Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

William José quer jogar na seleção espanhola e critica convocações brasileiras

Pouco valorizado no futebol brasileiro, onde vestiu a camisa do São Paulo, Grêmio e Santos, o atacante William José vive uma outra realidade na Espanha. Um dos principais destaques do Real Sociedad, o jogador de 25 anos concedeu uma entrevista coletiva nesta terça-feira e deixou claro que gostaria de vestir a camisa da seleção espanhola [?]
15:00 | Nov. 14, 2017
Autor -
Foto do autor
- Autor
Tipo Notícia

Pouco valorizado no futebol brasileiro, onde vestiu a camisa do São Paulo, Grêmio e Santos, o atacante William José vive uma outra realidade na Espanha. Um dos principais destaques do Real Sociedad, o jogador de 25 anos concedeu uma entrevista coletiva nesta terça-feira e deixou claro que gostaria de vestir a camisa da seleção espanhola e não perdeu a oportunidade para criticar os métodos das convocações da Seleção Brasileira.

?O Brasil sempre convoca os mesmos para a seleção, e aqui na Espanha creio que seja mais fácil ser convocado do que no Brasil, porque você é chamado e ganha chances. O treinador espanhol (Julen Lopetegui) está sempre trocando jogadores. Isso é bom para todos, principalmente para a seleção?, afirmou.

Aos 25 anos, o jogador já anotou oito gols nos quinze primeiros jogos da atual temporada pelo Real Sociedad. Em sua quinta temporada no futebol espanhol, o jogador está em um processo para adquirir a cidadania espanhola e não descarta vestir a camisa da Fúria.

?Eu ficaria muito feliz (com a possibilidade). Eu gosto muito da seleção do Brasil, mas também da Espanha e creio que tenho mais possibilidades nesta. Quem dera conseguir o passaporte para ficar disponível e então me chamem?, declarou.

Cria da base do CRB, William José vestiu a camisa da Seleção Brasileira nos títulos do Mundial e Sul-Americano sub-20 em 2011. Pela equipe principal, o jogador nunca recebeu uma oportunidade.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Resultado da Lotomania, Concurso 2202, hoje, sexta, 6 de agosto (06/08)

Prêmio de R$ 600 mil
00:08 | Ago. 06, 2021
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

O resultado do concurso 2202 da Lotomania será divulgado na noite de hoje, sexta-feira, 6 de agosto (06/08). Os números serão sorteados pela Caixa Econômica Federal (CEF) às 20 horas e você pode conferir a tabela com as dezenas sorteadas neste mesmo link. O prêmio está estimado em R$ 600 mil

Resultados anteriores da Lotomania

Resultado da Lotomania Concurso 2201 de terça-feira, 3 de agosto (03/08). Confira as dezenas sorteadas:

  • 06 17 19 24 27
  • 30 35 38 42 46
  • 48 49 61 68 74
  • 75 79 80 92 97

Resultado da Lotomania Concurso 2200 de sexta-feira, 30 de julho (30/07). Confira as dezenas sorteadas:

  • 14 17 20 22 30
  • 32 34 60 64 66
  • 71 75 76 77 87
  • 90 91 93 94 97

Resultado da Lotomania Concurso 2199 de terça-feira, 27 de julho (27/07). Confira as dezenas sorteadas:

  • 10 16 24 28 30
  • 31 32 41 43 46
  • 52 58 62 71 78
  • 80 83 87 88 94
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

União deve explicar envio desigual de vacinas para estados em prazo de cinco dias

AÇÃO CÍVIL PÚBLICA
00:08 | Ago. 06, 2021
Autor
Tipo Notícia

A Justiça Federal deu prazo de cinco dias, a partir dessa quinta-feira, 5, para a União explicar os critérios de distribuição de vacinas contra a Covid-19 no País. A Ação Civil Pública (ACP) requer que seja feita, em caráter definitivo, a correção na metodologia de envio dos imunizantes. O objetivo é ampliar a remessa de vacinas para o Norte e Nordeste, além do envio de 1.440.932 de doses adicionais para o Ceará.

O despacho favorável foi expedido pela 5ª Vara Federal do Ceará, em resposta à Ação ingressada na última quarta-feira, 4, pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), Ministério Público Federal (MPF) e Ministério Público do Trabalho (MPT), requerendo o envio de vacinas em quantidade proporcional à população para corrigir o déficit nos Estados do Norte e Nordeste que foram prejudicados. A revisão na metodologia de envio deve ocorrer em até 15 dias.

Dados do Ministério da Saúde contabilizados até 29 de julho de 2021 apontam que dez estados do Norte e Nordeste receberam menos vacinas proporcionais à sua população. No País, o Ceará foi o quinto Estado que menos recebeu vacinas em comparação com sua população e o pior colocado nessa categoria na Região Nordeste.

Para o Ministério Público, a distorção na distribuição dos imunizantes para o Ceará ocorre desde o início da campanha de imunização no País. Além disso, o MPCE considera que a distorção evidencia o “tratamento discriminatório” na distribuição de vacinas.

Caso as medidas não sejam cumpridas, a ação pede aplicação de multa mínima de R$ 100 mil por dia de atraso da União e de R$ 10 mil por dia de atraso para os respectivos gestores responsáveis. Considerando que os pedidos têm correlação direta com o Estado, a ação requer ainda que o Governo do Ceará seja intimado ante a possibilidade de compor a ACP.

Desigualdade no envio de vacinas

O Ceará possui 9.187.103 habitantes e recebeu 6.542.868 doses, o que representa 71,22% de cobertura vacinal da população. De acordo com a análise, os dez estados menos beneficiados na distribuição foram: Bahia (72,57%), Sergipe (72,53%), Pernambuco (72,40%), Alagoas (72,40%), Piauí (71,63%), Ceará (71,22%), Tocantins (68,85%), Rondônia (65,77%), Pará (65,19%) e Amapá (63,27%). Todos os Estados pertencem às regiões Norte e Nordeste.

Os dez estados que mais receberam vacinas em relação à sua população estão localizados no Sudeste e Sul, com exceção do Amazonas e do Acre, que ficam no Norte. São eles: São Paulo (98,12%), Rio Grande do Sul (93,33%), Rio de Janeiro (92,04%), Mato Grosso do Sul (85,09%), Paraná (83,98%), Amazonas (83,46%), Espírito Santo (83,36%), Santa Catarina (83,13%), Minas Gerais (82,17%) e Acre (81,25%).

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Resultado da Lotofácil, Concurso 2301 hoje, sexta, 6 de agosto (06/08)

Veja resultados anteriores
00:06 | Ago. 06, 2021
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

O resultado do concurso 2301 da Lotofácil será divulgado na noite de hoje, sexta-feira, 6 de agosto (06/08). Os números serão sorteados pela Caixa Econômica Federal (CEF) por volta das 20 horas e você pode conferir o resultado neste mesmo link. O prêmio da loteria está estimado em R$ 6 milhões.

Resultados anteriores da Lotofácil

O resultado da Lotofácil Concurso 2300 foi divulgado na noite de quinta, 5 de agosto (05/08). Os números sorteados foram:

  • 01 02 03 04 08
  • 09 13 15 16 17
  • 19 22 23 24 25

O resultado da Lotofácil Concurso 2299 foi divulgado na noite de quarta, 4 de agosto (04/08). Os números sorteados foram:

  • 01 03 05 07 08
  • 09 11 12 14 15
  • 16 20 21 23 25

O resultado da Lotofácil Concurso 2298 foi divulgado na noite de terça, 3 de agosto (03/08). Os números sorteados foram:

  • 01 03 04 06 10
  • 12 13 14 16 18
  • 20 21 23 24 25
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Resultado da Super Sete, Concurso 127 hoje, sexta, 6 de agosto (06/08)

R$ 2,2 milhões acumulado
00:05 | Ago. 06, 2021
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

O resultado da Super Sete, Concurso 127, será divulgado na tarde de hoje, sexta-feira, 6 de agosto (06/08). Os números serão sorteados pela Caixa Econômica Federal (CEF) por volta de 15 horas e você pode a tabela com os resultados neste mesmo link. O prêmio está acumulado em R$ 2,2 milhões.

Como apostar na Super Sete

O volante da Super Sete possui sete colunas com dez números (de 0 a 9) em cada uma. É necessário preencher todas as colunas com ao menos um número em cada para ter uma aposta válida. Em cada coluna podem ser preenchidos um, dois ou três números. No entanto, para poder preencher dois números em uma coluna, é necessário que todas as outras tenham pelo menos um número preenchido. Para preencher três números em uma coluna, é necessário que todas as outras tenham pelo menos dois números preenchidos.

Nos sorteios da Super Sete, são extraídos sete números, um de cada coluna. É possível ganhar acertando três, quatro, cinco, seis ou as sete colunas. A faixa de três acertos possui premiação fixa de R$ 5,00, enquanto as outras faixas são proporcionais: acertadores de quatro, cinco e seis colunas dividem, em cada faixa, 15% do valor restante após o pagamento dos prêmios fixos, enquanto quem tiver sete acertos leva 55% da premiação. O prêmio total, somando as faixas fixas e proporcionais, corresponde a 43,35% da arrecadação. Caso não haja premiados na faixa principal, de sete acertos, o prêmio acumula para o próximo sorteio.

Assim como em outras modalidades das Loterias Caixa, é possível fazer Surpresinha (permitir que o computador escolha aleatoriamente números para a aposta) e Teimosinha (apostar em diversos concursos com a mesma combinação de números). Há também a possibilidade de apostar no Bolão, com cotas proporcionais em várias apostas de uma só vez.

Resultados anteriores da Super Sete

>> O resultado da Super Sete Concurso 126 foi divulgado na tarde de quarta-feira, 3 de agosto (03/08)

>> O resultado da Super Sete Concurso 125 foi divulgado na tarde de segunda-feira, 2 de agosto (02/08)

>> O resultado da Super Sete Concurso 124 foi divulgado na tarde de sexta-feira, 30 de julho (30/07)

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Compra direta da Sputnik V é suspensa; Ceará foca na aquisição da CoronaVac para ampliar vacinação

covid-19
00:05 | Ago. 06, 2021
Autor Gabriela Custódio
Foto do autor
Gabriela Custódio Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Com a suspensão da compra da Sputnik V pelo Consórcio Nordeste, o Ceará passa a focar na aquisição de doses da CoronaVac diretamente da farmacêutica Sinovac e do Instituto Butantan para acelerar a vacinação no Estado. Atualmente, o Governo do Ceará negocia três milhões de doses da vacina. Conforme O POVO apurou, as tratativas com o Governo de São Paulo e com a empresa chinesa estão avançadas, aguardando formalização.

"Diante da lentidão do Governo Federal no fornecimento de vacinas para os estados, temos buscado todas as formas da aquisição direta junto aos laboratórios para acelerar a vacinação, principalmente com a ameaça da nova variante Delta. Seguimos firmes agora para a aquisição de mais três milhões de doses da CoronaVac para os cearenses, através de contrato direto com o Instituto Butantã", afirmou o governador Camilo Santana (PT) em publicação nas redes sociais.

A decisão do Consórcio Nordeste foi anunciada nessa quinta-feira, 5, após encontro do governador Wellignton Dias (PT-PI) com o Fundo Soberano Russo. O contrato foi interrompido por mudanças nos padrões de testes exigidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Presidente do Consórcio, Dias também apontou a não inclusão da vacina no Plano Nacional de Imunização (PNI) e a falta da licença de importação.

"É lamentável, o Brasil vive uma situação com alta mortalidade, mais de mil óbitos por dia. Temos vacinas disponíveis, mas impedidas de entrar no Brasil devido a uma decisão da Anvisa que faz uma alteração no padrão de teste. Junto com a não inclusão do Ministério da Saúde no plano nacional de vacinação e a falta da licença de importação, tivemos a suspensão da entrega da vacina até que se tenha uma autorização do uso do imunizante no Brasil", declarou o governador do Piauí.

Na mesma publicação nas redes sociais, Camilo Santana pronunciou-se sobre a suspensão da compra e sugeriu que as limitações impostas pela Anvisa seriam intencionais, em conluio com o Governo Federal. O governador frisou que mais de 5,5 milhões de doses da vacina seriam destinadas ao Ceará. Ao todo, o acordo previa a compra de 37 milhões de doses para os estados nordestinos.

"Informo aos cearenses que o Governo do Ceará, juntamente com os outros governadores do Nordeste, decidiu suspender o contrato de compra da vacina Sputnik V, que previa mais de 5,5 milhões de doses para o nosso estado. Isso ocorre devido a novas limitações impostas pela Anvisa, do Governo Federal, que desde o começo desse processo tem colocado sucessivas barreiras para a efetivação da importação e uso da vacina", afirmou o governador.

O chefe do Executivo cearense havia comunicado sobre as tratativas para compra direta da CoronaVac no dia 14 de julho, em anúncio publicado nas redes sociais. À época, ele informou que um secretário do Governo do Ceará foi enviado à China no último mês de maio "para contatos diretos".

Segundo O POVO apurou, a liberação das doses passou a depender de autorização do governo paulista, devido ao contrato da empresa com o Instituto Butantan. Em entrevista coletiva no mesmo 14 de julho, o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), confirmou que irá atender à solicitação do governador do Ceará.

Na ocasião, Dória informou que também foi procurado por José Renato Casagrande (PSB), governador do Espírito Santo, para a aquisição de doses extras da CoronaVac para o estado.

"Daquilo que São Paulo não usar dessas 30 milhões (de doses), e tudo indica que teremos uma sobra de vacinas, nós vamos disponibilizar para os estados que nos solicitarem. Até o limite, evidentemente, daquilo que for possível atender. No caso específico do Ceará e do Espírito Santo, vamos atender", afirmou. O chefe do Executivo de São Paulo referia-se a 30 milhões adicionais da CoronaVac que o governo estadual adquiriu para vacinar a população.

O contrato para compra foi firmado entre o Instituto Gamaleya, desenvolvedora do imunizante, e o Fundo Soberano Russo em março deste ano. A entrega das primeiras duas milhões de doses estava prevista ainda para o mês de abril. Por conta de entraves da Anvisa e do Ministério da Saúde, nenhuma dose foi entregue.

A suspensão da compra ocorre em meio a divergências nos padrões de testes exigidos pela Anvisa que não foram solicitados para vacinas de outros laboratórios. O Fundo Soberano Russo informou que as doses reservadas ao Brasil irão agora para o México, Argentina e Bolívia, mas garantiu o envio imediato de doses ao País em caso de liberação. (Colaborou Maria Eduarda Pessoa/especial para O POVO)

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags