PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Hernanes e Arboleda levam cartão e estão fora contra o Botafogo

Por suspensão, o São Paulo terá dois desfalques para o duelo com o Botafogo, neste domingo, às 17 horas (de Brasília), no Pacaembu, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Isso porque o zagueiro Arboleda e o meia Hernanes levaram o terceiro cartão amarelo na derrota por 1 a 0 para o Grêmio, na noite desta [?]

21:00 | 15/11/2017

Por suspensão, o São Paulo terá dois desfalques para o duelo com o Botafogo, neste domingo, às 17 horas (de Brasília), no Pacaembu, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Isso porque o zagueiro Arboleda e o meia Hernanes levaram o terceiro cartão amarelo na derrota por 1 a 0 para o Grêmio, na noite desta quarta-feira, em Porto Alegre.

O Profeta, que jogou pendurado nas últimas 13 partidas, foi advertido por falta no meia Luan, aos 38 minutos do primeiro tempo. O garoto Lucas Fernandes é o favorito a substituí-lo no domingo. Thomaz, Jonatan Gomez, Shaylon e Maicosuel, que não foi bem contra o Grêmio, são as outras opções.

?Lamentável, um lance bobo. O juiz nem viu, foi no grito da torcida. Mas, en fim, estou fora e agora é descansar e se preparar para as duas últimas (partidas)?, lamentou Hernanes, artilheiro do São Paulo na competição, com nove gols.

Já Arboleda levou o cartão amarelo em função de falta dura no zagueiro Kanemman, autor do gol da vitória gremista, aos 16 minutos da primeira etapa. Neste caso, Bruno Alves é nome praticamente certo para ocupar a vaga do equatoriano diante do Botafogo. Aderllan e Diego Lugano correm por fora.

Em compensação, o técnico Dorival Júnior poderá contar com os retornos de Cueva, que está a serviço da seleção peruana na repescagem da Copa do Mundo de 2018, e de Éder Militão, desfalque contra o Grêmio por conta de suspensão. Assim, a tendência é que Maicosuel e Araruna deixem a equipe no domingo.

Com a derrota na capital gaúcha, o São Paulo fica no 11º lugar do Brasileiro, com 45 pontos, dois a menos que a meta estipulada para escapar da degola, e seis a mais que a Ponte Preta, primeira equipe dentro da zona de rebaixamento.

Gazeta Esportiva

TAGS