PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Jornal aponta ex-jogador do Arsenal como possível substituto de Wenger

A parceria de 21 anos entre Arséne Wenger e Arsenal parece estar realmente próxima de um fim, que deve acontecer na atual temporada europeia. Os recentes resultados, somados ao supostos problemas com alguns atletas teriam desgastado a relação e o treinador já vem sendo criticado há algum tempo pelos torcedores, que pedem uma mudança de [?]

17:00 | 04/03/2018

A parceria de 21 anos entre Arséne Wenger e Arsenal parece estar realmente próxima de um fim, que deve acontecer na atual temporada europeia. Os recentes resultados, somados ao supostos problemas com alguns atletas teriam desgastado a relação e o treinador já vem sendo criticado há algum tempo pelos torcedores, que pedem uma mudança de filosofia.

Para o seu lugar, a diretoria dos Gunners tem definido o nome do substituto. De acordo com o jornal inglês Mirror, o nome mais cotado para substituir o francês é de Mikel Arteta, ex-jogador do clube e aposentado desde maio de 2016, quando deixou claro que via com bons olhos a possibilidade de se tornar treinador em um futuro próximo.

Desde que deixou os gramados, Arteta é membro da comissão técnica de Pep Guardiola no Manchester City, com quem afirmou ter identificação pelas ideias de jogo. Apesar da surpresa que o nome do espanhol gerou, o periódico afirma que o possível novo comandante tem o aval da diretoria do Arsenal e do próprio Wenger para ser seu substituto.

 

Caso se confirme a saída do treinador francês, o empecilho que pode brecar a contratação é a concorrência que está se desenhando no mercado. Sam Allardyce, atual comandante do Everton, não deve permanecer para a próxima temporada o nome de Arteta também é especulado no clube onde jogou entre 2005 e 2011, antes de se transferir para os Gunners.

Nos últimos dias, se tornou pública uma reunião entre Wenger e os atletas do Arsenal, que teriam reclamado das decisões do treinador e da maneira como o time atua em campo, não atingindo os resultados esperados. Com a derrota para o Brighton neste domingo pelo Campeonato Inglês e a possibilidade de não disputar nenhuma competição europeia na próxima temporada, a saída se torna iminente.

Gazeta Esportiva

TAGS