PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Sem acordo de renovação com São Paulo, Cipriano é devolvido para base

Uma das prioridades de Raí desde que assumiu o comando de futebol do São Paulo eram as renovações de Éder Militão, que segue negociando, e Marquinhos Cipriano. Este último, porém, já avisou a diretoria que não quer estender seu vínculo com o clube do Morumbi e, como consequência, não fará mais parte do elenco profissional [?]

15:15 | 26/02/2018

Uma das prioridades de Raí desde que assumiu o comando de futebol do São Paulo eram as renovações de Éder Militão, que segue negociando, e Marquinhos Cipriano. Este último, porém, já avisou a diretoria que não quer estender seu vínculo com o clube do Morumbi e, como consequência, não fará mais parte do elenco profissional comandado por Dorival Júnior, sendo devolvido para as categorias de base.

A informação desta segunda-feira, confirmada pela Gazeta Esportiva, vai de encontro às dificuldades que a diretoria Tricolor vinha encontrando para firmar um novo vínculo com o atacante de 19 anos. Antes bem encaminhada, a renovação encontrou o primeiro e principal empecilho com a mudança de agente do jogador.

Enquanto era representado pelo Grupo Figer, do empresário uruguaio Juan Figer, as negociações caminhavam com certo otimismo após uma contraproposta feita pela empresa diante da investida do São Paulo, muito pelo bom relacionamento entre as partes. O cenário atual, entretanto, é de fim das negociações e mudança de representante do atleta, que passará a ser agenciado pelo pai.

Promovido por Dorival Júnior ao elenco profissional no início da temporada, Cipriano jogou apenas um jogo. A estreia foi justamente na primeira partida do Campeonato Paulista, quando o treinador escalou um time alternativo que acabou derrotado por 2 a 0 para o São Bento. No jogo seguinte, contra o Novorizontino, foi relacionado, mas não saiu do banco de reservas.

Com as negociações para a renovação de Cipriano praticamente encerradas, os olhares do São Paulo se voltam para outro atleta promovido de Cotia: Éder Militão. O polivalente jogador, atualmente lateral-direito titular do Tricolor, segue em negociações para a extensão do vínculo que se encerra dia 11 de janeiro de 2019.

Gazeta Esportiva

TAGS