PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Cueva reitera que deseja sair ?sendo campeão? pelo São Paulo

Autor do segundo gol da vitória do São Paulo por 2 a 0 sobre o Botafogo-SP, neste sábado, no Morumbi, o meia Christian Cueva se desculpou e fez as pazes com a torcida. Novamente à disposição do técnico Dorival Júnior após ter uma proposta do mundo árabe recusada, o peruano reitera que deseja sair ?sendo [?]

09:00 | 04/02/2018

Autor do segundo gol da vitória do São Paulo por 2 a 0 sobre o Botafogo-SP, neste sábado, no Morumbi, o meia Christian Cueva se desculpou e fez as pazes com a torcida. Novamente à disposição do técnico Dorival Júnior após ter uma proposta do mundo árabe recusada, o peruano reitera que deseja sair ?sendo campeão? pelo Tricolor.

?Já falei que gostaria de deixar o São Paulo sendo campeão, é o que quero agora, para sair tranquilo, com a minha consciência tranquila de que dei tudo pelo São Paulo. Nunca vou esquecer que o São Paulo me deu muita coisa. Meu melhor momento no futebol foi e será aqui?, afirmou, em seu primeiro contato com a imprensa após ter sido afastado de três jogos pela diretoria.

Insatisfeito com a reserva e seduzido por uma oferta do Al-Hilal, da Arábia Saudita, o camisa 10 ficou de fora das vitórias sobre Mirassol e Madureira, e da derrota para o Corinthians. Antes, já havia se reapresentado para a pré-temporada com seis dias de atraso, o que lhe rendeu uma multa no salário.

Após uma conversa com o peruano, que continuou trabalhando no CT da Barra Funda, o diretor-executivo de futebol Raí afirmou que o jogador estava novamente comprometido com o clube e se dedicando aos treinos, colocando-o de volta à disposição de Dorival. Perto de completar dois anos de São Paulo, Cueva vê os seus erros como um aprendizado.

?Vou cometer erros como todas as pessoas, mas não vou tropeçar com a mesma perna. Tenho de aprender com os erros. O São Paulo me deu tudo. Tenho meu melhor momento em dez anos aqui, e sempre vou lembrar dos momentos bons e de erros que tive aqui?, assegurou.

Um dos destaque na campanha de recuperação do Tricolor no Campeonato Brasileiro de 2017, Cueva começou o duelo com o Botafogo no banco de reservas. Após um primeiro tempo fraco do São Paulo, o camisa 10 melhorou o time na etapa final e decretou o triunfo com gol de pênalti.

?Quando joguei, se analisarem minhas estatísticas, sempre pensei no time. Nos únicos jogos que perdi, foi porque eu estava na seleção. Só quero jogar. Agora, vou trabalhar um pouco mais para ganhar novamente a confiança da torcida e do clube, em geral, dos companheiros, do técnico. O que mais gosto é jogar?, encerrou.

Gazeta Esportiva

TAGS