PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

França encara anfitriã Rússia em amistoso em São Petersburgo

Depois de sofrer uma derrota amarga no amistoso da última sexta-feira, contra a Colômbia, que virou o jogo após sair perdendo por 2 a 0, a França agora volta suas atenções para o duelo desta terça, contra a anfitriã da Copa do Mundo 2018 Rússia, em São Petersburgo. Para o técnico Didier Deschamps, no entanto, [?]

20:15 | 26/03/2018

Depois de sofrer uma derrota amarga no amistoso da última sexta-feira, contra a Colômbia, que virou o jogo após sair perdendo por 2 a 0, a França agora volta suas atenções para o duelo desta terça, contra a anfitriã da Copa do Mundo 2018 Rússia, em São Petersburgo. Para o técnico Didier Deschamps, no entanto, o revés diante dos colombianos não altera em nada a maneira como sua seleção se portará diante dos russos, afirmando que as circunstâncias não fazem este jogo o mais importante.

?Todos os jogos da seleção francesa são importantes. Este é o último antes do período de competição. E sim, em comparação com sexta-feira, é melhor fazer coisas diferentes amanhã. A importância está aí. É o nível mais alto, todos estão se preparando da melhor maneira possível?, afirmou o comandante, que pretende dar tempo de jogo para o máximo de jogadores que conseguir.

A escalação inicial da França deve contar com algumas novidades, principalmente do meio para frente. O meio de campo deve ser composto pelo trio Kanté, Pogba e Rabiot, diferentemente do jogo de sexta passada, quando, ao lado do volante do Chelsea, Matuidi e Lemar iniciaram entre os 11 titulares. Dembelé e Martial também ganharão oportunidades no trio de ataque, ao lado de Mbappé, que será centralizado. Com isso, Giroud e Griezmann começarão a partida no banco de reservas.

O fato de estarem no país sede do Mundial que tem início no mês de junho anima o zagueiro Laurent Koscielny, do Arsenal, que também deve ganhar a titularidade, substituindo Varane, e que falou sobre suas primeiras impressões em território russo. ?Estar no país anfitrião é importante para nós, para sentir a atmosfera daqui?, disse ele. ?As pessoas são acolhedoras, já pudemos sentir a cidade. O país já está preparado e quer fazer uma bela Copa do Mundo aos olhos do mundo?, apontou.

A Rússia, por sua vez, terá de melhorar suas atuações caso não queira passar por um vexame no Mundial, diante de todo o país. A seleção perdeu do Brasil por 3 a 0 na sexta-feira e agora se vê de frente a um desafio tão grande quanto. Além de não vencerem há quatro jogos, sendo dois empates (Irã e Espanha) e duas derrotas (Argentina e Brasil), os russos não vencem uma partida contra a seleção francesa desde 1999.

O pontapé inicial para Rússia e França está programado para ocorrer às 12h50 minutos (no horário de Brasília) desta terça-feira.

 

 

Gazeta Esportiva

TAGS