PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Jogadores do Avaí lamentam a queda para a Série B

O Avaí tentou mas não conseguiu. O empate por 1 a 1 contra o Santos não foi o suficiente para que o time catarinense permanecesse na elite do futebol brasileiro e com isso jogará a Série B do Campeonato Brasileiro. Com isso, o planejamento da diretoria é montar um time competitivo para 2018 e tentar [?]

19:30 | 03/12/2017

O Avaí tentou mas não conseguiu. O empate por 1 a 1 contra o Santos não foi o suficiente para que o time catarinense permanecesse na elite do futebol brasileiro e com isso jogará a Série B do Campeonato Brasileiro. Com isso, o planejamento da diretoria é montar um time competitivo para 2018 e tentar o retorno para a Série A.

?É levantar a cabeça, o mundo não vai acabar. Voltamos para a Série B e vamos brigar. Claro que é doído, pessoal fica sentido. Mas é vida que segue, pensamento em 2018, sabemos da dificuldade que vai ser. Conseguimos ficar até a última partida vivos. Quando você opta por pagar as contas, o orçamento cai, então faz parte. Heróis também perdem, heróis também morrem. Esse grupo sai aplaudido pelo torcedor?, falou o experiente meia Marquinhos à rádio CBN/Diário.

?Claro que o rebaixamento machuca, mas das outras vezes caímos e quase falidos. Agora caímos com o pé no chão, colocamos o clube em dia e lutamos até o fim. Não vamos botar a desculpa nesse último jogo, infelizmente não conseguimos o resultado positivo?, finalizou o jogador.

O ano do Avaí não foi fácil desde o começo. O clube de santa catarina perdeu a final do título estadual para a Chapecoense, além de ser eliminado precocemente da Primeira Liga e da Copa do Brasil. Com isso, o foco do Leão foi o Campeonato Brasileiro, porém a irregularidade atrapalhou a campanha do time. Depois de um começo bem ruim, a equipe comandada pelo técnico Claudinei Oliveira melhorou no segundo turno mas a reação foi muito tardia.

O que chama bastante a atenção da campanha do Avaí é a diferença do desempenho da equipe dentro e fora de casa. Se fora de casa o clube catarinense foi um dos que mais pontuou fora de casa, aproveitando a objetividade do atacante Júnior Dutra, o time não conseguia ter uma boa pontuação jogando na Ressacada, mesmo com as duas últimas vitórias em casa contra o Atlético-Pr e o Palmeiras.

 

Gazeta Esportiva

TAGS