PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Marcelo credita virada sofrida pelo Coxa à erros de marcação

O Coritiba saiu na frente do São Paulo, em pleno Couto Periera, mas viu o plano de se livrar de vez do risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro evaporar com a virada do São Paulo, em 2 a 1, frustrando seu torcedor. O técnico Marcelo Oliveira revelou que já havia detectado falha na marcação do [?]

19:30 | 26/11/2017

O Coritiba saiu na frente do São Paulo, em pleno Couto Periera, mas viu o plano de se livrar de vez do risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro evaporar com a virada do São Paulo, em 2 a 1, frustrando seu torcedor. O técnico Marcelo Oliveira revelou que já havia detectado falha na marcação do time ainda no primeiro tempo e tentou corrigir, mas a resposta não foi a esperada em campo.

?Cobramos no intervalo que o time estava marcando mal. O São Paulo roda muito seus meias, seus atacantes. E errando muitos passes quando tinha a bola. Depois do gol tivemos duas possibilidades de ampliar. Essa foi a cobrança no intervalo. Achei que melhorou e era um jogo controlado?, analisou o treinador, que justificou a virada nas falhas na bola parada. ?A saída do Alan foi ruim pelo entrosamento e pela bola parada. E acabando amargando com o erro da bola parada. Marcamos mal?, acrescentou.

O comandante coxa-branca, aliás, aproveitou para defender suas substituições, isentando as mudanças em relação ao resultado final. ?Foram poucas oportunidades as do São Paulo, mas eles aproveitaram bem. Coisa que já fizemos em outras partidas. As substituições são feitas sempre com boa intenção por um treinador que é profissional, tem responsabilidade, e que tem conquistas, e não é à toa?, disse.

O jogo diante da Chapecoense, domingo, virou uma verdadeira decisão na Arena Condá, mas Marcelo mantém a confiança. ?Estamos lutando com todas as armas para sair dessa situação. E só depende de nós. De todos os times que estão lutando, o Coritiba é o único que só depende dele. Não dá para morrer antes. Vamos buscar fora. A gente pode ganhar lá?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS