PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Chelsea para em bloqueio defensivo do Everton e tropeça no Inglês

Neste sábado, o Chelsea visitou o Everton no Goodison Park e perdeu a oportunidade de colar no Manchester United, na vice-liderança do Campeonato Inglês. Pela última rodada do primeiro turno, as equipes não saíram do zero e amargaram o empate em Liverpool. Com o resultado, o time da capital inglesa permanece na terceira posição da [?]

11:45 | 23/12/2017

Neste sábado, o Chelsea visitou o Everton no Goodison Park e perdeu a oportunidade de colar no Manchester United, na vice-liderança do Campeonato Inglês. Pela última rodada do primeiro turno, as equipes não saíram do zero e amargaram o empate em Liverpool.

Com o resultado, o time da capital inglesa permanece na terceira posição da tabela, com 39 pontos ganhos. Na próxima rodada, prevista para terça-feira, os comandados de Antonio Conte recebem o Brighton & Hove Albion. O time da casa, por sua vez, vai a 26 pontos e permanece na nona colocação. O próximo adversário de Wayne Rooney e companhia será o West Bromwich, também na terça.

O Jogo ? Como era de se esperar, pelas campanhas que fazem os times até agora no campeonato, foi o Chelsea quem tomou a iniciativa do jogo. Mesmo fora de casa, com posse de bola muito superior, o time londrino buscou abrir o placar desde os primeiros minutos. No entanto, foi o Everton que teve a primeira oportunidade do jogo.

Aos 10 minutos, Calvert-Lewin chutou à queima-roupa, desafiando os reflexos de Courtois. O goleiro belga fez boa defesa, ainda que o chute não tenha sido muito preciso.

Um minuto depois, Bakayoko respondeu para os visitantes. O francês aproveitou a sobra dentro da área e bateu rasteiro. O chute não pôde ser defendido por Pickford e acabou sendo contestado em cima da linha, por um de seus defensores. Aos 29, Pedro também teve a chance de abrir o marcador, mas tirou demais na hora da conclusão e o chute passou à esquerda, com perigo. Aos 36, o espanhol recebeu pela esquerda, invadiu a área e mandou uma bomba. O goleiro adversário fez ótima defesa e mandou para escanteio.

O Chelsea pressionou o Everton na maior parte do primeiro tempo, mas teve dificuldades para finalizar as jogadas diante de um forte bloqueio defensivo. O jogo se desenhou de maneira parecida na etapa final. Logo aos dois minutos, Marcos Alonso aproveitou o rebote e, soltando o pé esquerdo, bateu firme da entrada da área. Quando Pickford parecia vendido no lance, a bola voltou a ser afastada em cima da linha pela zaga mandante.

Depois de agredir o everton e não conseguir inaugurar a contagem, o gol do time londrino quase surgiu em uma cabeçada de Ashley Williams, contra a própria meta. Aos 30, o defensor do time da casa tentou afastar um cruzamento da direita e mandou contra o próprio gol. Por sorte, a bola explodiu no travessão e saiu para o outro lado.

Aos 45 minutos, quase veio o castigo. Após cobrança de escanteio na direita, Jonjoe Kenny chegou testando na marca do pênalti. A bola subiu mais do que deveria, e por pouco não morreu no ângulo esquerdo de Courtois, tirando tinta do travessão. Foi a última chance clara da partida.

 

 

Gazeta Esportiva

TAGS