Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Valdívia culpa postura por revés: ?Não entramos com mesmo espírito?

O meia-atacante Valdívia admitiu a inferioridade e culpou a postura do São Paulo pela derrota por 2 a 0 para o Palmeiras, na noite desta quinta-feira, no Palestra Itália. De acordo com o jogador, a equipe não teve a mesma intensidade do rival durante o clássico, sobretudo no começo do duelo válido pela 11ª rodada [?]
23:15 | Mar. 08, 2018
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O meia-atacante Valdívia admitiu a inferioridade e culpou a postura do São Paulo pela derrota por 2 a 0 para o Palmeiras, na noite desta quinta-feira, no Palestra Itália. De acordo com o jogador, a equipe não teve a mesma intensidade do rival durante o clássico, sobretudo no começo do duelo válido pela 11ª rodada do Campeonato Paulista.

?Nossa equipe não fez um bom jogo, isso está claro. Não entramos com o mesmo espírito que a equipe deles. O Palmeiras pressionou no nosso campo, e isso dificultou muito a nossa saída. Nós temos a posse de bola, tocamos bem, mas hoje não deu certo?, analisou o camisa 21 ao canal Premiere.

Nesta noite, o Palmeiras abriu o placar logo aos novem minutos do Choque-Rei com gol do zagueiro Antônio Carlos, de cabeça, após cobrança de escanteio. O segundo ocorreu aos 31, quando Éder Militão saiu errado e viu Borja aproveitar o rebote do voleio de Victor Luis.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Com o resultado, o São Paulo segue sem jamais ter vencido dentro da arena alviverde, onde o Palmeiras venceu os seis clássicos disputados desde 2015. Para piorar, esta foi a terceira derrota do time dirigido por Dorival Júnior em três embates com os seus arquirrivais na temporada.

Na etapa final, com as entradas de Tréllez, Nenê e Shaylon, o time melhorou e criou chances de gol. Por isso, Valdívia procura ser otimista. ?Não podemos achar que tudo está errado, não podemos abaixar a cabeça. Ficamos tristes, mas é vida que segue. Temos de pensar no resto da caminhada?, ponderou.

Após seu primeiro clássico como titular do São Paulo, Valdívia ainda falou sobre a pressão da torcida e voltou a reconhecer o rendimento abaixo do esperado. ?Eles cobram resultado, e nós também. Não fizemos um bom jogo, perdemos para nós mesmos?, resumiu.

Apesar do revés, o São Paulo segue na liderança do Grupo B do Estadual com 14 pontos. O próximo compromisso é o duelo com o Red Bull Brasil, neste domingo, às 17 horas (de Brasília), pela 12ª e última rodada da primeira fase do Paulistão.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags