PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Furacão alternativo vence o clássico diante do Paraná na Vila

O time alternativo do Atlético Paranaense segue fazendo um bom início de Campeonato Paranaense 2018 e desta vez bateu o rival Paraná Clube por 3 a 0, em plena Vila Capanema. Com o resultado, o Rubro-Negro chegou aos seis pontos, na liderança do grupo B da Taça Dionísio ilho. Já a equipe paranista não somou [?]

21:15 | 24/01/2018

O time alternativo do Atlético Paranaense segue fazendo um bom início de Campeonato Paranaense 2018 e desta vez bateu o rival Paraná Clube por 3 a 0, em plena Vila Capanema. Com o resultado, o Rubro-Negro chegou aos seis pontos, na liderança do grupo B da Taça Dionísio ilho. Já a equipe paranista não somou nenhum ponto, com duas derrotas em dois jogos.

O Tricolor desperdiçou uma penalidade logo no início da partida e viu ainda o Furacão abrir o placar aos 33 minutos, em um belo chute de João Pedro. Na segunda etapa, aos 29 minutos, João Pedro cobrou escanteio no primeiro pau e Léo Pereira apareceu para testar e ampliar a vantagem.Aos 47 minutos, em mais uma jogada de João Pedro, Felipe Dorta só tocou para a rede.

Na próxima rodada, o Paraná Clube enfrenta o Londrina, domingo, novamente na Vila Capanema. Já o Atlético Paranaense encara o Cianorte, sábado, na Arena da Baixada.

O jogo ? A partida começou morna na Vila, truncada, inclusive com algumas entradas mais duras. Até que, aos cinco minutos, Zezinho invadiu a área e foi derrubado. O árbitro anotou a penalidade. O estreante Zé Carlos bateu e Santos defendeu. Mesmo com a chance desperdiçada, o Tricolor seguia pressionando. Aos 12 minutos, Zezinho invadiu a área e bateu forte para outra grande defesa de Santos.

O Furacão finalmente apareceu no ataque, aos 16 minutos, com João Pedro, que cruzou na medida para Giovanny arrematar pela linha de fundo. Léo Pereira cochilou aos 20 minutos e entrou a bola nos pés de Alemão que, no entanto, chutou fraco, facilitando para Santos. O Rubro-Negro cresceu na partida e, aos 27 minutos, Zé Ivaldo aproveitou cobrança de escanteio para testar por cima da meta, com perigo.

Quando o ritmo da partida havia caído, aos 33 minutos, João Pedro recebeu de Cascardo e, de fora da área, acertou um belo chute no ângulo para balançar as redes e abrir a contagem. O Paraná tentou responder, aos 40 minutos, em jogada individual de Alex Santana, que chegou pela direita e cruzou, mas para ninguém.

Depois do intervalo, as equipes retornaram sem modificações. Aos cinco minutos, João Paulo e Zé Carlos tabelaram mas, ao entrar na área, foram travados por Zé Ivaldo, que afastou o perigo. Bola na área atleticana, aos sete minutos, mas Charles não conseguiu a finalização. O troco veio com Yago, que chutou forte, cruzado, pela linha de fundo, raspando o poste.

A partida era bem disputada, mas com poucas chances reais de gol. Aos 15 minutos, Junior recebeu em velocidade, tentou o arremate e pegou completamente torto na bola. O Furacão aposta nos contra-ataques e parecia mais organizado em campo. Até que, aos 29 minutos, João Pedro cobrou escanteio e Léo Pereira subiu para testar e marcar o gol.

Após tomar o segundo cartão amarelo por reclamação, Léo Pereira foi expulso e deixou o Furacão com um a menos em campo. O Tricolor da Vila não mostrava força para reagir e, para piorar, a chuva forte no final de partida dificultava o toque de bola. Aos 42 minutos, João Paulo cobrou falta na área, mas nas mãos de Santos. Para fechar o placar, aos 47 minutos, João Pedro mais uma vez fez a jogada e serviu Felipe Dorta, que só tocou para a rede.

Outras partidas ? Mais quatro partidas agitaram a segunda rodada do Estadual. O Cascavel recebeu o Prudentópolis no Estádio Arnaldo Busato e venceu por 2 a 0. Já o Cianorte encarou o União, de Francisco Beltrão, e desencantou ao vencer também por 2 a 0. Enquanto isso, Foz do Iguaçu e Toledo ficaram no empate em 1 a 1, no Estádio ABC.

PARANÁ CLUBE 0 X 3 ATLÉTICO PARANAENSE

Local: Estádio Durival Brito e Silva, em Curitiba (PR)

Data: 24 de janeiro de 2018, quarta-feira

Horário: 20 horas (de Brasília)

Árbitro: Rodolpho Toski Marques

Assistentes: Bruno Boschilla e Edivanio Lopes de Souza Kirchner

Cartões amarelos:: Zezinho, Alex Santana, Gabriel Pires e Vitor Feijão (Paraná); Deivid e Léo Pereira (Atlético-PR)

Cartão vermelho : Léo Pereira (Atlético-PR)

Gols

ATLÉTICO PARANAENSE: João Pedro, aos 33 minutos do primeiro tempo e Léo Pereira, aos 29 minutos e Felipe Dorta, aos 47 minutos do segundo tempo

PARANÁ: Thiago Rodrigues; Júnior, Neris, Charles e Igor (Vitor Feijão); Zezinho (Felipe Augusto), Leandro Vilela, Alex Santana (Gabriel Pires), Alemão; João Paulo e Zé Carlos.

Técnico: Wagner Lopes

ATLÉTICO PARANAENSE: Santos; Cascardo, Zé Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi; Bruno Guimarães, Deivid, Yago (Demethryus)e João Pedro; Giovanny (Felipe Dorta) e Ederson (Emerson)

Técnico: Tiago Nunes

Gazeta Esportiva

TAGS