PUBLICIDADE
Futebol

? O que Wenger fez comigo não foi normal?, afirma Fábregas

Um dos principais jogadores do futebol espanhol, o meia Cesc Fábregas aproveitou entrevista ao veículo Vanity Fair para elogiar um dos técnicos mais importantes da Premier League. O atleta do Chelsea lembrou do seu início de carreira e afirmou que se não fosse por Arséne Wenger, muito provavelmente não teria o sucesso que teve até [?]

10:00 | 10/11/2017

Um dos principais jogadores do futebol espanhol, o meia Cesc Fábregas aproveitou entrevista ao veículo Vanity Fair para elogiar um dos técnicos mais importantes da Premier League. O atleta do Chelsea lembrou do seu início de carreira e afirmou que se não fosse por Arséne Wenger, muito provavelmente não teria o sucesso que teve até agora jogando futebol.

?Ele me contratou quando eu ainda era muito jovem e estava no Barcelona. Eu era muito jovem mesmo e já me colocou para treinar no Arsenal com lendas como Henry, Pires, Vieira, Campbell? E apostava em mim. Nem sempre jogava bem, mas ele continuava a me convocar. Não era normal que apostasse tanto em mim. Vendeu Vieira para que eu fosse titular do time e me tornou capitão da equipe com 21 anos. Eu devo muito da minha carreira à ele?. afirmou o jogador espanhol.

O meia espanhol também falou sobre sua aposentadoria, que ainda não tem data para acontecer, mas que com 30 anos, já começa a pensar mais do que há dez anos. ?Ainda me sinto bem em forma, física e mentalmente, isso posso dizer. Mais sei que será um dos dias mais tristes da minha vida, mas que terá que acontecer?, ressaltou Fábregas.

Apesar de ter uma relação muito forte com o Barcelona, onde jogou como profissional e pela equipe de base ao lado de nomes de sucesso como Piqué e Messi, Fábregas começou a brilhar no futebol europeu com a camisa dos Gunners. Pelo clube londrino, o meia participou de mais de 300 gols e fez 57 gols, além de ser titular numa das melhores equipes da história do Arsenal.

Gazeta Esportiva

TAGS