PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Garotos da base recuperam espaço com Aguirre e Jardine no São Paulo

A promoção de André Jardine à comissão do time profissional do São Paulo tem dado mais espaço aos jogadores oriundos das categorias de base. Auxiliado pelo ex-treinador da equipe sub-20, o técnico Diego Aguirre vem observando atentamente as jovens promessas do Tricolor. Desde que foi anunciado para substituir Dorival Júnior, o comandante uruguaio vem acatando [?]

10:15 | 22/03/2018

A promoção de André Jardine à comissão do time profissional do São Paulo tem dado mais espaço aos jogadores oriundos das categorias de base. Auxiliado pelo ex-treinador da equipe sub-20, o técnico Diego Aguirre vem observando atentamente as jovens promessas do Tricolor.

Desde que foi anunciado para substituir Dorival Júnior, o comandante uruguaio vem acatando sugestões de seu auxiliar brasileiro. Na vitória sobre o São Caetano, inclusive, foi ideia de Jardine colocar Lucas Fernandes no lugar de Valdívia após o intervalo.

Antes, porém, os dois já vinha trabalhando em conjunto e dando chances aos garotos do elenco tricolor, algo que vinha se perdendo na reta final da passagem de Dorival.

Nos dois jogos em que André Jardine comandou a equipe interinamente, contra Red Bull Brasil e CRB-AL, ao menos quatro atletas das últimas safras de Cotia entraram em campo, sem contar Éder Militão, que é titular absoluto desde o ano passado.

Além de Liziero, que pôde estrear como profissional, nomes como Caíque, Lucas Fernandes, Júnior Tavares e Pedro Augusto voltaram a ser utilizados com mais frequência.

Em seguida, contudo, na derrota para o São Caetano, que marcou a estreia de Aguirre, os chamados ?medalhões? tiveram a preferência. Com eles, o time ficou mais lento e foi presa fácil para a marcação do Azulão.

Diante da necessidade de dar mais velocidade à equipe, Aguirre lançou mão de Liziero, Caíque e Lucas Fernandes durante o duelo da volta e foi recompensado com a classificação às semifinais do Campeonato Paulista.

Com o calendário apertado em função da Copa do Mundo, e as lesões recorrentes ocasionadas pelo desgaste físico dos atletas, a tendência é que as jovens promessas continuem recebendo oportunidades da comissão técnica neste ano.

É o que deve acontecer agora com Lucas Fernandes, provável substituto do lesionado Valdívia. E o que acena fazer Diego Aguirre, que observou o time sub-20 do São Paulo durante o treino com os reservas na última quarta-feira, no CT da Barra Funda.

?Falo muito com os jogadores sobre oportunidade. Às vezes, você trabalha muito, não tem oportunidade, e precisa aproveitar quando tem. Foi espetacular colocar em campo Liziero, Lucas, Caíque. Seguramente continuarão tendo oportunidades se jogarem assim?, afirmou o treinador, satisfeito com a atuação na vitória sobre o São Caetano, na última terça-feira, no Morumbi.

Gazeta Esportiva

TAGS