PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Liverpool e Roma abrem semifinal improvável da Liga dos Campeões

Em um duelo entre os dois ?azarões?, Liverpool e Roma dão o pontapé nas semifinais da Liga dos Campeões nesta terça-feira (24), às 15h45 (de Brasília), no Estádio Anfield, em Liverpool, na Inglaterra. Ambos surpreenderam os favoritos nas quartas de final. Os romanos protagonizaram a maior zebra do torneio até aqui após serem goleados pelo Barcelona [?]

20:15 | 23/04/2018

Em um duelo entre os dois ?azarões?, Liverpool e Roma dão o pontapé nas semifinais da Liga dos Campeões nesta terça-feira (24), às 15h45 (de Brasília), no Estádio Anfield, em Liverpool, na Inglaterra. Ambos surpreenderam os favoritos nas quartas de final. Os romanos protagonizaram a maior zebra do torneio até aqui após serem goleados pelo Barcelona na Espanha por 4 a 1 e daram o troco como mandantes, aplicando 3 a 0 no time catalão. Já os Reds despacharam o Manchester City em clássico inglês, ganhando por 2 a 1 fora de casa, após terem feito 3 a 0 e encaminhado a classificação no choque de ida.

O bom desempenho do Liverpool diante do Manchester City, por sinal, serve de exemplo para o terceiro colocado do Campeonato Inglês. A ordem do técnico Jürgen Klopp é se impor dentro de casa e ter mais tranquilidade na partida de volta, prevista para o dia 2 de maio no Estádio Olímpico, em Roma.

?Nós conseguimos um futebol muito eficiente nas fases anteriores, principalmente quando tivemos a personalidade suficiente de nos impormos como mandantes, como aconteceu diante do Manchester City. É isso que devemos colocar em prática diante da Roma?, disse o alemão.

Já pelo lado da Roma, o técnico Eusebio Di Francesco conseguiu colocar na cabeça de seus atletas a expectativa de um confronto marcado pelo equilíbrio. Ele prega o total respeito ao adversário.

?Acredito em semelhanças entre os dois times, que eliminaram na fase anterior equipes teoricamente apontadas como mais fortes e favoritas. Isso foi possível, especialmente no nosso caso, pois entendemos as nossas limitações, respeitamos nosso oponente e atuamos no nosso limite. Tenho convicção de que podemos ir mais longe se seguirmos nesta estratégia?, disse o volante Daniele De Rossi, líder em campo do elenco da Roma.

As duas equipes vão manter a base das quartas de final. O Liverpool aposta no talento do egípcio Mohamed Salah, que forma um trio de ataque infernal com Sadio Mané e Roberto Firmino, este nome certo na lista do técnico Tite para a Seleção Brasileira que vai disputar a Copa do Mundo.

Pelo lado da Roma um dos pilares do time é o goleiro brasileiro Alisson, titular do Brasil de Tite. Além da liderança de De Rossi, a equipe tem ainda o oportunismo do artilheiro bósnio Edin D?eko.

As duas equipes acumulam alguns encontros históricos em torneios continentais. No dia 30 de maio de 1984 se enfrentaram na final da Liga dos Campeões da Europa. Naquela ocasião os times empataram por 1 a 1. Phil Neal abriu o placar para os ingleses, mas Roberto Pruzzo decretou a igualdade. Nos pênaltis, os ingleses ganharam por 4 a 2. As duas equipes duelaram ainda na quarta fase da Liga Europa de 2001, com os romanos dando o troco e avançando com triunfo por 2 a 0 em casa, após derrota por 1 a 0 na Inglaterra. Já em 2002, pela fase de grupos da Champions League, o Liverpool ganhou em casa por 2 a 0, após empate sem gols na Itália.

O ganhador do duelo entre Liverpool e Roma vai decidir a Champions com quem sair vitorioso da outra semifinal, disputada entre os espanhóis do Real Madrid e os alemães do Bayern de Munique.

Gazeta Esportiva