PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Monaco apenas empata e pode ver PSG disparar mais

Pela 27ª rodada do Campeonato Francês, o Monaco foi até o Municipal de Toulouse neste sábado e apenas empatou por 3 a 3 com o time da casa. Os gols foram marcados por Marcos Lopes (2) e Jovetic, enquanto para o Toulouse, Sangaré, Delort e Yaya Sanogo fizeram. Melhor no início da partida, o Monaco [?]

16:15 | 24/02/2018

Pela 27ª rodada do Campeonato Francês, o Monaco foi até o Municipal de Toulouse neste sábado e apenas empatou por 3 a 3 com o time da casa. Os gols foram marcados por Marcos Lopes (2) e Jovetic, enquanto para o Toulouse, Sangaré, Delort e Yaya Sanogo fizeram.

Melhor no início da partida, o Monaco abriu o placar logo aos 8 minutos com Marcos Lopes, mas a equipe de Mickaël Debève cresceu e buscou o empate com Sangaré. Os donos da casa ainda tiveram duas chances de virar, mas Subasic segurou o resultado.

Na volta para o segundo tempo, o relógio nem marcava um minuto quando Marcos Lopes deixou mais um. Jovetic aumentou aos 27 minutos. No entanto, logo em seguida, pênalti para a equipe da casa, que converteu com Delort. A movimentação do jogo aumentou e, aos 42, Yaya Sanogo deixou tudo igual.

Com o resultado, este é o 12º jogo do Monaco sem derrota. Com 57 pontos, o time do Principado segue na caça ao líder PSG, que tem 68 e joga no domingo, às 17h (de Brasília) contra o terceiro colocado, Olympique, com 55. Já o Toulouse conseguiu um ponto importante, mas permanece na 16ª colocação.

O jogo

Como previsto, o jogo iniciou com pressão dos visitantes. Logo aos 8 minutos, o Monaco abriu o placar. Bom lançamento pela direita, drible de Baldé, que caiu na área, mas a bola sobrou para Marcos Lopes, que não perdoou e mandou para o fundo da rede. A resposta do Toulouse veio aos 10 minutos, com um chute a gol, mas sem grandes perigos para Subasic.

Aos 24, Issiaga Sylla criou boa jogada pela esquerda e correu quase metade do campo sem marcação. Cruzou rasteiro para Sangaré, que deu forte chute. A bola chegou a bater na perna do goleiro, mas não teve chance de defesa. 1 a 1. Com o empate, o Toulouse cresceu na partida e realizou uma sequência de lances perigosos. Aos 29, boa jogada de Sangaré na entrada da área, com belo passe para Mubele, espalmado por Subasic. Logo em seguida, mais um lance, mas desta vez pela esquerda, que parou na zaga. Neste momento do confronto, a posse de bola era quase de metade para cada um, o que demonstra o crescimento do time da casa.

No restante da primeira etapa, poucas chances para as equipes, mas mais pressão do Toulouse, que precisava de um resultado positivo. Aos 41, Keita Baldé foi substituído por Stevan Jovetic por conta de uma lesão, e o Toulouse continuou pressionando. Quase aos 45, bom contra-ataque, parado pela defesa do Monaco, sem falta.

Na volta para o segundo tempo, apenas uma troca: Rachid Ghezzal no lugar de Youri Tielemans, no Monaco. O cronômetro nem marcava um minuto e o time do Principado retomou a frente do placar, com chute na trave de Jovetic, a bola sobrou e mais uma vez Marcos Lopes fez. A equipe voltou ligada para a partida e foi atrás de um resultado mais folgado e convincente.

Mesmo assim, a divisão da posse de bola ficou metade-metade até cerca dos 20 minutos, sem grandes lances e chances para ambos os times. Assim, em busca de pelo menos um empate, Mickaël Debève fez duas substituições de uma vez: Delort e Alexis Blin nos lugares de Mubele e Issiaga Sylla. A mudança deu resultado logo no primeiro lance de Delort, que recebeu a bola e chutou colocado, para a defesa de Subasic, colocando para escanteio. Na cobrança, gol anulado de Issa Diop por falta.

Mesmo tentando, a qualidade do Monaco se sobressaiu. Aos 27 minutos, Jovetic recebeu de Rachid Ghezzal e chutou com força, sem chances para o goleiro Lafont. 3 a 1 para os visitantes. Logo em seguida, o árbitro marcou pênalti de Kamil Glik em cima de Yaya Sanogo, convertido por Delort, que acertou forte chute na parte superior do gol de Subasic. 3 a 2.

O gol deu ânimo ao Toulouse e, por isso, aos 42 minutos, em boa jogada originada pela direita, Delort deu assistência para Yaya Sanogo, que, cercado por três zagueiros, conseguiu virar e chutar para o gol. 3 a 3.

Gazeta Esportiva

TAGS