Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Iniesta exalta Messi e não quer rival espanhol na próxima fase

O Barcelona bateu o Chelsea nesta quarta-feira por 3 a 0 e se classificou às quartas de final da Liga dos Campeões. Messi brilhou na partida com dois gols e uma assistência. O meia Iniesta, que se recuperou e esteve em campo rasgou elogios ao argentino: ?É um jogador que marca a diferença em cada [?]
19:15 | Mar. 14, 2018 Autor - Tipo Notícia

O Barcelona bateu o Chelsea nesta quarta-feira por 3 a 0 e se classificou às quartas de final da Liga dos Campeões. Messi brilhou na partida com dois gols e uma assistência. O meia Iniesta, que se recuperou e esteve em campo rasgou elogios ao argentino: ?É um jogador que marca a diferença em cada partida. Para nós é uma benção. Espero que alcancemos o nosso objetivo de ganhar a Champions?, afirmou o jogador.

No segundo tempo, André Gomes ganhou oportunidade do técnico Ernesto Valverde e entrou no segundo tempo. Durante a semana, o português se manifestou publicamente e disse que se sentia envergonhado por sair de casa, devido a má fase que o assola, desde que chegou ao clube catalão. O espanhol comentou a situação do colega e sobre o bom jogo de Dembelé: ?A chave é que vamos todos a mesma direção. Temos apenas dois meses para irmos e lutarmos por todos os títulos?, frisou.

Questionado sobre um rival do qual não gostaria de enfrentar, Iniesta garantiu que não quer confrontos caseiros: ?Os espanhóis, porque os conhecemos demais?, finalizou.

Além do Barça, mais sete times estão classificados para a próxima fase: Real Madrid, Liverpool, Juventus, Manchester City, Sevilla, Roma e Bayern de Munique. Nesta sexta, o sorteio em Nyon, na Suíça definirá os confrontos das quartas-de-final. Ao contrário das outras fases, times do mesmo país podem se cruzar a partir de agora.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ceará confirma primeiros casos da variante Delta

AEROPORTO
2021-07-29 22:45:29 Autor Ana Rute Ramires Tipo Notícia

O Ceará confirmou os primeiros casos da variante Delta nessa quinta-feira, 29. Confirmações são de quatro passageiros que chegaram ao Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza. São três mulheres e um homem, com idades entre 22 e 26 anos, moradores de Fortaleza (dois), Caucaia e Itapipoca. Todos vieram do Rio de Janeiro, em três voos diferentes, entre os dias 19 e 21 de julho.

No momento em que tiveram diagnóstico positivo pelo teste rápido, ainda no aeroporto, os quatro foram orientados a cumprirem isolamento. Eles estão sendo monitorados Vigilância Epidemiológica do Estado e pelas respectivas secretarias municipais de Saúde.

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) buscam os passageiros e tripulantes das três aeronaves dos seguintes voos: voo GOL 2021 de 19/07; voo LATAM 3383 de 20/07; voo AZUL 4763 de 21/07.

Todos os passageiros e tripulantes que estiveram em um desses voos são convocados a entrar imediatamente em contato com o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs/CE) pelo telefone (85) 98724 0455 (das 9 às 17 horas) ou comparecer para realização do exame RT-PCR no Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará (Lacen), que está de posse da listas dos viajantes.

Todos que estiveram nos voos em que estavam os passageiros devem ficar em quarentena de 14 dias contados a partir da data de desembarque. Além de ficar em quarentena, os quatro diagnosticados farão novos exames para medir carga viral, potencial de transmissão e estudo de anticorpos.

Os testes foram feitos pela Rede Genômica da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Ceará em parceria com o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) e o Lacen.

A Sesa também anunciou a ampliação das coletas por amostragem no Centro de Testagem para Viajantes do Aeroporto de Fortaleza de 5% para 20% dos passageiros de voos oriundos dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul. Além disso, as barreiras sanitárias serão ampliadas para rodoviárias de Fortaleza e do Interior.

Outras mutações da cepa do coronavírus foram identificadas nas 17 amostras coletadas no Aeroporto de Fortaleza e analisadas pela Fiocruz, como a Gama, também identificada como P1, encontrada inicialmente em Manaus.

Em junho, 224 amostras de casos suspeitos de Covid-19 no Estado foram encaminhadas à Fiocruz para sequenciamento genômico. Destas, 148 foram confirmadas como P1 (66,1%); outras 76 amostras (33,9%) são variantes de outras linhagens.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Dez municípios estão em nível de alerta "novo normal" para Covid-19; entenda o cenário

PANDEMIA
2021-07-29 22:45:28 Autor Mirla Nobre Tipo Notícia

Diante da queda dos indicadores da Covid-19 e o começo do controle da doença no Ceará, 10 municípios atingiram o nível de alerta “novo normal” para o novo coronavírus, o mais baixo da pandemia. As cidades que se encontram nesse cenário são: Salitre, Ereré, Monsenhor Tabosa, Ararendá, General Sampaio, São Luís do Curu, Amontada, Meruoca, Coreaú e Barroquinha. As informações são da plataforma IntegraSuS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), consolidadas às 16h10min desta quinta-feira, 29, e correspondem às semanas epidemiológicas (SE) 28 e 29, entre 11 a 24 de julho.

Entre os fatores para a menor classificação do nível de alerta para a doença, os municípios apresentam ocupação de leitos de UTI menor que 70%, taxa de letalidade menor que 1 e percentual de positividade dos testes RT-PCR menor que 25%. No município de Amontada, por exemplo, localizado a 174 quilômetros de Fortaleza, o percentual de leitos ocupados corresponde a 48%. Nas últimas duas semanas epidemiológicas, dos 10 municípios no “novo normal”, seis registraram taxa de positividade de exames em 0%. Acima desse valor, ficaram apenas Barroquinha, Coreaú, São Luís do Curu e Amontada, com taxa de 15,4%, 15,8%, 19,9% e 20,6%, respectivamente, de exames positivos para a doença.

LEIA MAIS | Covid: Variante Delta é identificada em viajantes que chegaram a Fortaleza

De acordo com a epidemiologista e professora do Departamento de Saúde Comunitária da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará (UFC), Lígia Kerr, o nível apresentado significa que há uma circulação baixa do vírus nas regiões, mas que a expressão “novo normal” requer atenção com o possível relaxamento dos cuidados contra a doença. “O 'novo normal' não significa que agora vamos eliminar a máscara ou iniciar aglomeração. Não podemos entender a situação dessa forma, caso contrário, a chance que os indicadores possam crescer novamente é muito alta”, destaca.

Sobre os fatores que classificam esse nível, a especialista comenta que há uma crítica sobre os determinados percentuais. “A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera que o ideal seria que a taxa de testagem fosse abaixo de 5%. Esses níveis que estão sendo classificados como padrão deveriam ser mais baixos, baseados em padrões da OMS. Além disso, muitos gestores têm usado as taxas de UTI como indicador ou parâmetros para, por exemplo, reabertura da economia. No entanto, alguns desses parâmetros estão bem altos”, aponta Lígia.

A classificação dos 10 municípios cearenses no nível mais baixo de alerta para a Covid-19 pode ser considerado o começo de um cenário positivo da doença no Estado. Para que eles possam continuar a longo prazo nessa classificação, a epidemiologista orienta que é necessário manter os cuidados contra a doença e evitar algumas medidas. “Evitar abertura de eventos com aglomeração de pessoas e manter o uso de máscaras são essenciais. Outras medidas são de implementar a testagem dos suspeitos e rastrear os possíveis contatos para impedir a disseminação da doença”, ressalta a especialista.

LEIA TAMBÉM | Ceará tem 22% da população adulta imunizada contra a Covid-19

Níveis de alerta

Ao todo, quatro níveis são apresentados para indicar a situação de cada região na pandemia da Covid-19: nível baixo ou novo normal, nível moderado, nível alto e nível altíssimo. Para classificar os municípios em cada nível, a Sesa analisa o índice de ocupação de leitos, as taxas de letalidade da doença e o percentual de positividade dos exames de diagnóstico.

No nível altíssimo, é considerado a taxa de ocupação dos leitos maior que 95%; taxa de letalidade maior que 3%; e percentual de positividade de testes para diagnóstico de Covid-19 maior que 75%; No nível alto, é taxa de ocupação dos leitos entre 80,1% e 95%; taxa de letalidade entre 2% e 3%; e percentual de positividade de testes para diagnóstico de Covid-19 entre 50% e 75%. Já no moderado, a taxa de ocupação dos leitos fica entre 70% e 80%; taxa de letalidade entre 1% e 2%; e percentual de positividade de testes para diagnóstico de Covid-19 entre 25% e 49,9%.

No Ceará, além dos municípios que atingiram o nível mais baixo de alerta para o novo coronavírus, ainda há cidades que possuem percentuais preocupantes. O Estado possui 77 cidades com o nível "altíssimo" da doença, 58 em nível “alto” e 40 em nível “moderado”. Em Fortaleza, o índice se encontra no nível alto da doença, a Capital possui taxa de ocupação de leitos de UTI em 48% e taxa de positividade em 9,2%. O índice mais preocupante está na taxa de letalidade da doença, no qual a cidade possui 2,7%, referente às duas últimas semanas epidemiológicas.

Veja quais municípios estão em cada nível de alerta para a Covid-19:

Nível Altíssimo

Abaiara
Aiuaba
Altaneira
Alto Santo
Aracati
Aratuba
Assare
Baixio
Banabuiú
Barbalha
Barreira
Barro
Baturité
Beberibe
Boa Viagem
Canindé
Capistrano
Caririacu
Carnaubal
Catarina
Catunda
Caucaia
Cedro
Choró
Chorozinho
Crato
Deputado Irapuan Pinheiro
Forquilha
Fortim
Granjeiro
Groaíras
Guaiúba
Guaramiranga
Horizonte
Ibicuitinga
Ipaporanga
Iracema
Itaicaba
Itaitinga
Itapipoca
Itapiúna
Itatira
Jardim
Jati
Jucás
Madalena
Maranguape
Mauriti
Milagres
Milha
Missão Velha
Morada Nova
Mulungu
Nova Olinda
Nova Russas
Ocara
Orós
Pacajus
Pacujá
Paracuru
Parambu
Pedra Branca
Pereiro
Piquet Carneiro
Porteiras
Potiretama
Quixeramobim
Quixeré
Russas
Saboeiro
Sobral
Trairi
Umari
Uruburetama
Uruoca
Vicosa Do Ceara

Nível Alto

Acopiara
Antonina Do Norte
Aracoiaba
Araripe
Bela Cruz
Campos Sales
Cariré
Cariús
Cascavel
Croata
Cruz
Farias Brito
Fortaleza
Graça
Hidrolândia
Ibiapina
Icapuí
Ico
Iguatu
Independência
Ipaumirim
Ipu
Ipueiras
Itapajé
Jaguaribara
Jaguaribe
Jijoca De Jericoacoara
Juazeiro Do Norte
Lavras Da Mangabeira
Limoeiro Do Norte
Martinópole
Miraíma
Mombaca
Morrinhos
Novo Oriente
Paraipaba
Penaforte
Pentecoste
Pindoretama
Pires Ferreira
Potengi
Quixelô
Reriutaba
Santana Do Acaraú
Santana Do Cariri
Santa Quitéria
São Benedito
São João Do Jaguaribe
Senador Pompeu
Senador Sá
Solonópole
Tarrafas
Tauá
Tejucuoca
Tianguá
Ubajara
Umirim
Várzea Alegre

Nível Moderado

Acarape
Acaraú
Alcântaras
Apuiarés
Aquiraz
Arneiroz
Aurora
Brejo Santo
Camocim
Caridade
Chaval
Crateús
Eusébio
Frecheirinha
Granja
Guaraciaba Do Norte
Ibaretama
Iraucuba
Itarema
Jaguaretama
Jaguaruana
Maracanaú
Marco
Massapê
Moraújo
Mucambo
Pacatuba
Pacoti
Palhano
Palmácia
Paramoti
Poranga
Quiterianópolis
Quixadá
Redencao
São Gonçalo Do Amarante
Tabuleiro Do Norte
Tamboril
Tururu
Varjota

Nível Baixo “Novo Normal”

Amontada
Ararendá
Barroquinha
Coreaú
Ereré
General Sampaio
Meruoca
Monsenhor Tabosa
Salitre
São Luís do Curu

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Grendene melhora e distribui dividendos

2021-07-29 22:40:57 Autor Tipo Opinião

A Grendene - com fábricas no Ceará em Sobral, Fortaleza e Crato - declarou no primeiro semestre receita bruta de R$ 1,1 bilhão. Isto é um aumento de 6,9% ante o janeiro a junho de 2019. Em volume de pares embarcados, 58,9 milhões, avanço de 0,4%. O lucro líquido recorrente foi de R$ 171,2 milhões, num crescimento de 22,7%; e a receita líquida chegou a R$ 881,3 milhões, avanço de 7,1%.

Sim, usualmente as comparações são feitas com o ano anterior, mas 2020 foi um ano descalço o setor. Houve paralisação quase total das atividades devido a pandemia, no segundo trimestre do ano. Daí, a Grendene optou por comparar com o período idêntico em 2019 mesmo.

No mercado brasileiro, as vendas brutas registraram R$ 333,8 milhões, e o volume de pares embarcados foi de 18,4 milhões, um recuo de respectivos 16,4% e 25,5%, em relação ao segundo trimestre de 2019. Já no mercado internacional, as vendas da companhia aumentaram 6,4% em receita, enquanto o volume de pares embarcados recuou 5,4% no segundo trimestre de 2021, em comparação com o trimestre correspondente de 2019.

O mercado internacional é a principal aposta de crescimento da empresa para os próximos anos. A Grendene é uma das maiores produtoras de calçados do mundo, mas tem pé pequeno: menos de 1% no mercado global. A empresa encerrou o período com caixa de R$ 2 bilhões.

Em tempo: o Conselho de Administração aprovou ontem a segunda distribuição antecipada de dividendos referentes ao saldo disponível até 30 de junho passado. Ao todo, R$ 33,7 milhões. Os acionistas titulares de ações ordinárias, têm como valor R$0,037357917 por ação. Começa a pagar e 18 de agosto.

AÉREA

Itapemirim vai estrear em Fortaleza

A Itapemirim Transportes Aéreos estreia em Fortaleza no domingo. Terá voos regulares do Aeroporto Pinto Martins (Fortaleza Airport) para São Paulo-Guarulhos, com escala em Natal (RN). Vai usar Airbus A320, com capacidade para transportar até 162 passageiros. São 18 assentos a menos em relação à configuração máxima do modelo. A companhia voa desde o último dia 1º, nos aeroportos de São Paulo-Guarulhos (SP), Brasília (DF), Belo Horizonte-Confins (MG), Rio de Janeiro-Galeão (RJ), Porto Alegre (RS), Porto Seguro (BA), Salvador (BA) e Curitiba (PR). A partir de domingo, além de Fortaleza, passará a voar para Florianópolis (SC), Maceió (AL), Natal (RN) e Recife (PE).

Luiza Helena Trajano defende o fortalecimento das organizações da sociedade civil.(Foto: Reprodução/Instagram)
Foto: Reprodução/Instagram Luiza Helena Trajano defende o fortalecimento das organizações da sociedade civil.

VIRTUAL

Mulheres artesãs do Brasil

O Grupo Mulheres do Brasil promove de segunda a sexta-feira o "I Seminário Terrartesã - As mãos que tecem o Ceará". Apresentado pelo Governo do Estado de modo virtual, vai reunir artesãos, pesquisadores, empreendedores e o poder público. Mira na valorização e promoção do artesanato tradicional cearense. em quatro eixos: capacitação do artesão em novas tecnologias; oportunidades de negócios no artesanato; inovação e tradição: artesanato, design e moda; e políticas públicas para o fortalecimento do setor.Terá nomes como Luiza Helena Trajano (presidente do Grupo Mulheres do Brasil); Socorro França, secretária de Proteção Social; Patrícia Liebman, gerente da Ceart; Angelice Custódio, presidente da Federação das Cooperativas de Artesãos, dentre outras.

PESQUISA NO CEARÁ

O que eles irão ganhar

Pesquisa realizada pela TIM em sua plataforma de enquetes TIM Ads exibe: 56% dos filhos têm intenção de presentear seus pais. Outros 11% maridos ou namorados e 7% os avós. No entanto, apenas lembrancinha, com valor até R$ 100, segundo 44% dos ouvidos. Vestuário e perfume figuram no topo da lista dos itens a serem comprados, com 27% e 16%, de odo respectivo. Na sequência, aparecem acessórios (12%), calçados (11%) e celular (8%). O levantamento foi feito com mais de 2.000 mil clientes pré-pagos do Ceará.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

As provas e a responsabilidade do presidente

POLÍTICA
2021-07-29 22:40:38 Autor Érico Firmo Tipo Opinião

No dia 9 de março de 2020, o senhor presidente da República disse: "Pelas provas que tenho em minhas mãos, que vou mostrar brevemente, eu fui eleito no primeiro turno mas, no meu entender, teve fraude." Ninguém tinha perguntado, mas ele assumiu o compromisso. Em 7 de maio, na saída do Alvorada, uma senhora, talvez uma apoiadora ansiosa, indagou: "Quando o senhor vai apresentar as provas da fraude eleitoral?" Jair Bolsonaro ficou incomodado: "Calma, calma. A senhora é jornalista?"

Ora, se ele tem prova de fraude e não mostra, é conivente. O deputado cearense Célio Studart (PV-CE) levou o caso à Justiça pedindo que ele apresentasse as provas — o que Bolsonaro disse que faria voluntariamente. A Advocacia Geral da União (AGU) se recusou a apresentar tais provas e disse que democracia tem de conviver mesmo com essas coisas. "Ora, claudicante seria a democracia incapaz de lidar com questionamentos sobre suas instituições."

No começo deste mês, sob cobrança do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que apresente provas, Bolsonaro reagiu ao seu estilo: "Eu não tenho obrigação de apresentar provas para ninguém (...) Aí tem que apresentar provas? Apresento se eu quiser." Ora, mas ele quem disse que ia apresentar.

No começo da semana, ele disse que apresentaria provas nessa quinta. O que se viu? Um constrangimento. Reconheceu que não tem provas. Reuniu um monte de teorias, sejamos gentis, frágeis, elaboradas por conspiracionistas.

Bolsonaro tem direito de questionar, sim. Pode pedir investigação, que deve ir adiante se tiver o mínimo de indício. Tem direito de propor mudança no sistema de votação, mesmo que não tenha fraude provada. Se o Congresso Nacional aprovar, muda o sistema.

O que Bolsonaro não pode é colocar em xeque o processo democrático do País que ele preside, tendo por base elementos tão frágeis quanto os que mostrou até agora. Quando ele fala que a eleição de presidente da República foi fraudada, isso é seríssimo. Para que alguém na posição dele faça semelhante afirmação, precisa de bases muito, muito sólidas. Para levantar tal suspeita publicamente, entendo eu, a responsabilidade da função exige que esteja bem fundamentado. Se o fundamento existe, ele não mostrou. E ele mais que levantou suspeita. Em algumas ocasiões, afirmou ter prova. Agora, admite não ter.

Ameaças

Em maio, Bolsonaro disse: "Se o Parlamento brasileiro, por maioria qualificada, em três quintos na Câmara e no Senado, aprovar e promulgar, vai ter voto impresso em 2022 e ponto final. Não vou nem falar mais nada. Vai ter voto impresso, porque se não tiver voto impresso, sinal de que não vai ter a eleição. Acho que o recado está dado."

Se o Legislativo aprovar, precisará mesmo ter voto impresso. Se será já no ano que vem, depende de haver tempo para isso ou não. O TSE já sinalizou que para o ano que vem não daria tempo. Precisa de licitação para mais de meio milhão de urnas. Hoje, não tem nem orçamento previsto.

Mais recentemente, o presidente já deu o braço a torcer que a impressão dificilmente passa no Congresso. Se não passar, ou se não der tempo, a eleição ocorre como vem sendo há 25 anos, por que não?

Bolsonaro pode questionar, pedir investigação, propor mudança. Mas, ele não pode levantar suspeita tão grave sem estar bem fundamentado. Não pode dizer ter prova de algo tão sério e depois afirmar que não tem. E, definitivamente, não pode insinuar que não haverá eleição.

Ouça o podcast Jogo Político:

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Dr.Cabeto confirma mais um hospital universitário

2021-07-29 22:40:21 Autor Eliomar de Lima Tipo Opinião

Quixeramobim vai mesmo ganhar um Distrito de Inovação em Saúde. O projeto foi apresentado pelo secretário da Saúde do Estado, Dr. Cabeto, durante visita ao município, juntamente com o arquiteto Fausto Nilo e o reitor da Uece, Hildebrando dos Santos. Com isso, segundo Cabeto, o município terá condições de implantar faculdades de Medicina e Enfermagem, a partir de 2022, com o Hospital Regional se transformando em um novo hospital universitário do Estado. Simultaneamente, a unidade terá a ampliação dos seus serviços com a instalação dos setores de oncologia e cardiologia, ainda neste ano, tendo condições de realizar, inclusive, exames de cateterismo. Boa medida da Secretaria Estadual da Saúde, que avança na modernização da saúde no interior, reduzindo a pressão no sistema público da Capital.

Covid e eleição

Governador Camilo Santana mantém como prioridade o enfrentamento à Covid-19, mas reforçou inaugurações virtuais e liberação de projetos. Na lista, além de ações na área da Segurança Pública, entrarão as Areninhas.

Deu prego

Moradores do entorno da Oficina Xtreme, no bairro Papicu, denunciam barulho e trabalho fora de hora por parte dessa empresa. A Agefis, inclusive, já recebeu a denúncia, mas nada, até agora, saiu do papel.

Pow!!

Sabe por que as facções criminosas se rebelaram contra a vereadora Larissa Gaspar (PT), autora da lei que proíbe fogos barulhentos? Porque a bandidagem usa esses artifícios para avisar à clientela quando a droga chega para venda.

Planta com raiz

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), no Ceará, tem novo superintendente. Assumiu o engenheiro agrônomo Eduardo Henrique. A indicação dele traz o DNA do então deputado federal e hoje vice-prefeito de Caucaia, Deuzinho Filho (Republicanos).

Questão de Cultura

Sobre carta dos artistas cobrando política cultural da Secultfor, o titular, Elpídio Nogueira informa que responderá as questões levantadas no documento, por meio de ofício, até o próximo dia 6, respeitando o fluxo processual do órgão.

Questão de Cultura 2

Elpídio deixa claro que tem empreendido esforços, diante do cenário de pandemia, para atender demandas da classe artística e da população. As políticas públicas de Cultura de Fortaleza estão sendo executadas, mesmo com dificuldades comuns de outros segmentos."

Refresco

Com a presença do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, será assinada hoje, às 18 horas, na sede da Fiec, a portaria que regulamenta a renegociação das dívidas do Finor e Finam. Sob olhares do presidente da federação, Ricardo Cavalcante.

Unilateral

Causando mal estar na UFC a decisão do reitor Cândido Albuquerque de pedir desligamento da Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições de Ensino Superior (Andifes). Foi considerada unilateral, sem consulta à comunidade.

Energia & Pepitone

O diretor-geral da Aneel, André Pepitone, é um dos convidados do XIII Energia em Pauta, uma promoção da Fiec e Sindienergia, que discutirá perspectivas do setor energético do Estado. O encontro, semipresencial, ocorrerá na Fiec, às 9 horas desta sexta-feira.

Por Eusélio

Já está no ar o primeiro vídeo que marca os 50 anos de fundação da Casa Amarela Eusélio Oliveira, da UFC. É o projeto Anima 50, em homenagem também ao seu fundador, o cineasta, advogado e poeta de vanguarda Eusélio Oliveira. No Instagram da Casa.

Sobe

Pedido de Rayssa Leal para que não haja aglomeração na sua chegada ao Brasil. Belo exemplo a muitos adultos negacionistas.

Desce

Aumento dos casos de Covid-19 em Tóquio, uma informação que ganhou espaço menor em meio aos resultados dos Jogos.

Horizontais

Leitores reclamando do site da Agefis. Se perder a senha, não tem como recuperar. /// A postagem pelo Dia do Agricultor, feita quarta pela Secretaria de Comunicação da Presidência, mostrou, cada vez mais, o viés belicista de um governo que vive falando em Deus. /// A gestora do Mercado dos Peixes virou alvo de reclamações por parte dos permissionários. /// Até junho, a Grendene doou mais de 7 milhões de kits de proteção desde o início da pandemia. /// Só lembrando: "Rebeca Andrade, pra nós você vale ouro!"

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags