PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Empresário vê Buffarini próximo de assinar com o Boca Juniors

Fora dos planos do técnico Dorival Júnior, o lateral direito Julio Buffarini está cada vez mais perto de deixar o São Paulo. Segundo o empresário do atleta, Martin Guastadisegno, o Boca Juniors está em vias de selar um acordo com o Tricolor. ?Eu o vejo o Buffarini perto do Boca. As diferenças entre os clubes [?]

18:45 | 24/12/2017

Fora dos planos do técnico Dorival Júnior, o lateral direito Julio Buffarini está cada vez mais perto de deixar o São Paulo. Segundo o empresário do atleta, Martin Guastadisegno, o Boca Juniors está em vias de selar um acordo com o Tricolor.

?Eu o vejo o Buffarini perto do Boca. As diferenças entre os clubes não são insuperáveis e a oferta de contrato está longe, mas é negociável?, afirmou o agente à Fox Sports da Argentina.

O interesse é recíproco entre Boca e Buffarini. No meio da temporada, a agremiação de Buenos Aires fez uma sondagem pelo jogador, que na ocasião se animou com a possibilidade.

?Ele é um profissional e o Boca o chamou, como há tempos o vem buscando. A Buffarini interessou por tudo o que significa o Boca. Entre os clubes há diferenças e estamos tentando liquidá-las. É algo normal em qualquer tipo de negociação?, explicou Guastadisegno.

Como o lateral tem sido pouco utilizado, o São Paulo não deve colocar empecilhos na negociação se receber uma proposta oficial. Ainda de acordo com o empresário, outros clubes manifestaram o desejo de contar com o jogador de 29 anos para a próxima temporada.

?O Boca compraria 50% de seu passe e ficaria com a opção de comprar mais 50%. O San Lorenzo fez uma consulta da situação, mas economicamente não pôde ir adiante. O River fez uma sondagem há 15 dias, mas não avançou mais?, revelou o agente.

Vindo do San Lorenzo, Buffarini foi comprado pelo São Paulo no meio de 2016 por cerca de 2 milhões de dólares (cerca de R$ 6,5 milhões na cotação da época) a pedido do técnico Edgardo Bauza, com quem foi campeão da Copa Libertadores de 2014. Seu contrato com o clube do Morumbi é válido até junho de 2019.

Neste ano, fez apenas 21 partidas oficiais, deu apenas uma assistência e não marcou gols. Na reta final da temporada, sob o comando de Dorival Júnior, viu o zagueiro Éder Militão se consolidar na lateral direita. Quando este não pôde jogar, o treinador preferiu improvisar de novo na posição, desta vez com o volante Araruna.

Gazeta Esportiva

TAGS