Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Tite minimiza deslocamentos e chance de ter Alemanha nas oitavas

Sentado atrás do alemão Joachim Low, Tite acompanhou atentamente o sorteio dos grupos da Copa do Mundo 2018, realizado na tarde desta sexta-feira, no Kremlin. Os deslocamentos da primeira fase e a possibilidade de encontrar a Alemanha logo nas oitavas de final não preocupam o técnico da Seleção. Cabeça de chave do Grupo E, o [?]
14:30 | Dez. 01, 2017
Autor -
Foto do autor
- Autor
Tipo Notícia

Sentado atrás do alemão Joachim Low, Tite acompanhou atentamente o sorteio dos grupos da Copa do Mundo 2018, realizado na tarde desta sexta-feira, no Kremlin. Os deslocamentos da primeira fase e a possibilidade de encontrar a Alemanha logo nas oitavas de final não preocupam o técnico da Seleção.

Cabeça de chave do Grupo E, o Brasil viajará para Rostov-on-Don, São Petersburgo e Moscou para enfrentar Suíça, Costa Rica e Sérvia, respectivamente. Baseado em Sochi, o time comandado por Tite não atuará na cidade, algo minimizado pelo próprio treinador.

?Não tínhamos como controlar essa variável. Apesar da distância, a agilidade para chegar é importante, independentemente de ter que jogar em outros centros. Gostaríamos que fosse Sochi, mas não é?, afirmou Tite, atento aos fatores que pode determinar.

?Deixa eu gastar toda minha energia nas variáveis que posso controlar. É o treinamento com qualidade, a logística que permite aos atletas evoluírem, um grau de confiança importante, um fortalecimento e crescimento da equipe. Essas variáveis, posso controlar. As outras, são das circunstâncias de competição?, afirmou.

Atual campeã mundial, a Alemanha compõe o Grupo F com México, Suécia e Coreia do Sul. Se o Brasil avançar em primeiro lugar e a seleção germânica em segundo ou o contrário, as duas equipes duelam logo nas oitavas de final. Questionado sobre o possível duelo, Tite destacou a dificuldade do torneio em geral.

?O nível de exigência é muito alto, ainda mais com o aspecto emocional aflorado. O campeão há três edições (Itália) não está, o terceiro da última Copa (Holanda) não está, o bicampeão da Copa América (Chile) não está?, exemplificou. ?É uma responsabilidade grande e também uma alegria muito grande nós buscarmos a excelência?, afirmou.

Tite admitiu desconhecer detalhes sobre a Sérvia e prometeu estudar todos os primeiros rivais. ?É importante fazer ajustes às características e formas dos adversários?, disse, com o foco em sua própria equipe. ?A essência é o Brasil se consolidar, se fortalecer, encontrar variáveis e estar preparados para os adversários?, reiterou.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Em Tóquio, Brasil chega à terceira final olímpica consecutiva no futebol masculino

Jogos Olímpicos
21:44 | Ago. 05, 2021
Autor Gabriel Lopes
Foto do autor
Gabriel Lopes Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A seleção masculina de futebol do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio alcançou a final do torneio após vencer o México nos pênaltis na semifinal. A decisão da medalha de ouro, acontecerá na manhã do próximo sábado, 7, às 8h30min (horário de Brasília), contra a Espanha. Esta será a terceira vez consecutiva que o time masculino brasileiro chega na partida derradeira desta modalidade nos Jogos.

Em 2012, em Londres, quando o Brasil ainda não tinha nenhum ouro olímpico no futebol, o oponente foi o México e o resultado foi uma derrota por 2 a 1. Naquela ocasião, o atacante mexicano Oribe Peralta foi o carrasco dos brasileiros, com dois gols marcados.

Porém, em 2016, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, o selecionado canarinho finalmente conquistou o primeiro ouro olímpico, após empate por 1 a 1 e triunfo nas penalidades, com Neymar anotando o tento do tempo normal e a penalidade decisiva, que definiu o campeão.

Caso a conquista da medalha dourada se repita em Tóquio, o Brasil subiria para a terceira posição no quadro histórico de medalhas do futebol masculino nas Olimpíadas, com dois ouros, três pratas e dois bronzes. Somente Hungria e Grã-Bretanha, com três ouros cada, estariam à frente dos brasileiros nesta modalidade.

Oponente do Brasil na final da atual edição dos Jogos, a Espanha também vai em busca da segunda conquista olímpica no futebol masculino. Os espanhóis, assim como os brasileiros, foram campeões quando sediaram o evento, em 1992, na cidade de Barcelona. A Roja ainda acumula duas pratas, advindas dos Jogos de 1920 e 2000.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Fux decide cancelar reunião entre chefes dos Três Poderes

Justiça
21:39 | Ago. 05, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, decidiu hoje (5) desmarcar uma reunião entre os chefes dos Três Poderes que estava sendo articulada para os próximos dias. A reunião estava prevista para ocorrer no mês passado, mas o presidente Jair Bolsonaro foi internado e o encontro não ocorreu. 

A decisão de Fux foi tomada após recentes declarações de Bolsonaro sobre a confiabilidade das urnas eletrônicas e críticas ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso. 

No encerramento da sessão desta quinta-feira, Fux fez um pronunciamento e anunciou que a reunião estava cancelada. O ministro relatou que, em julho, conversou com Bolsonaro sobre os limites do exercício da liberdade de expressão e o respeito entre os poderes. 

"Diante dessas circunstâncias, o Supremo Tribunal Federal informa que está cancelada a reunião outrora anunciada entre os chefes de Poder, entre eles o Presidente da República. O pressuposto do diálogo entre os Poderes é o respeito mútuo entre as instituições e seus integrantes", declarou Fux. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Pacheco: Câmara restabeleceu matérias estranhas impugnadas por Senado na MP 1040

ECONOMIA
21:29 | Ago. 05, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse que tomará providências em relação ao texto da Medida Provisória 1040, aprovado nesta quinta-feira, 5, pela Câmara e enviado à sanção presidencial. A MP, que simplifica a abertura de empresas, havia sido votada pelo Senado ontem, 4.
A pedido do relator, senador Irajá (PSD-TO), Pacheco impugnou matérias estranhas ao texto, conhecidas como jabutis, que haviam sido incluídas pela Câmara em uma primeira votação. Essas emendas revogavam leis que estabeleciam um piso para diversos profissionais liberais.
De acordo com o presidente do Senado, essa decisão foi ignorada pela Câmara hoje, 5, quando os deputados voltaram a analisar o texto e restabeleceram os trechos que haviam sido excluídos por senadores. "Esse é um procedimento indevido e inaceitável, que fere o processo legislativo, a soberania, independência e autonomia das instituições", afirmou Pacheco. "Tomarei providências em relação a isso."
Segundo apurou o Broadcast Político, Pacheco deve entrar com mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) para que as matérias estranhas ao texto - conhecidas como "jabutis" - sejam retiradas da matéria.
Ao restabelecer o texto que havia sido aprovado no fim de junho, a Câmara revogou o piso salarial para os formados em Agronomia, Arquitetura, Engenharia, Química e Veterinária, em vigor desde 1966. Os conselhos federais dessas categorias haviam se mobilizado para reverter a medida no Senado e cogitavam até mesmo judicializar a questão.
Em seu artigo 57, o texto final da MP 1040 faz um "revogaço" de 33 leis ou trechos de leis. Entre elas, o relator, deputado Marco Bertaiolli (PSD-SP), incluiu a revogação da Lei nº 4.950-A, que garante o piso salarial dessas cinco categorias. Para os formados em cursos de graduação de quatro anos, o piso é de seis salários mínimos (R$ 6,6 mil). Para cursos de menor duração, o piso é de cinco salários (R$ 5,5 mil).
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Polícia Civil prende três homens suspeitos de chefiar organizações criminosas

Segurança Pública
21:27 | Ago. 05, 2021
Autor Lara Vieira
Foto do autor
Lara Vieira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

Três chefes de organizações criminosas foram presos em ações policiais realizadas em Fortaleza e nos municípios de Aquiraz e Boa Viagem, a 32 e 220 km da Capital, respectivamente. As duas operações foram realizadas entre terça, 3, e esta quinta-feira, 5. Durante as ações, outras duas pessoas também foram capturadas pelos agentes da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE).

A primeira operação realizou a captura de um homem e uma mulher. Segundo informações da PCCE, os dois eram subordinados a Paulo Diego da Silva Araújo, o “Dino”. Ele estava incluído no Programa Estadual de Recompensas da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e foi preso em maio deste ano em São Paulo. Ainda, os policiais civis apreenderam dois veículos e aparelhos celulares.

Na terça-feira, em Aracati, foi preso André Gomes Sá, de 37 anos, conhecido como o “Rossi”. O homem já responde por tráfico e associação para o tráfico de drogas. De acordo com a polícia, ele é apontado como o braço direito de Paulo “Dino”. Segundo investigação, ele era responsável por dar continuidade às ações criminosas comandadas pelo homem que atualmente se encontra preso.

Já a mulher, identificada como Bárbara Pereira do Nascimento, de 26 anos, foi presa nesta quarta-feira, em Boa Viagem. Ela já responde por tráfico e associação para o tráfico de drogas, além de porte ilegal de arma de fogo. Segundo a PC, Bárbara é suspeita de ser responsável financeira, administrando as contas bancárias em nome de Paulo “Dino”.

Chefes do tráfico

Na manhã de hoje, outras três pessoas foram capturadas na Comunidade do Por do Sol, em Messejana, Fortaleza. Entre os presos, estava Alexandre Pereira Mendes Ferreira, de 47 anos, o “Thuchê”, apontado como chefe do tráfico de drogas na região. Segundo apurações da polícia, ele teria assumido o posto da chefia após a prisão de seu irmão, Lucas Mendes Ferreira, o “Brutus”, que foi preso em fevereiro deste ano, em Aquiraz.

Além de “Thuchê”, também foi capturado Francisco das Chagas de Souza Veras, o “Bidão”. Ele também já responde por tráfico e associação para o tráfico de drogas, receptação, associação criminosa, além de crime de trânsito. “Bidão”, como demonstram as investigações, atua como comparsa de “Thuchê”. Um terceiro homem, identificado como Francisco Bruno Batista do Vale, de 27 anos, também foi localizado.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Dois aviões com vacinas da Pfizer chegam ao aeroporto de Campinas

Geral
21:26 | Ago. 05, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Dois aviões com doses da vacina da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19 chegaram ao aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), nesta quinta-feira, 5. O primeiro voo, que trouxe o 38° lote, com 781.560 doses do imunizante, aterrissou por volta das 18h30min. Já o voo com o 39° lote, com 1.053.000 doses, aterrissou próximo das 20h30min.

Com esses lotes, a farmacêutica entregou quase 34 milhões de doses ao governo brasileiro. Das 17,6 milhões de doses que estavam previstas para entrega entre 3 e 22 de agosto, ficam faltando 13,69 milhões.

LEIA MAIS |Ceará recebe lote com 61.600 doses da vacina CoronaVac

Pelo cronograma previsto para este mês, a Pfizer passou de uma média de entrega de 1 milhão de doses por semana, para 1 ou 2 milhões de doses por dia.

Até então, somente aviões cargueiros transportavam as vacinas dos Estados Unidos para o Brasil, mas com o aumento do número de doses entregues a partir de agosto até o final do ano, aeronaves da Latam também entraram no novo cronograma logístico.

Entre o final de agosto e setembro, há a previsão da chegada de quase 52,4 milhões de doses – que fazem parte do primeiro acordo firmado no dia 19 de março e que contempla a disponibilização de 100 milhões de vacinas até o final do terceiro trimestre de 2021.

O segundo contrato, assinado em 14 de maio, prevê a entrega de outras 100 milhões de doses entre outubro e dezembro. Ao longo do ano, a farmacêutica fornecerá um total de 200 milhões de doses de vacina ao Brasil.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags