Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Barcelona realiza lançamento de novo uniforme número um

Nesta manhã de sábado, o Barcelona fez a apresentação de seu novo uniforme principal. Em ação realizada na própria cidade catalã, um drone sobrevoou o município com um cartaz que amostrava ao público o novo design da camisa blaugrana. O meia brasileiro Philippe Coutinho participou do evento, no Parque Aquático de Montjuic, observado de perto pelo presidente [?]
10:45 | Mai. 19, 2018
Autor -
Foto do autor
- Autor
Tipo Notícia

Nesta manhã de sábado, o Barcelona fez a apresentação de seu novo uniforme principal. Em ação realizada na própria cidade catalã, um drone sobrevoou o município com um cartaz que amostrava ao público o novo design da camisa blaugrana.

O meia brasileiro Philippe Coutinho participou do evento, no Parque Aquático de Montjuic, observado de perto pelo presidente do clube, Josep Maria Bartolomeu, e pela prefeita de Barcelona. O jogador, junto da lateral esquerda Leila Ouahabi, do time feminino, serviu como modelo do uniforme.

A camisa do Barça para a próxima temporada seguirá o modelo tradicional, com 10 listras verticais, de mesma largura, representando cada distrito do município (Ciutat Vella, Eixample, Sants/Montjuic, Les Corts, Sarrià-Sant Gervasi, Gràcia, Horta-Guirnardó, Nou Barris, Sant Andreu e Sant Martí).

O uniforme terá sua gola em â??Vâ? e ligada com a parte de trás da camisa, reproduzindo a Senyera, bandeira da Catalunha. O calção segue azul-escuro e as meias terão quatro linhas horizontais, igualmente distribuídas até o tornozelo.

A estreia da camisa será já neste domingo, às 15h45 (horário de Brasília), contra a Real Sociedad. A partida será válida pela última rodada do Campeonato Espanhol e irá marcar a despedida de Andrés Iniesta do clube catalão. As vendas terão início nesta segunda-feira.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Auxílio emergencial 2021: o que se sabe sobre o calendário de pagamento da 5ª parcela

ECONOMIA
11:28 | Ago. 05, 2021
Autor Alan Magno
Foto do autor
Alan Magno Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

A Caixa Econômica Federal encerrou o ciclo de pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial de 2021 na última sexta-feira, 30 de julho. Na sequência do calendário da antecipação da rodada de pagamento, iniciou-se a liberação escalonada do direito ao saque para público geral na segunda-feira, 2 de agosto. A previsão é que o processo se encerre no dia 18 deste mês.

Há cerca de duas semanas do encerramento total do cronograma do ciclo 4 do benefício, a entidade ainda não tornou público as tabelas de pagamento e saque da 5ª, 6ª e 7ª parcela do auxílio, previstas para serem pagas no mês de agosto, setembro e outubro. O POVO lista abaixo todas as informações até então divulgadas sobre as próximas parcela do auxílio emergencial de 2021. 

Mesmo sem um calendário definido para pagamento e liberação de saque da quinta, sexta e sétima parcelas do auxílio emergencial. No anúncio da prorrogação do benefício foi decidido que as novas parcelas do benefício serão pagas em sequência as parcelas já liberadas, não havendo pausa entre o pagamento da quarta e quinta parcela. 

Assim, espera-se, ainda neste mês, um pronunciamento oficial conjunto Caixa e do Ministério da Cidadania para anúncio público do calendário da prorrogação do pagamento do benefício. Pronunciamento deve ocorrer até o dia 18, data marcada para início do pagamento do Bolsa Família, que tem sido substituído pelo deposito das parcelas do auxílio emergencial. 

Na última quinta-feira, 15, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, pontuou que os beneficiários receberão por meio de mensagens via WhatsApp informações detalhes sobre pagamento e saque das próximas parcelas ainda neste mês. A expectativa é que os pagamentos da 5ª parcela comecem próximo ao fim da liberação de saque da parcela anterior, na terceira semana de agosto

O pagamento das novas parcelas criadas, seguirá o mesmo principio de pagamento escalonado de acordo com a data de nascimento para público geral e levando em consideração o último dígito do NIS para beneficiários do Bolsa Família. 

LEIA TAMBÉM | Bolsonaro anuncia novo Bolsa Família com valor médio de R$ 300
Bolsonaro pretende acabar com abono salarial dos trabalhadores para pagar Bolsa Família de R$ 300

Enquanto não ocorre a definição de um calendário de pagamento e saque para público geral, beneficiários do Bolsa Família, que recebem o auxílio emergencial, já possuem uma estimativa de quando receberão as novas parcelas. Isso porque desde a criação do auxílio, o pagamento para este público ocorre já com direito ao saque, nas datas definidas anteriormente pela Caixa para liberação do Bolsa Família.  

Assim, no calendário previamente definido, a partir do dia 18 de agosto, ao invés de receber o valor do Bolsa Família, tais cidadãos, deverão receber a quinta parcela do auxílio emergencial. O calendário pode ser alterado pelo Ministério da Cidadania, se julgar necessário, portanto, as datas seguem apenas como uma estimativa, ainda que em todas as demais parcelas, o calendário de pagamento do auxílio para beneficiários do Bolsa Família tenha seguido as datas definidas pelo programa social antes da pandemia, não sofrendo alterações, mesmo nos processos de antecipação do auxílio feitos pela Caixa nas parcelas pagas este ano. 

O POVO lista abaixo o calendário previsto para o pagamento da 5ª parcela do auxílio emergencial de 2021 para beneficiários do Bolsa Família e informações sobre o envio das tabelas de pagamento e saque de todas as próximas parcelas do benefício para o WhatsApp dos aptos a receber o auxílio. 

Quinta parcela do auxílio emergencial 2021: previsão calendário de pagamento para beneficiários do Bolsa Família

  • NIS com final 1: 18 de agosto
  • NIS com final 2: 19 de agosto
  • NIS com final 3: 20 de agosto
  • NIS com final 4: 23 de agosto
  • NIS com final 5: 24 de agosto
  • NIS com final 6: 25 de agosto
  • NIS com final 7: 26 de agosto
  • NIS com final 8: 27 de agosto
  • NIS com final 9: 30 de agosto
  • NIS com final 0: 31 de agosto

Como funcionará a divulgação do calendário da 5ª, 6ª e 7ª parcela do auxílio emergencial pelo WhatsApp?

>> Uma conta oficial e verificada da Caixa passará a enviar as informações sobre o auxílio emergencial, especialmente sobre o cronograma das próximas parcelas do benefício. Ao todo, 500 milhões de pessoas devem ser beneficiadas com os envios.  

>> Receberão os avisos os clientes do auxílio emergencial com celular cadastrado no aplicativo Caixa Tem. O usuário poderá habilitar ou desabilitar o recebimento dos avisos.

>> Não é necessário fazer uma nova solicitação ou cadastro para receber os avisos no celular, basta checar se o número de contato informado no perfil do aplicativo Caixa Tem está atualizado. 

>> O assunto das mensagens automáticas incluem: informações sobre o calendário de crédito na conta poupança digital, o calendário de pagamento ou de saque em dinheiro e demais avisos e comunicados.

>> Mensagens serão gratuitas, garantindo que mesmo aqueles que não tenham acesso a internet, seja rede móvel ou banda larga, possam receber os informes.

>> Os comunicados serão enviados a partir de um único número da Caixa de forma automática, ou seja, sem a possibilidade de conversação, sendo utilizado apenas para o envio dos avisos. 

>> A Caixa ressalta que o perfil jamais solicitará qualquer dado ou informação adicional dos beneficiários, utilizando o canal apenas para enviar os informes oficiais, orientando inclusive aos beneficiários, que não respondam a mensagem recebida.  


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Em Tóquio, Brasil iguala rendimento da Rio 2016 com 19 medalhas

tóquio 2020
11:25 | Ago. 05, 2021
Autor Júlia Duarte
Foto do autor
Júlia Duarte Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A medalha de prata de Pedro Barros no skate na madrugada desta quinta-feira, 5, em Tóquio garantiu ao Brasil o mesmo número de medalhas do país na Olimpíada sediada no Rio de Janeiro, em 2016, há cinco anos. Em Tóquio, o Brasil atingiu 16 medalhas conquistadas e outras 3 medalhas garantidas, que ainda não possuem cor definida, os mesmos 19 pódios na Rio 2016.

LEIA MAIS| Quadro de medalhas das Olimpíadas de Tóquio 2021; veja como está

No quadro de medalha mais atualizado, o Brasil tem 16 pódios conquistados. O Brasil tem 4 ouros, 4 pratas e 8 bronzes. Entretanto, o país tem 3 medalhas garantidas, que completam as 19: Bia Ferreira e Hebert Conceição, ambos classificados para finais do boxe, e futebol masculino, na disputa do bicampeonato na final contra a Espanha.

LEIA MAIS| De R$ 100 mil a R$ 750 mil: saiba quanto ganha o medalhista olímpico do Brasil

+Tóquio: Bia Ferreira e Hebert Conceição vão lutar pelo ouro no boxe

A marca final da Rio-2016 foi de 7 ouros, 6 pratas e 6 bronzes. Assim, existem chances do Brasil igualar também o desempenho de conquistas de medalhas de outro de cinco anos atrás por estar garantido em três finais. Isso pode aumentar a classificação final do país no rancking, já que medalhas douradas são consideradas a principal indicação para classificar dos países.

O Brasil tem chances reais ainda de superar o número de medalhas que a Rio 2016. No vôlei, o masculino disputa o bronze e o feminino está classificado à semifinal contra a Coreia do Sul. O país pode conquistar medalha também na canoagem com Isaquias Queiroz, que chega como um dos favoritos. Em 2016, o brasileiro foi prata na Canoa Individual 1.000m, Bronze na Canoa Individual 200m e Prata na Canoa de Dupla 1.000m, com Erlon de Sousa Silva.

As chances de um desempenho melhor em Tóquio está sendo puxado pela inclusão de mais modalidades. Com exceção da escalada e o karatê, sem representantes, o Brasil faturou quatro medalhas com esportes estreantes como o surfe e o skate. São elas: ouro de Italo no surfe, duas pratas no skate street, com Rayssa Leal e Kelvin Hoefler, além da prata de Pedro Barros no park.

Confira os medalhistas do Brasil até agora em Tóquio 2020:

Rebeca Andrade, ouro no salto e prata no individual geral da ginástica artística 

Ítalo Ferreira, ouro no surfe 

Martine Grael e Kahena Kunze, ouro na vela 

Ana Marcela Cunha, ouro na maratona aquática

Rayssa Leal, prata no skate street 

Kelvin Hoefler, prata no skate street 

Pedro Barros, prata no skate park

Fernando Scheffer, bronze nos 200m livre da natação 

Mayra Aguiar, bronze no judô 

Daniel Cargnin, bronze no judô 

Bruno Fratus, bronze nos 50m livre da natação 

Luisa Stefani e Laura Pigossi, bronze no tênis de dupla 

Alison dos Santos, bronze nos 400m com barreira do atletismo 

Thiago Braz, bronze no salto com vara do atletismo 

Abner Teixeira, bronze no boxe 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Assembleia avalia projeto que torna obrigatório empacotamento de produtos em supermercados

Serviços
11:18 | Ago. 05, 2021
Autor Filipe Pereira
Foto do autor
Filipe Pereira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

Tramita na Assembleia Legislativa do Ceará (AL- CE) um projeto que torna obrigatório o empacotamento de produtos em caixas prioritários por parte de estabelecimentos comerciais autodenominados de supermercados ou hipermercados no Ceará. O texto define que o serviço deverá ser destinado para pessoas com 60 anos ou mais, com criança de colo, portadores de deficiência ou gestantes. 

Segundo o projeto, estarão isentos da regra os estabelecimentos que possuem até quatro caixas. O descumprimento da lei acarretará as seguintes penalidades em multa de 10.000 Unidade Fiscal de Referência do Estado do Ceará (Ufirce), o que equivale a aproximadamente R$ 4.600,00. Em caso de reincidência, a multa seria de 100.000 Ufirce. 

Em caso de aprovação da matéria, os estabelecimentos comerciais citados terão prazo de 180 dias, a contar da data da publicação lei, para adequarem seus quadros de pessoal às normas. Para o deputado Gelson Ferraz (MDB), autor da proposta, a medida "qualifica o supermercado, atende à necessidade do consumidor e contribui para a geração de novos postos de trabalho".

"Os supermercados e congêneres, na venda de seus produtos, oferecem um serviço ao consumidor. E essa atividade requer qualidade. A população precisa ser tratada de forma respeitosa. No preço das mercadorias estão embutidos custos de toda natureza. E como se sabe, quem paga é o consumidor", afirma o parlamentar. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

STF nega transferência de Adélio Bispo de presídio para hospital psiquiátrico

POLÍTICA
11:15 | Ago. 05, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Por unanimidade, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), em sessão virtual, manteve decisão que negou transferir Adélio Bispo, autor do atentado contra Jair Bolsonaro na campanha de 2018, para um hospital de custódia e tratamento psiquiátrico em Minas Gerais. Com a decisão, Adélio permanecerá na Penitenciária Federal de Campo Grande, onde está detido desde setembro de 2018.
No julgamento, os ministros analisaram um habeas corpus impetrado pela defesa de Adélio contra decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que o manteve na Penitenciária Federal de Campo Grande. Na ocasião, a corte entendeu que o local cumpria as exigências legais para o caso, uma vez que conta com Unidade Básica de Saúde e com atendimento médico psiquiátrico.
Ao Supremo, a defesa reiterou o argumento da inadequação do estabelecimento e a existência de vagas no Hospital Psiquiátrico Judiciário Jorge Vaz, em Barbacena (MG), e a presença de outros estabelecimentos adequados em Minas Gerais. As informações foram divulgadas pela corte.
O relator do recurso, ministro Kassio Nunes Marques, já havia negado a transferência do esfaqueador de Bolsonaro para o hospital psiquiátrico - e reforçou seu entendimento perante a Segunda Turma.
O ministro ponderou que o Código Penal estabelece, em regra, que a medida de segurança deve ser cumprida em hospital de custódia e tratamento psiquiátrico, mas que, na falta desse tipo de local ou na inexistência de vaga, a pena poderá ser cumprida em outro estabelecimento adequado.
Na avaliação do relator, as instâncias ordinárias deram cumprimento ao disposto Código Penal, considerando que, na falta de vagas em hospital de custódia e tratamento psiquiátrico ou de outro estabelecimento adequado em Minas Gerais, Adélio foi transferido para o estabelecimento federal, onde, segundo os autos, recebe tratamento em conformidade com a lei.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

'Seguiremos trajetória de desalavancagem e retorno financeiro', diz Silva e Luna

ECONOMIA
11:15 | Ago. 05, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, participou pela primeira vez, nesta quinta-feira, da apresentação de um resultado financeiro da empresa a analistas de mercado. Em sua fala, destacou o caráter técnico da sua gestão, como já havia afirmado na mensagem divulgada ontem junto do balanço. Ele ressaltou também o foco no retorno aos acionistas e a continuidade do programa de redução da dívida.
"Seguiremos a trajetória de desalavancagem e retorno financeiro", disse Silva e Luna, demonstrando que dará continuidade às premissas das gestões que o antecederam e priorizaram as finanças da empresa, após um período de crise.
Como consequência nesse modelo de administração, a companhia reduziu seu endividamento bruto a um patamar inferior à meta de US$ 67 bilhões de 2021.
Neste ano ainda, a marca de US$ 60 bilhões deve ser alcançada, reiterou o presidente. Com isso, a Petrobras deve rever sua política de pagamento de dividendos e privilegiar ainda mais o mercado financeiro.
A estatal anunciou na quarta-feira a antecipação da distribuição de dividendos neste ano, de R$ 32 bilhões, cerca de US$ 6 bilhões.
Segundo Silva e Luna, essa decisão é compatível com a geração de caixa e com a sustentabilidade financeira da petrolífera.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags