Atlético de Madrid, Marcelo saiu do banco, entrando no lugar de Coentrão no segundo tempo, e marcou um dos gols da goleada merengue por 4 a 1 construída na prorrogação. Em 2016 o rival na decisão foi novamente o Atlético de Madrid, que forçou a disputa de pênaltis, mas acabou perdendo por 5 a 3 após empate em 1 a 1 no tempo regulamentar. Já no ano passado a bola da vez foi a Juventus. O time italiano, no entanto, não conseguiu fazer frente aos maiores vencedores do torneio continental após um bom primeiro tempo e saiu de campo derrotado por 4 a 1.

Casemiro ? O mundo de Casemiro deu muitas voltas desde que assinou contrato com o Real Madrid B. O volante revelado pelo São Paulo precisou de poucos meses para convencer o técnico José Mourinho que poderia fazer parte do time principal merengue. Posteriormente, sob o comando de Carlo Ancelotti, o brasileiro não chegou a jogar a final da Liga dos Campeões contra o Atlético de Madrid em 2014, contudo, como fazia parte do grupo, ganhou medalha e comemorou bastante seu primeiro título do torneio de clubes mais importante do planeta.

Passada a Copa do Mundo, Casemiro não voltou para Madri e acertou empréstimo com o Porto. Em Portugal, colecionou atuações acima da média e foi comprado pelo Real Madrid de volta. Reserva com o técnico Rafa Benítez, o volante passou à condição de titular com a chegada de Zidane e poucos meses depois se sagrou bicampeão da Champions League, novamente contra o Atlético de Madrid, mas desta vez como titular da equipe.

A consagração de Casemiro veio na temporada passada. Titular não só do Real Madrid, mas também da Seleção Brasileira, o volante disputou a final contra a Juventus, em Cardiff, no País de Gales, com um outro status. Elementar no time de Zidane, o brasileiro foi muito além de sua habitual consistência, marcando um dos quatro gols merengues na goleada por 4 a 1 e se juntando a Marcelo, Daniel Alves e Sávio como os jogadores vindos do Brasil que mais vezes ergueram a taça da Liga dos Campeões.

Roberto Firmino ?  Neste sábado, do outro lado do campo, estará Roberto Firmino. Após se destacar pelo Figueirense, o atacante ganhou projeção no cenário internacional vestindo a camisa do Hoffenheim, onde permaneceu por cinco temporadas até assinar com um dos gingantes da Europa, o Liverpool.

Como Jurgen Klopp já conhecia o futebol do brasileiro dos tempos que treinava o Borussia Dortmund, o técnico dos Reds não precisou pensar muito antes de decidir trazê-lo à Inglaterra. Em Merseyside Firmino formou uma grande parceria com Philippe Coutinho e chegou até a final da Liga Europa em sua temporada de estreia com o Liverpool.

Neste ano, mesmo com a saída de Coutinho para o Barcelona, Roberto Firmino e seus companheiros provaram a força do elenco do Liverpool e com um ataque implacável levaram o time até a decisão da Champions pela oitava vez, o que não acontecia desde 2007, quando os Reds perderam para o Milan, na Grécia. Agora, o camisa 9 espera fechar a melhor temporada de sua carreira com chave de ouro e eternizar seu nome na história de um dos clubes mais tradicionais do mundo.

Gazeta Esportiva

TAGS