PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Napoli vence o Milan e pode estender vantagem em relação à Juve

O Napoli segue na liderança do Campeonato Italiano. Neste sábado, a equipe napolitana recebeu o Milan no estádio San Paolo, pela 13ª rodada da competição, e contou com uma atuação muito equilibrada para vencer por 2 a 1. Os gols da vitória foram marcados por Lorenzo Insigne e Piotr Zielinsk, enquanto Romagnoli descontou nos acréscimos [?]

19:00 | 18/11/2017

O Napoli segue na liderança do Campeonato Italiano. Neste sábado, a equipe napolitana recebeu o Milan no estádio San Paolo, pela 13ª rodada da competição, e contou com uma atuação muito equilibrada para vencer por 2 a 1. Os gols da vitória foram marcados por Lorenzo Insigne e Piotr Zielinsk, enquanto Romagnoli descontou nos acréscimos do segundo tempo.

Com o resultado, o Partenopei chegou a 35 pontos, estendendo a diferença em relação à segunda colocada Juventus, que ainda não atuou, para quatro. Pela próxima rodada, o Napoli vai em busca de manter a ponta do torneio visitando a Udinese, no dia 26 de novembro.

Já os milaneses seguem com a temporada irregular, fora das zonas de classificação para competições continentais, com 19 pontos. Também no dia 26, os Rossoneros tentam emendar uma reação na Série A recebendo o Torino.

O JOGO

Atuando diante de sua torcida diante de um adversário que não vive o melhor dos mundos no Calcio, o Napoli começou melhor o confronto e criou as principais chances da primeira etapa. Nos primeiros 30 minutos, porém, faltou um pouco de capricho na hora das finalizações por parte do time da casa, que demorou para abrir o placar.

O primeiro gol da tarde saiu dos pés de Lorenzo Insigne, que tratou de colocar os mandantes à frente. Aos 33 minutos, o volante ítalo-brasileiro Jorginho descolou um lindo lançamento para o atacante italiano, que saiu livre na cara do goleiro e só teve o trabalho de colocar para inaugurar o marcador.

O tento anotado por Insigne só foi validado após a convocação do árbitro de vídeo. Como o camisa 24 recebeu passe nas costas da defesa, o juiz do duelo utilizou o recurso eletrônico para confirmar que o jogador estava em condição regular.

A segunda etapa começou de maneira muito parecida com a primeira: com os napolitanos dominando a posse de bola e chegando mais perto de marcar. Desta forma, contando também com a apatia ofensiva do Milan, o segundo gol era só uma questão de tempo.

Aos 27 minutos do segundo tempo, o zagueiro senegalês Koulibaly fez uma grande roubada de bola na defesa e deu início a um mortal-contra ataque. A bola chegou muito rápida ao atacante belga Dries Mertens, que lançou com a mesma velocidade para o polonês Piotr Zielinsk. O meia só teve o trabalho de dominar antes de tocar no cantinho para definir o resultado.

Quando o embate estava quase se encaminhando para o apito final, a torcida napolitana acabou levando um verdadeiro susto. A partir dos 40 minutos, o Milan emendou uma grande pressão e chegou a anotar um gol, com o zagueiro Romagnoli batendo falta direto para o gol, aos 47. No entanto, os donos da casa souberam se segurar na defesa para deixarem o campo com a vitória no placar.

Gazeta Esportiva

TAGS