PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Atlético e Real empatam o clássico e veem Barcelona disparar

Um clássico espanhol com os ingredientes certos para uma partida dessa magnitude. É assim que pode ser resumido o empate entre Real Madrid e Atlético de Madrid, pelo placar de 0 a 0, neste sábado. O duelo, válido pela 12ª rodada do Campeonato Espanhol, foi disputado no Wanda Metropolitano, novo lar dos colchoneros, que recebeu seu [?]

19:00 | 18/11/2017

Um clássico espanhol com os ingredientes certos para uma partida dessa magnitude. É assim que pode ser resumido o empate entre Real Madrid e Atlético de Madrid, pelo placar de 0 a 0, neste sábado. O duelo, válido pela 12ª rodada do Campeonato Espanhol, foi disputado no Wanda Metropolitano, novo lar dos colchoneros, que recebeu seu primeiro dérbi madrilenho.

Com polêmica, boas chances em finalizações de ambos os lados, um número maior de faltas e cartões amarelos e substituição por lesão, as duas equipes fizeram um clássico movimentado, apesar da escassez de gols.

Antes do início da partida, os dois clubes estavam empatadas em número de pontos, com 23, mas os blancos ficavam à frente pelo critério do saldo de gols, na terceira colocação. Agora, o cenário permanece o mesmo: o Real continua em terceiro, com 24 pontos, enquanto os colchoneros vêm logo atrás, em uma campanha invicta de seis vitórias e seis empates. O Barcelona segue na liderança isolada da competição, com 34 pontos.

Na rodada seguinte, o Atlético de Madrid visita o Levante, fora de casa, às 17h45 (horário de Brasília) do próximo sábado. A partida reunirá as duas equipes que mais empatam na competição internacional. Por outro lado, o Real Madrid tem uma parada considerada fácil, já que enfrenta o Málaga, lanterna da competição, às 13h15 (horário de Brasília) do mesmo dia.

O jogo ? A primeira chance da partida veio logo antes dos cinco minutos de disputa. Em contra-ataque dos mandantes, o atacante argentino Ángel Correa ficou na cara do gol, mas finalizou para fora, desperdiçando a finalização que poderia abrir o marcador.

Pouco depois, o jogador colchonero protagonizou uma polêmica, já que chutou a bola na direção da cabeça de Benzema, atacante adversário que estava caído no campo. Os atletas do Real Madrid não gostaram da atitude e o clima esquentou.

Se no gramado o tempo fechou entre os jogadores, no plano disciplinar a situação não era diferente. O merengue Carvajal e o zagueiro Savic, do Atlético, receberam cartões amarelos por entradas violentas em Lucas Hernández e Toni Kroos, respectivamente.

Ao final da etapa inicial, os visitantes viram a pressão estabelecida pelo seu setor ofensivo não render resultados. Apesar de assustar o goleiro Oblak, com um volume de ataque intenso e levar perigo em finalizações de Kroos, Cristiano Ronaldo e Sergio Ramos, os comandados de Zinedine Zidane não conseguiram alterar o marcador e as duas equipes foram para o intervalo com o 0 a 0 no placar.

No segundo tempo, os blancos contaram com um importante desfalque: após ter seu rosto chutado, sem querer, por Lucas Hernández em uma dividida, Sergio Ramos, que saiu sangrando e teve que usar uma proteção no nariz pelo restante do tempo inicial, foi substituído por Nacho.

Mesmo sem contar com seu líder defensivo, o Real não sofreu muito no início do período: a partida continuou aberta, com muita troca de passes no meio de campo por parte das duas equipes.

As melhores chances do período só vieram em sua reta final. Gameiro, do Atlético, quase abriu o placar, em finalização por cobertura, mas viu seu conterrâneo Varane tirar a bola de cabeça em cima da linha para evitar o gol colchonero.

O Real Madrid, buscando a vitória para não deixar o Barcelona escapar e disparar na liderança absoluta, acordou e foi para o ataque. Nos minutos finais, com Cristiano Ronaldo aparecendo mais para o jogo, os merengues impuseram um maior volume ofensivo e passaram a pressionar mais o Atlético, mas não conseguiram tirar o zero do placar, deixando o Wanda Metropolitano com o gosto amargo do empate, sentimento compartilhado pelos mandantes.

Na outra partida do Campeonato Espanhol do final da tarde deste sábado, o Sevilla derrotou o Celta de Vigo em seus domínios, pelo placar de 2 a 1. Os gols da partida foram marcados por Muriel e Nolito, pelos donos da casa, e Maxi Gómez, para os visitantes.

Com o resultado, o Sevilla soma agora 22 pontos na competição, em uma campanha de sete vitórias, um empate e quatro derrotas. Por outro lado, o Celta de Vigo estacionou nos 14 pontos, ocupando provisoriamente a 12ª colocação na tabela.

Confira os resultados do Campeonato Espanhol neste sábado:

Getafe 4 x 1 Alavés

Leganés 0 x 3 Barcelona

Sevilla 2 x 1 Celta de Vigo

Atlético de Madrid 0 x 0 Real Madrid

Gazeta Esportiva

TAGS