PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

São Paulo pouco se mexe para preencher lacuna na lateral direita

Muitos nomes vêm sendo especulados no São Paulo para 2018, entretanto, pouco se pôde ver da diretoria em relação à busca por reforços para a lateral-direita, posição que se tornou uma grande dor de cabeça para o técnico Dorival Jr nesta temporada. Insatisfeito com o rendimento de Bruno e Buffarini, o treinador são-paulino teve de [?]

09:30 | 08/12/2017

Muitos nomes vêm sendo especulados no São Paulo para 2018, entretanto, pouco se pôde ver da diretoria em relação à busca por reforços para a lateral-direita, posição que se tornou uma grande dor de cabeça para o técnico Dorival Jr nesta temporada. Insatisfeito com o rendimento de Bruno e Buffarini, o treinador são-paulino teve de improvisar o zagueiro Éder Militão no setor, porém, já deixou claro que o jovem revelado pelas categorias de base voltará à sua função de origem no ano que vem.

Diante do problema, o São Paulo caminha a passos lentos para definir quem será seu lateral-direito titular em 2018. Na última semana surgiu o interesse do clube em Victor Ferraz, do Santos, porém, as conversas parecem não ter avançado, uma vez que o presidente do Santos, Modesto Roma Jr, já adiantou que não tem qualquer interesse em negociar o atleta, que defende o Peixe desde 2014.

Apesar da resistência do mandatário santista, o São Paulo tem alguns trunfos para contratar o lateral-direito. Dorival Jr é um deles. Victor Ferraz trabalhou com o atual técnico tricolor entre 2015 e 2017, período em que se firmou no cenário nacional por conta de suas boas atuações. A relação amigável entre Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e Modesto Roma Jr também pode contribuir para um desfecho positivo para o clube do Morumbi.

Em contrapartida, a crise política pode desacelerar o processo de contratações do São Paulo para a próxima temporada. Na última quarta-feira Vinicius Pinotti pediu demissão do cargo de diretor executivo de futebol por divergências com Leco e Raí assume o posto a partir dessa sexta.

Por enquanto, o nome mais próximo do Morumbi é Jean, goleiro que atualmente pertence ao Bahia, mas que já teria um acordo apalavrado com o São Paulo. Outro alvo da diretoria tricolor é Gustavo Scarpa, principal destaque do Fluminense e que chegaria para compor o meio-campo da equipe de Dorival Jr. Já pensando em uma possível saída de Hernanes, que está emprestado até junho do ano que vem pelo Hebei China Fortune, o Tricolor vê a joia do rival carioca como uma ótima peça de reposição.

Gazeta Esportiva

TAGS