PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

United bate o Arsenal na última visita de Wenger ao Old Trafford

Em partida válida pela 36° rodada do Campeonato Inglês, na última visita de Arsene Wenger ao Old Trafford, o Manchester United venceu o Arsenal pelo placar de 2 a 1 com gol de Fellaini aos 45 minutos do segundo tempo. O resultado não muda em nada o panorama do campeonato, uma vez que os Red [?]

14:45 | 29/04/2018

Em partida válida pela 36° rodada do Campeonato Inglês, na última visita de Arsene Wenger ao Old Trafford, o Manchester United venceu o Arsenal pelo placar de 2 a 1 com gol de Fellaini aos 45 minutos do segundo tempo. O resultado não muda em nada o panorama do campeonato, uma vez que os Red Devills seguem na segunda colocação com 77 pontos, enquanto os Gunners continuam em sexto com 57.

Na primeira grande chance do jogo, aos 15 minutos do primeiro tempo, o Manchester United já abriu o placar. Após roubada de bola no meio campo, Pogba carregou a acionou Lukaku. O belga cruzou para Sanchez, que mandou de cabeça na trave. No rebote, a bola voltou para Pogba, que apenas completou para o fundo das redes.

A resposta do Arsenal veio aos 19, com Mkhitaryan. O ex-United recebeu na entrada da área e arriscou bom chute, mas viu a bola sair com algum perigo ao lado da meta de De Gea. O time visitante começou a ficar mais com a bola no pé, e a partida, apesar de monótona, ganhou um pouco mais de equilíbrio.

O jogo só voltou a ter algum lance de perigo aos 40 minutos. Ashley Young recebeu lançamento de Pogba, avançou pela ponta esquerda e tentou o cruzamento. A bola, contudo, foi em direção ao gol, e só parou quando bateu na trave.

Logo aos cinco minutos da etapa complementar, Mkhitaryan fez valer a ?lei do ex? no Old Trafford. O camisa 7 recebeu na intermediária, carregou e bateu rasteiro, no canto, para empatar o clássico. Após balançar as redes, o armênio optou por não comemorar, e logo foi abraçado pelos seus companheiros.

O time da casa respondeu aos sete, quando Young finalizou de dentro da área e carimbou a defesa. Após a cobrança do escanteio, a bola ficou viva até a zaga chegar para rasgar. Os Diabos Vermelhos pressionavam em busca do segundo gol, mas paravam no ônibus que Arsene Wenger estacionou na entrada da área.

O United começou a tentar a bola aérea, mas também não era feliz. A mira também prejudicava, pois até os 30 do segundo tempo o time já havia finalizado 15 vezes, mas acertou o gol apenas duas vezes.

Aos 43, enfim a pressão surtiu efeito. Após cruzamento na área, Fellaini cabeceou na trave, a bola bateu em Rashford e entrou. No entanto, o árbitro anulou o gol pois havia impedimento na jogada. Os mandantes não desistiram, e dois minutos depois, em novo cruzamento na área, Fellaini apareceu novamente e subiu mais que todo mundo para mandar para o fundo das redes e colocar números finais.

Gazeta Esportiva

TAGS