Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Diego Souza reencontra Palmeiras em nova função e precisando se afirmar

Diego Souza participou de 12 dos 13 jogos do São Paulo na atual temporada, porém, não conseguiu corresponder à grande expectativa de boa parte da torcida, dirigentes e comissão técnica. Iniciando 2018 como centroavante titular da equipe de Dorival Jr por conta da saída de Lucas Pratto e, inclusive, vestindo a camisa 9, o homem [?]
09:15 | Mar. 08, 2018
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Diego Souza participou de 12 dos 13 jogos do São Paulo na atual temporada, porém, não conseguiu corresponder à grande expectativa de boa parte da torcida, dirigentes e comissão técnica. Iniciando 2018 como centroavante titular da equipe de Dorival Jr por conta da saída de Lucas Pratto e, inclusive, vestindo a camisa 9, o homem de área improvisado acabou indo para o banco de reservas recentemente e vive uma situação no Tricolor completamente oposta à de seus tempos de Palmeiras, clube pelo qual jogou entre 2008 e 2010.

Por conta de seu bom futebol no Sport no ano passado, o jogador ganhou certo destaque e chegou a gerar interesse do Palmeiras. A proposta, contudo, não foi suficiente para a equipe pernambucana permitir que seu principal jogador acertasse seu retorno ao Verdão, rival do São Paulo nesta quinta-feira.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Agora, a prioridade de Diego Souza é voltar a ser unanimidade em seu time. Entre 2008 e 2010, o jogador, que na época ainda atuava como meia, brilhou com a camisa alviverde e ficou marcado na memória dos palmeirenses por conta de seu gol do meio-campo contra o Atlético-MG, no Palestra Itália, pelo Brasileirão de 2009. Além de chegar a vestir a camisa canarinho nos tempos de Verdão, como jogador do Sport ele também chegou à Seleção Brasileira, um de seus principais objetivos nos dias de hoje, embora corra por fora na briga por uma vaga entre os 23 convocados para o Mundial da Rússia.

É certo que o momento do São Paulo não colabora em nada com as aspirações do jogador. Com pouco tempo para convencer Tite que merece um lugar na Copa do Mundo, Diego Souza torce para o Tricolor continuar reagindo após um início turbulento e, particularmente, se mostrar tão decisivo quanto foi no Sport e também no Palmeiras.

?As pessoas estão falando demais, colocando coisas dentro do nosso dia a dia. Aqui tem muitos homens trabalhadores. Vamos ganhar força. Torçam para que não dê certo. Se der certo, vão despertar um gigante?, afirmou Diego Souza às vésperas do Choque-Rei.

E nada melhor que reverter o quadro atual e deixar as críticas para trás contra o Palmeiras, sua ex-equipe, nesta quinta-feira. Enfrentando o Verdão no novo Palestra Itália, onde o São Paulo jamais venceu ? são cinco jogos e cinco vitórias dos donos da casa -, Diego Souza espera ter um aproveitamento contra o rival tão bom quanto teve contra o Tricolor quando era jogador do Verdão. Nos dois anos e meio que vestiu a camisa alviverde, o jogador enfrentou o clube do Morumbi oito vezes, somando três vitórias, três empates e duas derrotas.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags