PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Dorival reclama de calendário e não põe prazo para São Paulo jogar bem

Com uma atuação de altos e baixos, o São Paulo venceu o Bragantino, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, no Morumbi. Após o apito final, parte da torcida vaiou o time tricolor, que se livrou do empate graças ao goleiro Sidão. Em entrevista coletiva, o técnico Dorival Júnior culpou o calendário pela oscilação [?]

00:30 | 08/02/2018

Com uma atuação de altos e baixos, o São Paulo venceu o Bragantino, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, no Morumbi. Após o apito final, parte da torcida vaiou o time tricolor, que se livrou do empate graças ao goleiro Sidão. Em entrevista coletiva, o técnico Dorival Júnior culpou o calendário pela oscilação de sua equipe neste começo de temporada.

?Desde o jogo do Mirassol, foram seis partidas seguidas em 21 dias. Senti que caiu de produção, não tem como contestar. Não teremos qualidade de jogo, como ninguém está tendo, vemos as dificuldades dos grandes. Não é específico do São Paulo, todos vivem isso, e antecipamos isso. Optamos pela quantidade e vemos um campeonato tecnicamente muito pobre em tudo, com todas as equipes?, avaliou Dorival.

O São Paulo abriu o placar logo aos três minutos do primeiro tempo, com gol de Nenê, de pênalti. Na etapa complementar, a equipe ofereceu três grandes chances ao Bragantino, que as desperdiçou. O treinador atribuiu a queda acentuada de ritmo do time ao aspecto físico.

?Trabalhamos para melhorar, mas, depois de 35 minutos da primeira etapa, caiu a marcação, dava sinais de que não estava totalmente encaixada em razão da sobrecarga absurda de jogos. Temos apenas a lamentar, porque queremos proporcionar grande espetáculo, mas não tem nem como exigir. É um fato a enfrentar. O resultado aconteceu, que é o mais importante, mas gostaríamos de dar impressão melhor?, argumentou.

Indagado sobre quanto tempo mais a equipe precisaria ter para atingir o seu auge físico e técnico, Dorival preferiu não estipular um prazo.

?Em calendário como o nosso, não tem como mensurar futebol de qualidade, recuperando para ter o mesmo nível. Não tem como fazer essa previsão. Muitas equipes com dificuldades, vi boa parte do Paulista e não vi nenhum grande jogo?, ressaltou, antes de analisar a atuação do trio formado por Nenê, Cueva e Diego Souza.

?Não tivemos tempo para fazer o que é adequado, Nenê acabou de chegar, Diego Souza trabalhou só sete dias, Cueva jogou menos. Em razão disso, Diego não produziu tudo que pode, mas nos agrada quando ele está inteiro. Quando estão em totais condições, estão dando resposta?, ponderou.

Com a vitória, o São Paulo chegou aos dez pontos e se isolou na liderança do Grupo B do Estadual. Com o Carnaval de folga, o próximo compromisso da equipe será o duelo com o Ituano, na próxima quinta-feira (15), no Estádio Novelli Júnior.

?Teremos agora uma semana, naturalmente que teremos recuperação melhor e, na sequência, uma série de partidas e, cada três dias, uma equipe em campo em condições de fazer o melhor, mas com dificuldades?, encerrou Dorival.

Gazeta Esportiva

TAGS