PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Estevam Soares lamenta confusão em Campinas e critica Rodrigo

Ex-técnico da Ponte Preta, Estevam Soares lamentou a confusão ocorrida neste domingo, no Estádio Moisés Lucarelli, onde torcedores invadiram o campo durante a derrota por 3 a 2 para o Vitória, que sacramentou o rebaixamento da equipe à Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando a sua permanência na elite do futebol nacional, a Ponte Preta [?]

07:15 | 27/11/2017

Ex-técnico da Ponte Preta, Estevam Soares lamentou a confusão ocorrida neste domingo, no Estádio Moisés Lucarelli, onde torcedores invadiram o campo durante a derrota por 3 a 2 para o Vitória, que sacramentou o rebaixamento da equipe à Série B do Campeonato Brasileiro.

Jogando a sua permanência na elite do futebol nacional, a Ponte Preta abriu 2 a 0 no primeiro tempo, quando o zagueiro Rodrigo foi expulso por colocar o dedo entre as nádegas do atacante colombiano Santiago Tréllez, do Vitória. Na etapa complementar, o time baiano aproveitou a superioridade numérica para buscar a virada.

?Muito triste o que vimos hoje com a Ponte Preta. Eu tive três passagens pelo clube, o Rodrigo foi meu atleta, eu o lancei em 2000 ao profissional, mas ele não foi bem nessa. Muito triste para o futebol campineiro?, disse Soares, durante participação no programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, na noite do último domingo.

?Uma atitude deprimente (do zagueiro Rodrigo), num estádio cheio de crianças, muito horrível?, acrescentou, antes de criticar a invasão da torcida. ?Faltavam mais 12 minutos, poderia ter um empate, e acabou prejudicando. No final da partida era latente a preocupação dos dirigentes para acabar o jogo?, concluiu Estevam.

A invasão ao gramado começou aos 39 minutos. Isolado, o goleiro Aranha foi cercado por cerca de dez torcedores. A polícia teve de atuar e os dois times foram aos vestiários. O árbitro Ricardo Marques Ribeiro, entendendo que não havia segurança no estádio, deu por encerrado o confronto.

Com o resultado, a Ponte Preta caiu para o 19º e penúltimo lugar do Brasileiro, permanecendo com 39 pontos, quatro a menos que o Coritiba, primeira equipe fora da zona de rebaixamento, a uma rodada do fim do torneio. O clube campineiro se despedirá da temporada 2017 diante do Vasco, no próximo domingo, às 17 horas (de Brasília), em São Januário.

Gazeta Esportiva

TAGS