PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Internazionale planeja multa de R$ 507 milhões para vender Icardi

Especulações e rumores tomam conta dos noticiários esportivos assim que a janela de transferências é reaberta a cada seis meses. Assim como Griezmann, que possui o nome ligado ao Barcelona, outro atacante deve ser muito procurado para uma mudança de clube: Mauro Icardi. Contra o assédio, a Internazionale já começa a dar os primeiros passos [?]

16:15 | 20/12/2017

Especulações e rumores tomam conta dos noticiários esportivos assim que a janela de transferências é reaberta a cada seis meses. Assim como Griezmann, que possui o nome ligado ao Barcelona, outro atacante deve ser muito procurado para uma mudança de clube: Mauro Icardi. Contra o assédio, a Internazionale já começa a dar os primeiros passos para dificultar uma possível negociação e planeja a extensão do vínculo com o argentino.

De acordo com a publicação da Gazzetta Dello Sport, nesta terça-feira, o time de Milão já agendou uma reunião com Icardi e seus representantes para o final de janeiro, visando assinar um novo contrato e aumentar a multa rescisória do camisa nove, que hoje é de 100 milhões de euros (cerca de R$ 390 milhões) e tem duração até junho de 2021.

O periódico italiano traz a informação de que as bases para um novo acordo já foram determinadas pela diretoria da Inter e a reunião deve selar a renovação do contrato. A alternativa seria praticamente dobrar o salário de Icardi para aproximadamente R$ 27 milhões por temporada. Dessa forma, o clube também chegaria a um novo valor na quantia para vender o jogador, 130 milhões de euros (cerca de R$ 505 milhões).

A temporada de Icardi é realmente acima da média dos demais atacantes. O capitão da Inter já marcou 17 gols em 18 jogos e faz parte da lista dos 10 maiores artilheiros da história do clube, com 95 tentos em 101 jogos. O bom rendimento na Itália já despertou interesse de outros clubes e o Real Madrid aparece como o principal interessado na contratação do atacante.

Gazeta Esportiva

TAGS