PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Atlético Nacional goleia Delfín e segue na liderança do Grupo 2

O Atlético Nacional segue mais líder do que nunca do Grupo 2 da Copa Libertadores. Nesta quarta-feira o time alviverde recebeu o Delfín, do Equador, no estádio Atanasio Girardot, em Medellín, na Colômbia, e não decepcionou sua torcida, vencendo os rivais com autoridade por 4 a 0. Os gols da partida foram marcados por Dayro [?]

23:45 | 14/03/2018

O Atlético Nacional segue mais líder do que nunca do Grupo 2 da Copa Libertadores. Nesta quarta-feira o time alviverde recebeu o Delfín, do Equador, no estádio Atanasio Girardot, em Medellín, na Colômbia, e não decepcionou sua torcida, vencendo os rivais com autoridade por 4 a 0. Os gols da partida foram marcados por Dayro Moreno, Reinaldo Lenis (2) e Macnelly Torres.

Com o resultado, o Atlético Nacional foi a seis pontos e ocupa a ponta da tabela de maneira isolada. A equipe colombiana aparece logo à frente do Bolívar, que empatou com o Colo-Colo também nesta quarta-feira e soma apenas dois pontos na classificação.

O time alviverde volta a entrar em ação pela Libertadores no próximo dia 5 de abril, quando visita o Bolívar, no estádio Hernando Silves, em La Paz, na Bolívia. Já o Delfín terá de correr atrás o prejuízo contra o Colo-Colo, também no mesmo dia, no estádio Monumental, em Santiago, no Chile.

O jogo ? O Atlético Nacional não tomou conhecimento do Delfín e partiu para cima do adversário desde o primeiro minuto. Mantendo a maior posse de bola, os donos da casa tinham Valdimir Hernández, ex-Santos, como principal peça de articulação e ameaça no setor ofensivo e foi justamente com o baixinho que a equipe alviverde quase abriu o placar.

Aos 16 minutos, Vladimir Hernández decidiu experimentar e contou com o desvio da defesa rival antes de a bola sair a poucos centímetros do gol de Corozo. Depois, o ex-santista deu boa assistência para Dayro Moreno, que não conseguiu pegar bem na bola e desperdiçou outra boa oportunidade para o Atlético Nacional.

Os colombianos só começaram a ter mais sorte na segunda metade do primeiro tempo. Aos 29 minutos, Felipe Aguilar foi derrubado por Rodrigo Cabrera dentro da área, e o árbitro não hesitou em marcar pênalti. Na cobrança, Dayro Moreno bateu firme para estufar as redes no Atanasio Girardot e colocar o Atlético Nacional à frente no marcador.

No segundo tempo a vida do Atlético Nacional ficou ainda mais fácil. Por conta da expulsão de Luis Luna aos 38 minutos, quando recebeu o segundo cartão amarelo, os donos da casa aproveitaram a superioridade numérica para, logo no primeiro minuto da etapa complementar, ampliar o marcador com Reinaldo Lenis, que aproveitou a sobra de bola na direita para bater forte e estufar as redes.

Daí em diante foi um verdadeiro passeio dos colombianos. Aos oito minutos, Macnelly Torres recebeu dentro da área e bateu certeiro após corta-luz, no canto direito do goleiro rival, para fazer o terceiro e praticamente garantir o triunfo dos donos da casa.

Quatro minutos depois, aos 12, coube a Reinaldo Lenis fazer seu segundo gol, o quarto do Atlético Nacional, para transformar a vitória de sua equipe em goleada e garantir a festa da torcida alviverde no Atanasio Girardot, em Medellín.

Gazeta Esportiva

TAGS