PUBLICIDADE
Futebol

Lusa bate o Goiás e pega o Palmeiras nas quartas de final da Copinha

A campanha da Portuguesa rumo ao título da Copa São Paulo de Futebol Junior segue viva. Nesta terça-feira, em pleno Estádio do Canindé, o jovem time da Lusa voltou a fazer boa atuação, foi superior e venceu o Goiás por 1 a 0, com gol marcado por Davi, aos 18 minutos do segundo tempo. A [?]

17:15 | 16/01/2018

A campanha da Portuguesa rumo ao título da Copa São Paulo de Futebol Junior segue viva. Nesta terça-feira, em pleno Estádio do Canindé, o jovem time da Lusa voltou a fazer boa atuação, foi superior e venceu o Goiás por 1 a 0, com gol marcado por Davi, aos 18 minutos do segundo tempo.

A superioridade do primeiro tempo não surtiu nenhum tento para o clube paulista. Detentor das melhores chances, a Portuguesa acabou parando no goleiro Enzo e nos erros de chute. Na segunda etapa, em jogada pela lateral, onde criava as melhores chances, saiu o único gol, que garantiu a Lusa nas quartas de final da Copinha.

Com a vitória diante do Goiás, a Portuguesa enfrenta a equipe do Palmeiras na próxima fase. O jovem time do Verdão superou o Vasco por 2 a 0 e as duas equipes paulistas se encontram nas quartas de final. A data e o horário ainda não foram definidos.

O JOGO

Os primeiros 45 minutos foram de ampla intensidade e boas oportunidades para os dois times. Jogando em seu próprio estádio, a Lusa manteve a postura dos outros jogos da Copinha, tomando a iniciativa e trabalhando baseada nos seus jogadores com maior potencial individual. Consistente defensivamente, a equipe do Goiás apostou nos contra-ataques e criou chances de perigo, que assustaram a meta do goleiro Matheus.

A primeira oportunidade ofensiva da Portuguesa veio aos sete minutos. Pernambuco recebeu cruzamento, cabeceou com estilo, para o chão, mas a bola acabou saindo. Depois da conclusão, foi marcado o impedimento do atacante na jogada. Rondando a área da Lusa, o Goiás respondeu a investida paulista com Pedro Victor. Jogando adiantado, o goleiro Matheus por pouco não foi surpreendido, depois da boa conclusão do jogador do time goiano por cobertura.

Por conta do calor intenso no estádio do Canindé, a partida foi paralisada para uma parada técnica. No retorno, o time da casa teve mais duas chances claras para abrir o placar, mas ambas pararam no goleiro Enzo, do Goiás. Primeiro, Bahia chutou colocado e, depois, Reinaldo arriscou de fora da área, mas sem sucesso.

Na volta do intervalo, a Portuguesa se manteve com o domínio das ações ofensivas e conseguiu o gol aos 18 minutos. Cesinha fez o cruzamento na cabeça de Davi, que apenas escorou para tirar do goleiro e abrir o marcador. O gol fez a postura da Lusa mudar completamente e quem passou a atacar com frequência foi o Goiás.

Aos 20 minutos, Rafael, do Goiás, fez boa jogada individual dentro da área da Portuguesa, mas teve a conclusão evitada por Matheus, que se antecipou ao jovem atacante. Um minuto depois, Thalles invadiu novamente a área, mas o goleiro da Lusa apareceu novamente.

Na reta final do jogo, o oleiro Matheus, da Portuguesa, foi novamente exigido, mas foi providencial para manter o time em vantagem. A pressão total na reta final não surtiu efeito e a Lusa se classificou

Gazeta Esportiva

TAGS