Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Aguirre valoriza ponto fora de casa e vê São Paulo com ?cara boa?

O empate por 1 a 1 diante do Fluminense, cedido aos 43 minutos do segundo tempo da partida disputada no Maracanã, na tarde deste domingo, não foi ruim para o São Paulo. A avaliação é do técnico Diego Aguirre, para quem o time paulista está evoluindo na temporada. ?Independentemente do resultado, que tivemos muito perto [?]
20:00 | Abr. 29, 2018
Autor -
Foto do autor
- Autor
Tipo Notícia

O empate por 1 a 1 diante do Fluminense, cedido aos 43 minutos do segundo tempo da partida disputada no Maracanã, na tarde deste domingo, não foi ruim para o São Paulo. A avaliação é do técnico Diego Aguirre, para quem o time paulista está evoluindo na temporada.

?Independentemente do resultado, que tivemos muito perto de ganhar, tenho que ver o rendimento do time. E acho que foi bom. Estivemos muito perto de ganhar. Não deu, mas estamos encontrando um caminho, e o São Paulo mostrou uma cara boa?, analisou o treinador uruguaio, em entrevista coletiva.

Com o controle da partida, o São Paulo abriu o placar aos 23 minutos do primeiro tempo, quando Éder Militão marcou gol chorado após cobrança de escanteio. Na etapa complementar, depois de rápido contra-ataque, Everton acertou o travessão e quase confirmou o triunfo paulista.

O castigo veio aos 43 minutos. Após cruzamento pela direita, o centroavante Pedro, do Fluminense, ganhou de Arboleda no alto e testou forte, sem chances para Sidão, decretando o segundo empate consecutivo do São Paulo no Campeonato Brasileiro ? a equipe vinha de um 0 a 0 com o Ceará, no último final de semana, em Fortaleza.

?Estivemos perto de fazer o segundo gol para matar o jogo. Faltou uma finalização no último metro. Mas o time mostrou um bom jogo. Gostaria de ter ganho, mas não é ruim ter empatado fora. No Brasileirão, aprendi que não é ruim empatar fora de casa?, resignou-se Aguirre.

Com o resultado, o São Paulo segue na parte intermediária da tabela, no sexto lugar, com cinco pontos ganhos, apenas dois a menos que o líder Flamengo. O próximo compromisso é o duelo com o Atlético-MG, no sábado (5), às 19 horas (de Brasília), no Morumbi, pela quarta rodada do Nacional.

?Sinto que o time vai tomando uma identidade e teremos que continuar assim porque o Brasileiro é muito longo, O começo não é ruim, ganhamos em casa e empatamos duas fora. Estou contente com a atitude dos jogadores, estão querendo ajudar sempre e vamos ver o que acontece nos próximos jogos?, concluiu Aguirre.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Programa de urna eletrônica 'simplesmente não roda' se for adulterado, afirma TSE

POLÍTICA
09:25 | Ago. 05, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Horas depois de o presidente Jair Bolsonaro dizer, nesta quarta-feira, 4, que um inquérito sigiloso da Polícia Federal revela acesso de hackers a programação de urnas eletrônicas, em 2018, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nota para destacar que o caso foi amplamente divulgado à época e não representou qualquer risco à integridade daquelas eleições.
"O código-fonte dos programas utilizados passa por sucessivas verificações e testes, aptos a identificar qualquer alteração ou manipulação. Nada de anormal ocorreu", disse o comunicado do TSE, que rebateu as acusações de Bolsonaro em sete pontos. "Cabe acrescentar que o código-fonte é acessível, a todo o tempo, aos partidos políticos, à OAB, à Polícia Federal e a outras entidades que participam do processo. Uma vez assinado digitalmente e lacrado, não existe a possibilidade de adulteração. O programa simplesmente não roda se vier a ser modificado".
As declarações de Bolsonaro, em novo ataque ao presidente do TSE, Luis Roberto Barroso, foram feitas durante entrevista ao programa "Os Pingos nos Is", da Rádio Jovem Pan. Segundo Bolsonaro, em 2018 uma pessoa teria acessado o código de programação das urnas eletrônicas, assim como senhas de um ministro e de servidor da Corte. O agente teria oferecido o material ao blog TecMundo. O Estadão/Broadcast apurou que o inquérito não investiga invasão em urna eletrônica, mas, sim, tentativa de acesso ao sistema do TSE.
"As urnas eletrônicas jamais entram em rede", assinalou a nota do tribunal. "Por não serem conectadas à internet, não são passíveis de acesso remoto, o que impede qualquer tipo de interferência externa no processo de votação e de apuração. Por essa razão, é possível afirmar, com margem de certeza, que a invasão investigada não teve qualquer impacto sobre o resultado das eleições."
O TSE informou, ainda, que encaminhou à Polícia Federal os dados necessários para a apuração dos fatos. "A investigação corre de forma sigilosa e nunca se comunicou ao TSE qualquer elemento indicativo de fraude. De 2018 para cá, o cenário mundial de cybersegurança se alterou, sendo que novos cuidados e camadas de proteção foram introduzidos para aumentar a segurança dos demais sistemas informatizados."
Além disso, a nota do TSE garantiu que os sistemas usados nas eleições de 2018 "estão disponíveis na sala-cofre para os interessados, que podem analisar tanto o código-fonte quanto os sistemas lacrados e constatar que tudo transcorreu com precisão e lisura".
Leia, a seguir, a íntegra da nota:
Em referência ao inquérito da Polícia Federal que apura ataque ao seu sistema interno, ocorrido em 2018, o Tribunal Superior Eleitoral esclarece que:
1. O episódio de 2018 foi divulgado à época em veículos de comunicação diversos. Embora objeto de inquérito sigiloso, não se trata de informação nova.
2. O acesso indevido, objeto de investigação, não representou qualquer risco à integridade das eleições de 2018. Isso porque o código-fonte dos programas utilizados passa por sucessivas verificações e testes, aptos a identificar qualquer alteração ou manipulação. Nada de anormal ocorreu.
3. Cabe acrescentar que o código-fonte é acessível, a todo o tempo, aos partidos políticos, à OAB, à Polícia Federal e a outras entidades que participam do processo. Uma vez assinado digitalmente e lacrado, não existe a possibilidade de adulteração. O programa simplesmente não roda se vier a ser modificado.
4. Cabe reiterar que as urnas eletrônicas jamais entram em rede. Por não serem conectadas à internet, não são passíveis de acesso remoto, o que impede qualquer tipo de interferência externa no processo de votação e de apuração. Por essa razão, é possível afirmar, com margem de certeza, que a invasão investigada não teve qualquer impacto sobre o resultado das eleições.
5. O próprio TSE encaminhou à Polícia Federal as informações necessárias à apuração dos fatos e prestou as informações disponíveis. A investigação corre de forma sigilosa e nunca se comunicou ao TSE qualquer elemento indicativo de fraude.
6. De 2018 para cá, o cenário mundial de cybersegurança se alterou, sendo que novos cuidados e camadas de proteção foram introduzidos para aumentar a segurança dos demais sistemas informatizados.
7. Por fim, e mais importante que tudo, o TSE informa que os sistemas usados nas Eleições de 2018 estão disponíveis na sala-cofre para os interessados, que podem analisar tanto o código-fonte quanto os sistemas lacrados e constatar que tudo transcorreu com precisão e lisura.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Biden fixará meta de que 50% dos veículos vendidos em 2030 no EUA sejam elétricos

INTERNACIONAL
09:20 | Ago. 05, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assinará nesta quinta-feira, 5, um decreto executivo que definirá a meta de que metade dos veículos vendidos no país em 2030 sejam elétricos. A informação foi confirmada em comunicado divulgado pelo governo americano nesta quinta. Segundo a nota, a norma estabelecerá o desenvolvimento de padrões de emissões e eficiência de combustíveis para "economizar dinheiro dos consumidores, reduzir a poluição, melhorar a saúde pública, promover a justiça ambiental e enfrentar a crise climática". Hoje à tarde, Biden receberá na Casa Branca representantes das montadoras Ford, General Motors e Stellantis, além do sindicato United Auto Workers, para anunciar a nova meta.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Vôlei: Brasil perde para Comitê Russo e se despede da briga pelo ouro

Esportes
09:20 | Ago. 05, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A seleção brasileira de vôlei masculino deu adeus ao sonho do ouro olímpico nos Jogos de Tóquio (Japão). Os brasileiros foram derrotados de virada na madrugada desta quinta-feira (5) para o Comitê Olímpico Russo (ROC, na sigla em inglês) por 3 sets a 1, com parciais de 18/25, 25/21, 26/24 e 25/23. A partida foi realizada na Arena de Ariake, na capital Tóquio.

Desde os Jogos Olímpicos de Sidney (2000) o Brasil não fica de fora de uma final da competição. À época, o país foi eliminado nas quartas de final em confronto com a Argentina. Depois disso, foram quatro decisões consecutivas, tendo levado duas medalhas de ouro (Atenas 2004 e Rio 2016) e duas de prata (Pequim 2008 e Londres 2012).

Apesar de não avançar à final, o levantador Bruninho diz que o time tem que se manter firme para buscar  a medalha de bronze. 

"Por mais difícil que seja, temos que apagar isso [a derrota de virada para a Rússia]. O bronze conta muito pra gente. Sabemos o quanto a gente merece, quanto a gente trabalha, se dedica. Então, vamos entrar com a faca nos dentes como se fosse o ouro. Não temos tempo para lamentar", disse Bruninho, campeão olímpico na Rio 2016, em depoimento ao Comitê Olímpico do Brasil (COB).

A luta pelo bronze será à 1h30 (horário de Brasília) deste sábado (7). O adversário será o perdedor do confronto entre França e Argentina, às 9h desta quinta (5). 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Covid: morre mulher que era esperada pelo marido no gramado do hospital

MATO GROSSO
09:20 | Ago. 05, 2021
Autor Levi Aguiar
Foto do autor
Levi Aguiar Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

Morreu de Covid-19 na tarde da última quarta-feira, 4, Cristiane Fagundes Hahn. A história dela ganhou repercussão após internação no Hospital Metropolitano de Várzea Grande, no Mato Grosso, seguida do ato de seu marido. O empresário Jarcedi Hahn esperava pela recuperação da esposa no gramado do hospital desde o dia 11 de julho.

Jarcedi passou todos os dias sentado em uma cadeira esperando a recuperação da esposa. O homem estava sempre com uma cadeira vazia ao lado. Conforme publicado pelo G1, Jarcedi disse que aguardava a mulher ter alta para que o casal retornasse para Sapezal, cidade onde moram. O casal tem três filhos.

LEIA MAIS | Sarto regulamenta lei que proíbe fogos de artifício barulhentos em Fortaleza

Vacinação em Fortaleza: confira lista de agendados para quarta, (04/08), e quinta (05/08) O Povo

Além disso, no início desta semana, o empresário receberia a primeira dose da vacina no município onde mora. Para que o homem não saísse de perto da esposa, a Prefeitura de Sapezal enviou a dose para que os profissionais de Várzea Grande fizessem a aplicação.

A mulher, de 42 anos, foi infectada pelo vírus há mais de um mês e ficou entubada. Na semana passada, Cristiane apresentou melhora e retirou o tubo. Contudo, dias depois, ela apresentou piora no quadro de saúde e foi entubada novamente. Uma das filhas foi visitar a mãe, mas quando chegou, ela já tinha morrido.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Onze pessoas são presas no Reino Unido por insultos racistas na final da Eurocopa

ESPORTES
09:09 | Ago. 05, 2021
Autor AFP
Tipo Notícia

A polícia britânica anunciou nesta quinta-feira a prisão de 11 pessoas acusadas de proferir insultos racistas nas redes sociais contra jogadores negros da seleção inglesa, após a derrota no dia 11 de julho na final da Eurocopa.

 

A investigação da polícia identificou 207 mensagens criminalmente condenáveis, 123 das quais vieram de contas de fora do Reino Unido.

 

Até o momento, foram identificadas 34 contas com base no Reino Unido de acordo com um comunicado da polícia.

 

"Alguns acreditaram que poderiam se esconder atrás de um perfil nas redes sociais e ficar impunes depois de publicar um conteúdo tão abominável", disse um dos policiais encarregados da investigação, Mark Roberts.

 

"Eles têm que pensar duas vezes, temos investigadores trabalhando de forma proativa, em busca de conteúdo ofensivo relacionado ao jogo e, se o código penal for violado, os autores serão presos", alertou.

 

Após a derrota da seleção inglesa para a Itália na final da Eurocopa, jogadores como Jadon Sancho, Bukayo Saka e Marcus Rashford foram alvos de uma enxurrada de ataques racistas nas redes e as ofensas foram condenadas por unanimidade tanto pelo governo quanto pelas instituições esportivas.

 

Os três jogadores, que entraram em campo no final da partida em Wembley, perderam suas cobranças na disputa de pênaltis, o que custou à Inglaterra a derrota contra a Itália (1-1 nos 120 minutos, 3-2 nos pênaltis) e acabou com o sonho do país, que não ergue um título importante desde a Copa do Mundo de 1966.

 

Os insultos, acompanhados de incidentes de torcedores sem ingresso que conseguiram entrar no estádio, despertaram velhos demônios do futebol inglês.

 

O primeiro-ministro Boris Johnson anunciou seu desejo de banir dos estádios os autores de ataques racistas na Internet.

 

 


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags