Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Elogiado por Aguirre, Diego Souza aprova atuação no Rio: ?Corri bem?

Diego Souza voltou ao time titular do São Paulo no empate por 1 a 1 com o Fluminense, no último domingo, no Maracanã. Posicionado como centroavante, o camisa 9 não marcou gols nem deu assistências, mas foi elogiado pelo técnico Diego Aguirre após a partida válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. O atleta não [?]
08:15 | Abr. 30, 2018
Autor -
Foto do autor
- Autor
Tipo Notícia

Diego Souza voltou ao time titular do São Paulo no empate por 1 a 1 com o Fluminense, no último domingo, no Maracanã. Posicionado como centroavante, o camisa 9 não marcou gols nem deu assistências, mas foi elogiado pelo técnico Diego Aguirre após a partida válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

O atleta não era titular desde o dia 17 de março, quando o Tricolor perdeu por 1 a 0 para o São Caetano, no Anacleto Campanella, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. Desde então, nas oito partidas seguintes, foi reserva ou nem sequer relacionado. Caso do duelo com o Ceará, no último final de semana, quando ele quase trocou o São Paulo pelo Vasco.

?Diego Souza fez um bom jogo. Fazia um tempo que não jogava e mostrou que pode ajudar muito?, afirmou o treinador uruguaio, em entrevista coletiva.

Durante a conversa com os jornalistas, Aguirre também projetou uma sequência para o trio ofensivo formado por Nenê, Everton e Diego Souza, titulares no Rio de Janeiro. ?São três jogadores que, pela primeira vez, atuaram juntos. Mas ajudaram muito e trabalharam bastante. Não é fácil arrumar um time rápido. Mas seguramente, com uma continuidade, terão mais conexão?, assegurou.

Quem também se mostrou contente com o retorno de Diego Souza à equipe foi o centroavante e concorrente Tréllez, que o substituiu aos 34 minutos da etapa final.

?É muito bom ter um jogador com o Diego. Dentro ou fora de campo, ele é muito importante. Ficou muito tempo sem jogar e foi bem hoje. Não fez o gol, mas fez uma boa partida ajudando a gente. Estou contente porque ele voltou a jogar. Está ajudando a gente, precisamos de todos agora?, afirmou o colombiano.

Analisando a sua própria atuação, Diego Souza se mostrou satisfeito. De acordo com dados do Footstats, o camisa 9 deu seis passes certos, outros seis errados, finalizou uma vez em direção ao gol e ainda falhou num cruzamento.

?Corri bem, procurei ajudar da melhor maneira possível. Infelizmente não conseguimos a vitória, mas a equipe jogou bem?, avaliou o atleta de 32 anos, imaginando uma sequência no time titular. ?Tenho a confiança dos meus companheiros e do treinador. A gente adaptou algumas situações, mas está tudo dentro dos conformes e daqui para frente vamos todos em busca de bons resultados?, projetou.

Com o resultado, o São Paulo segue na parte intermediária da tabela, no sexto lugar, com cinco pontos ganhos, apenas dois a menos que o líder Flamengo. O próximo compromisso é o duelo com o Atlético-MG, no sábado (5), às 19 horas (de Brasília), no Morumbi, pela quarta rodada do Brasileirão.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

BC: inflação ao consumidor continua se revelando persistente

ECONOMIA
19:35 | Ago. 04, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Após insistir durante meses que a subida da inflação no Brasil era temporária, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central admitiu nesta quarta-feira, 4, que a alta dos preços ao consumidor "continua se revelando persistente". O colegiado elevou a Selic (a taxa básica de juros) em 1,00 ponto porcentual, de 4,25% para 5,25% ao ano, e já sinalizou um novo aumento de mesma magnitude na próxima reunião, em setembro.
"Os últimos indicadores (de inflação) divulgados mostram composição mais desfavorável. Destacam-se a surpresa com o componente subjacente da inflação de serviços e a continuidade da pressão sobre bens industriais, causando elevação dos núcleos. Além disso, há novas pressões em componentes voláteis, como a possível elevação do adicional da bandeira tarifária e os novos aumentos nos preços de alimentos, ambos decorrentes de condições climáticas adversas. Em conjunto, esses fatores acarretam revisão significativa das projeções de curto prazo", justificou o Copom.
O colegiado reiterou que as a diversas medidas de inflação subjacente apresentam-se acima do intervalo compatível com o cumprimento da meta para a inflação.
Ainda assim, o balanço de riscos do Copom segue com fatores em ambas as direções. De um lado, o comitê apontou que uma possível reversão parcial do aumento dos preços de commodities em reais pode produzir uma inflação menor que a esperada.
Por outro lado, permanece o risco de que o prolongamento de medidas fiscais de combate à pandemia possa piorar a trajetória fiscal e elevar os prêmios de risco no País. Além disso, mesmo com a melhora recente dos indicadores da dívida pública, o BC considera que o risco fiscal continua elevado, criando uma assimetria altista no balanço de riscos.
Mais uma vez, o Copom reforçou que perseverar no processo de reformas é essencial para a recuperação sustentável da economia. "O Comitê ressalta, ainda, que questionamentos sobre a continuidade das reformas e alterações de caráter permanente no processo de ajuste das contas públicas podem elevar a taxa de juros estrutural da economia", repetiu o comunicado.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

BC: no cenário externo, evolução da variante Delta adiciona risco à recuperação

ECONOMIA
19:35 | Ago. 04, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central alertou nesta quarta-feira, 4, que a evolução da variante Delta de covid-19 adiciona risco à recuperação da economia global. O colegiado elevou a Selic (a taxa básica de juros) em 1,00 ponto porcentual, de 4,25% para 5,25% ao ano, e já sinalizou um novo aumento de mesma magnitude na próxima reunião, em setembro.
"O Comitê avalia que, a despeito dos movimentos recentes nas curvas de juros, ainda há risco relevante de aumento da inflação nas economias centrais. Ainda assim, o ambiente para países emergentes segue favorável com os estímulos monetários de longa duração, os programas fiscais e a reabertura das principais economias", acrescentou o BC, sobre o cenário externo.
Já no ambiente doméstico, o Copom limitou-se a comentar que os indicadores recentes continuam mostrando evolução positiva e não ensejam mudança relevante no cenário de recuperação robusta do crescimento econômico ao longo do segundo semestre.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

CNI e Fiesp consideram um equívoco decisão do Copom de elevar Selic

ECONOMIA
19:35 | Ago. 04, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de elevar a taxa de juros Selic para 5,25% ao ano foi "equivocada" na avaliação da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Para a entidade, as condições de crédito para consumidores e empresas deveriam continuar sendo estimuladas e a medida, ao contrário, desestimula a economia e aumenta o custo do financiamento.
"O controle da inflação de oferta via juros é menos eficaz e requer um forte desestímulo à atividade econômica em um momento em que a recuperação da economia ainda se mostra frágil. A taxa de desemprego ainda está próxima do pico histórico e a produção da indústria de transformação perdeu força ao longo deste ano apresentando queda em cinco meses no primeiro semestre", avalia o presidente da CNI, Robson Andrade, em nota.
A Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp) também considerou a decisão do Copom um "equívoco". "Pode-se dizer que é um equívoco do Banco Central não apenas elevar a taxa básica de juros, mas acelerar o ritmo de alta, colocando em risco a frágil recuperação da economia brasileira", diz a federação em nota.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ferroviário comemora três anos do título da Série D do Campeonato Brasileiro

FEITO HISTÓRICO
19:34 | Ago. 04, 2021
Autor Mateus Moura
Foto do autor
Mateus Moura Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

Há três anos, o Ferroviário conquistou a Série D e se tornou o primeiro clube da capital a vencer um título brasileiro, encerrando um jejum de 23 anos sem troféu. O feito histórico foi visto por cerca de 1.500 torcedores do Tubarão, que se deslocaram em caravanas de ônibus, carros e avião até Campina Grande (PB), para acompanhar o segundo jogo da final, diante do Treze-PB. Apesar da derrota por 1 a 0, o Coral foi campeão pelo placar agregado de 3 a 1.

A campanha do Ferrão na Série D começou sob desconfiança. Apesar de terminar a fase de grupos na primeira colocação, de forma invicta, com duas vitórias e seis empates, o desempenho da equipe não empolgava o torcedor.

Para a fase seguinte, em formato mata-mata, a diretoria contratou o técnico Marcelo Vilar, que conseguiu dar outro ânimo para o time. Com Edson Cariús inspirado, marcando 11 gols em 10 jogos, o Tubarão eliminou o Cordino-MA, e o Altos-PI, chegando às quartas de final, contra o Campinense-PB, em jogo que valia o acesso à Série C.

A partida contra a equipe paraibana foi marcada pela emoção. O Coral passou nas penalidades, com Cariús convertendo a última cobrança. Na semifinal, o Ferroviário venceu o São José no confronto de ida por 3 a 1. Na volta, o Tubarão da Barra foi derrotado por 2 a 1, mas passou para a final pelo placar agregado de 4 a 3.

No dia 30 de julho de 2018, um domingo, aconteceu o primeiro jogo da final, contra o Treze-PB, na Arena Castelão. Empurrado pelos mais de 6 mil torcedores corais nas arquibancadas, o Ferrão foi implacável e venceu por 3 a 0, com gols de Janeudo, Edson Cariús e Robson Simplício.

Cinco dias depois, 4 de agosto de 2018, a equipe comandada por Marcelo Vilar chegou em Campina Grande, na Paraíba, para o jogo de volta. Com a boa vantagem construída no Castelão, o Tubarão fez uma partida segura no estádio Amigão. A derrota por 1 a 0 não foi o suficiente para tirar o título do Ferroviário, primeiro clube da capital a vencer um torneio nacional. A conquista ainda encerrou um jejum de 23 anos sem títulos — a última havia sido o bicampeonato estadual em 1995.

No retorno para Fortaleza, os jogadores foram recepcionados pelos torcedores sob o grito de "é campeão". O elenco desfilava pelas ruas da cidade em cima de um carro dos bombeiros, acompanhado de perto por uma carreata coral.

Edson Cariús, artilheiro da Série D com 11 gols, foi um dos mais cobiçados pela torcida, que, em coro, cantavam: "Mil gols só Pelé, mas eu sou mais o Cariús", dizia a letra da música, seguindo o mesmo ritmo de um dos hinos cantados pela torcida brasileira durante a Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

"Momento maravilhoso que estamos vivendo. Esse torcedor estava precisando, já que há muito tempo não comemorava um título", disse o camisa nove em 2018.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Covid: teste rápido desenvolvido pela Uece possibilita resultado em 5 minutos

Coronavírus
19:30 | Ago. 04, 2021
Autor Gabriela Almeida
Foto do autor
Gabriela Almeida Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

O Laboratório de Biotecnologia e Biologia Molecular da Universidade Estadual do Ceará (LBB/Uece) desenvolveu um teste rápido e de baixo custo para diagnóstico da SARS-CoV-2, o vírus causador da Covid-19. Feito a partir da coleta de saliva ou secreções nasais, o exame possibilita um resultado em até cinco minutos. Informações foram divulgadas no site da Uece, nesta quarta-feira, 4.

De acordo com a publicação, o teste é tão eficaz quanto o RT-PCR, exame que apresenta um custo elevado. “O teste desenvolvido na Uece poderá ser aplicado em crianças ou em pessoas, inclusive, à beira do leito. Basta pegar uma gotinha de saliva para fazer o teste. O método também é ideal para fazer triagem e monitoramento em grandes eventos, como as Olimpíadas, por exemplo", explicou em publicação a coordenadora do LBBM/Uece, Izabel Florindo Guedes.

LEIA MAIS | Vacinação em Fortaleza: confira lista de agendados para quarta, (04/08), e quinta (05/08)

+ Perdeu a segunda dose da vacina da Covid em Fortaleza? Saiba onde se vacinar

Ainda conforme postagem, a ideia do exame veio durante a realização de outras pesquisas, que analisam a "prevalência da Covid-19 em crianças, adolescentes e adultos em situação de educação remota pela rede municipal de ensino em Fortaleza". Isso porque foi realizando essas análises que os pesquisadores ouviram dos participantes reclamações sobre o preço dos testes de identificação da doença.

Além do valor, as famílias que participaram das pesquisas afirmaram que os testes eram "incômodos" e os resultados "demoravam muito" para sair. Os integrantes do LBB ouviram os relatos e decidiram criar um teste mais rápido, que tivesse um custo baixo e fosse mais confortável que os demais.

Fase final de elaboração

Sem exigir "mão de obra extremamente qualificada", o teste criado pela instituição poderá ainda ser utilizado em locais como escolas - não sendo dessas forma usado apenas em laboratórios. Luiz Francisco Wemmenson, pesquisador do LBBM falou na postagem sobre a fase em que a criação se encontra.

“Foi feita a maioria dos testes em bancada. Infere-se, dessa avaliação, o fato de que o modelo se mostrou de alta sensibilidade e elevada especificidade. Já estamos em fase final de elaboração da redação para pedido de patente e, no momento, estamos escrevendo projeto para conseguir financiamento e aprovação do Comitê de Ética para validação clínica", destacou o representante.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags