PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Benfica bate Feirense fora e joga pressão no rival Porto

Neste sábado, pela rodada de número 27 do Campeonato Português, o Benfica visitou o Feirense no Estádio Marcolino de Castro e levou a melhor, vencendo a partida por 2 a 0. Jiménez e Rafa fizeram os gols que mantêm o time de Lisboa na briga pela liderança. As Águias aguardam o confronto entre Porto e [?]

17:45 | 17/03/2018

Neste sábado, pela rodada de número 27 do Campeonato Português, o Benfica visitou o Feirense no Estádio Marcolino de Castro e levou a melhor, vencendo a partida por 2 a 0. Jiménez e Rafa fizeram os gols que mantêm o time de Lisboa na briga pela liderança.

As Águias aguardam o confronto entre Porto e Boavista, também neste sábado, para confirmarem se assumem a ponta da tabela ou continuam na vice-liderança, na infindável perseguição aos rivais. Para o Feirense, por outro lado, o resultado é péssimo, já que, na 16ª posição com 23 pontos, pode terminar a rodada dentro da zona do rebaixamento, em caso de um triunfo do Moreirense sobre o Belenenses.

O Jogo ? O Benfica teve amplo domínio das ações da partida. Com uma superioridade brutal de posse de bola, sufocou o time do Feirense desde o apito inicial. No primeiro tempo, no entanto, não conseguiu abrir o placar. Aos 34 minutos, a bola ficou na trave. Rafa fez boa jogada, se livrou de dois marcadores e bateu rasteiro, acertando o pé da trave do goleiro Caio.

A vida do time da casa, que já não estava fácil, ficou ainda mais complicada para o segundo tempo. Mesmo conseguindo se segurar em seu campo de defesa, as esperanças diminuíram a cinco minutos do intervalo, quando Tiago Silva fez falta infantil em Rafa, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso pelo árbitro.

Com superioridade numérica no gramado, o Benfica partiu de vez em busca do gol. Aos 14 minutos, Rui Vitória resolveu colocar Jiménez em campo, no lugar de Grimaldo, e foi muito feliz na substituição. Aos 15 minutos, em sua primeira participação, o mexicano recebeu cruzamento rasteiro de Rafa, após contra-ataque pela direita, e completou para as redes.

Aos 30, em novo contra-ataque, Rafa se deparou com o campo de ataque inteiro aberto para correr. Arrancando até o gol adversário, manteve a calma e a frieza para driblar o goleiro Caio e mandar para o fundo da rede.

Se a vitória do time de Lisboa já estava muito bem encaminhada com a vantagem de dois gols no marcador, ficou ainda mais quando também ficou com dois jogadores a mais em campo. Aos 40 minutos, Briseño deu entrada dura em André Almeida e recebeu o vermelho direto, sendo o segundo do Feirense a ir para o chuveiro mais cedo.

Gazeta Esportiva

TAGS