Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Elton elogia Bahia e lamenta chances desperdiçadas

No último domingo, o Bahia empatou sem gols contra o Atlético-PR, na Fonte Nova, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Um dia depois da partida, o volante Elton elogiou a postura da equipe, mas lamentou as oportunidades desperdiçadas pelo Tricolor: ?Infelizmente a bola não quis entrar. O volume do nosso jogo foi incrível, a gente [?]
18:15 | Abr. 30, 2018
Autor -
Foto do autor
- Autor
Tipo Notícia

No último domingo, o Bahia empatou sem gols contra o Atlético-PR, na Fonte Nova, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Um dia depois da partida, o volante Elton elogiou a postura da equipe, mas lamentou as oportunidades desperdiçadas pelo Tricolor:

?Infelizmente a bola não quis entrar. O volume do nosso jogo foi incrível, a gente marcou eles em cima, criamos oportunidades muito boas. A gente saiu de campo de cabeça erguida, torcida viu o nosso esforço, bateu palmas. Nossa equipe viu que tem essa pegada. Quando a gente entra morno, é difícil ganhar. Se entrar nessa pegada, uma hora a bola vai entrar. Ontem infelizmente a bola não entrou, mas é sair de cabeça erguida?, afirmou o jogador.

O atleta ainda aproveitou a oportunidade para projetar o próximo compromisso do Esquadrão, pela Copa do Nordeste: ?Jogos contra eles foram difíceis. Ganhamos o último jogo com boa partida da nossa equipe. Sabemos que agora temos que virar a chave do Brasileiro, concentrar para o jogo de quinta. A gente sabe que não é fácil. Cada jogo é uma história?, disse o volante.

Na próxima quinta-feira, os comandados de Guto Ferreira jogarão pela Copa do Nordeste, contra o Botafogo-PB, no jogo de volta, das quartas de final da competição às 21h45 (horário de Brasília), no Estádio Pituaçu.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Felipe dos Santos ocupa a nona colocação após as três primeiras provas do decatlo

06:48 | Ago. 04, 2021
Autor Gazeta Esportiva
Foto do autor
Gazeta Esportiva Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Nesta terça-feira, Felipe dos Santos participou das três primeiras provas do decatlo nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Depois de disputar os 100m rasos, o salto em distância e o arremesso de peso, o brasileiro ocupa a nona colocação, com 2.597 pontos no total. Até o momento, o líder é o canadense Damian Warner, com 2.966 pontos.

A primeira prova foi os 100m rasos. Felipe esteve na terceira bateria e terminou na quinta colocação de sua série, com 10s58. Apesar disso, o brasileiro teria sido líder nas outras baterias. Portanto, encerrou a etapa inicial na quinta posição geral, somando 956 pontos.

Na segunda prova, os atletas competiram no salto em distância. Felipe teve a quarta melhor marca do grupo A, saltando 4,38m, mantendo a regularidade na disputa. O brasileiro terminou em quinto lugar geral na prova, somando 1.861 pontos.

Em seguida, foi a vez do arremesso de peso, para fechar o primeiro dia. Felipe esteve no grupo A e o sua melhor tentativa alcançou a marca de 14m13. O brasileiro teve o seu pior desempenho dentre as três provas que abriram a disputa, terminando na 18ª colocação do arremesso, somando 736 pontos e garantindo a nona colocação geral do decatlo.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Japão apresenta grande domínio no skate, com três medalhas de ouro

06:39 | Ago. 04, 2021
Autor Gazeta Esportiva
Foto do autor
Gazeta Esportiva Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Japão emplacou duas atletas nos degraus mais altos do pódio do skate park nos Jogos de Tóquio, nesta quarta-feira, com Sakura Yosozumi conquistando ouro e Kokona Hiraki ficando com a prata, enquanto a britânica Sky Brown ganhou o bronze.

Em três finais do skate nas Olimpíadas na capital japonesa, os donos da casa conquistaram até agora três medalhas de ouro, duas na modalidade street (masculino e feminino) e agora essa na park, feminino.

Já as representantes brasileiras na final da modalidade, Dora Varella e Yndiara Asp, ficaram em sétimo e oitavo, respectivamente. O Brasil teve duas medalhas na categoria street, com Kelvin Hoefler, no masculino, e Rayssa Leal, no feminino.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Fadinha chora ao ver colega britânica de 13 anos conquistar o bronze em Tóquio

06:24 | Ago. 04, 2021
Autor Gazeta Esportiva
Foto do autor
Gazeta Esportiva Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Rayssa Leal, a Fadinha, emocionou-se a assistir à colega de esporte Sky Brown, de apenas 13 anos, conquistar a medalha de bronze na final do skate park feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Em vídeo publicado em seu Instagram, a brasileira medalhista de prata no skate street não segurou as lágrimas ao ver Sky fazer uma excelente última volta e garantir a medalha de prata. As atletas são amigas e têm a mesma idade.

Rayssa também mandou um recado para as brasileiras Dora Varella, Yndiara Asp e Isadora Pacheco, que estiveram na disputa do skate park nesta quarta-feira. Dora e Yndiara avançaram à final da modalidade, porém não chegaram ao pódio, enquanto Isadora não passou das qualificatórias.

"Isa, Yndi e Dora, estou aqui para parabenizar vocês do fundo do meu coração. Vocês andaram para caramba, representaram muito bem o nosso Brasil. Tamo junto (sic), amo vocês, estou com saudade", disse Fadinha.

"Terminamos o skate park feminino, foi super irado de assistir. Fiquei super emocionada, as brasileiras quebraram e arriscaram. Só quem está lá sabe qual é a pressão de estar ali, de ser uma das últimas a descer e precisar de uma manobra para finalizar e ter uma nota certinha", finalizou a medalhista em Tóquio.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Thiago Braz diz que o bronze teve gosto de ouro e agradece Neymar por apoio

06:21 | Ago. 04, 2021
Autor Gazeta Esportiva
Foto do autor
Gazeta Esportiva Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Na terça-feira, Thiago Braz conquistou a medalha de bronze na final do salto com vara nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Ouro na edição de 2016, disputada no Rio de Janeiro, o atleta disse em entrevista coletiva que sua conquista no Japão lhe deixou com a sensação de que estivesse subido no lugar mais alto do pódio.

"Para mim, esse bronze tem gosto de ouro. Todos os que estão comigo e acompanharam as minhas dificuldades estão sentindo o mesmo gostinho que estou sentindo. Medalha de bronze, mas é ouro também", disse o atleta.

Além de ter conquistado o bronze, Thiago manteve o recorde olímpico registrado em 2016. O brasileiro revelou que 'secou' o sueco Armand Duplantis, que tentou quebrar a sua marca ao final da prova disputada na terça-feira.

"Eu estava analisando se ele ia ou não conseguir passar. Afinal de contas, o recorde é meu, é claro que meu desejo é que permaneça ali, mas não tinha muito o que eu pudesse fazer. Está lá, ainda continua sendo meu. Ele errou, e é meu. Então, eu saí da prova com um bronze e ainda sendo recordista olímpico", pontuou Thiago.

Por mais que tenha conquistado o ouro olímpico em 2016, Thiago Braz está sem clube desde o ano passado, quando teve seu contrato rescindido pelo Pinheiros. Inclusive, o medalhista é o único integrante da delegação brasileira do atletismo que foi a Tóquio sem ter um clube. O atleta fez um longo desabafo sobre o cenário delicado do esporte nacional e, no fim, agradeceu Neymar.

"É uma situação complicada. Não acredito que um atleta possa chegar sem apoio a algum lugar. Estamos passando por uma fase delicada. Ao mesmo tempo em que o esporte está crescendo, tem partes em que está sendo prejudicado. Não consigo definir qual é o motivo central que está atrapalhando, mas o que eu tenho a fazer é um convite às pessoas, para que olhem para o esporte de um jeito diferente", afirmou Thiago.

"Não é fácil passar por situações ruins quando a gente está falando de preparação olímpica, de grandes competições e grandes objetivos. É de comum interesse, o Brasil quer continuar crescendo e trazendo medalhas. A gente precisa desse fogo a mais para ajudar todas as categorias do esporte. Eu sofri nesse período em que fiquei sem clube, mas tive o suporte do Neymar. Agradeço muito, acredito que a medalha também veio por causa disso. Sem esses apoiadores, eu não teria chegado onde eu cheguei", finalizou.

A NR Sports, empresa que gere a imagem de Neymar, esteve ao lado de Thiago Braz neste período delicado vivido pelo atleta. A empresa, inclusive, parabenizou o medalhista após a conquista do bronze em Tóquio.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Trabalhadores nascidos em março podem sacar auxílio emergencial

Economia
06:12 | Ago. 04, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em março podem sacar, a partir de hoje (4), a quarta parcela do auxílio emergencial 2021. O dinheiro foi depositado nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal em 20 de julho.

Os recursos também podem ser transferidos para uma conta-corrente, sem custos para o usuário. Até agora, o dinheiro apenas podia ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), de boletos, compras em lojas virtuais ou compras com o código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos parceiros.

Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h. Além disso, o beneficiário pode consultar o site auxilio.caixa.gov.br.

O saque originalmente estava previsto para ocorrer em 19 de agosto, mas foi antecipado em duas semanas por decisão da Caixa. Segundo o banco, a adaptação dos sistemas tecnológicos e dos beneficiários ao sistema de pagamento do auxílio emergencial permitiu o adiantamento do calendário.

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos, durante sete meses, prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

Calendário com as datas dos saques da quarta parcela do auxílio emergencial.

Regras

Pelas regras estabelecidas, o auxílio é pago às famílias com renda mensal total de até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo. É necessário que o beneficiário já tenha sido considerado elegível até o mês de dezembro de 2020, pois não há nova fase de inscrições. Para quem recebe o Bolsa Família, continua valendo a regra do valor mais vantajoso, seja a parcela paga no programa social, seja a do auxílio emergencial.

O programa se encerraria com a quarta parcela, depositada em julho e sacada em agosto, mas foi prorrogado até outubro, com os mesmos valores para o benefício.

A Agência Brasil elaborou um guia de perguntas e respostas sobre o auxílio emergencial. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão os critérios para receber o benefício, a regularização do CPF e os critérios de desempate dentro da mesma família para ter acesso ao auxílio.

* Colaborou Andreia Verdélio

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags