PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Robinho faz dois e Galo bate o Furacão na Arena da Baixada

O Atlético Paranaense perdeu a segunda seguida no Campeonato Brasileiro, desta vez para o Atlético Mineiro, por 2 a 0, estacionando na luta para entrar no G6 da competição. Com o resultado, o Furacão parou nos 34 pontos, na oitava colocação. Já o Galo, que estreava o técnico Oswaldo de Oliveira, chegou aos mesmos 34 [?]

21:15 | 01/10/2017

O Atlético Paranaense perdeu a segunda seguida no Campeonato Brasileiro, desta vez para o Atlético Mineiro, por 2 a 0, estacionando na luta para entrar no G6 da competição. Com o resultado, o Furacão parou nos 34 pontos, na oitava colocação. Já o Galo, que estreava o técnico Oswaldo de Oliveira, chegou aos mesmos 34 pontos, na nona posição.

O Rubro-Negro começou pressionando, mas que abriu a contagem foi o time mineiro, aos 21 minutos, com Robinho, pegando sobra de bola e batendo bonito para estufar a rede. E Robinho fez mais um, aos 37 minutos do segundo tempo, coroando sua atuação.

Na próxima rodada, o Atlético Paranaense enfrenta o Atlético Goianiense, na quarta-feira, dia 11, na Arena da Baixada. Já o Atlético Mineiro recebe o São Paulo, no mesmo dia, no estádio Independência, em Belo Horizonte.

O jogo ? O Furacão entrou em campo com algumas surpresas, já que Fabiano Soares optou por poupar alguns jogadores mais desgastados. Aos cinco minutos, confusão na área alvinegra, Alex Silva não alcançou a bola, mas Pablo não aproveitou. Aos 10 minutos, Cazares vacilou e serviu Lucas Fernandes, que abriu espaço e chutou, em cima da defesa. O Furacão tomou a iniciativa, mas pecava o último lance.

O primeiro chute a gol mesmo aconteceu aos 15 minutos, com Jonathan, que bateu para defesa em dois tempos de Victor. O Galo chegou bem os 17 minutos, em jogada de Fabio Santos, que serviu Fred. O atacante chegou chutando e Weverton ficou com a bola. Porém, aos 21 minutos, Robinho, novamente titular, pegou sobra de bola na entrada da grande área e estufou a rede para abrir a contagem.

A torcida do Rubro-Negro já pedia por mudanças na arquibancada, mais especificamente a entrada de Felipe Gedoz, sacado da equipe titular. Aos 34 minutos, Ribamar tabelou com Guilherme, e Victor saiu da meta, sofrendo ainda falta do atacante. Aos 39 minutos, Thiago Heleno entregou a bola nos pés de Robinho, que rolou para Cazares devolver, mas sem sucesso.

Para a etapa final, o Atlético-PR voltou com Felipe Gedoz no lugar de Pablo. Aos dois minutos, Adilson serviu Cazares, que mirou o ângulo e mandou por cima da meta. Gedoz levou perigo em cobrança de escanteio, aos sete minutos, que Victor teve trabalho para defender. A torcida tentava empurrar o Furacão, mas em campo o time tinha dificuldade para criar as oportunidades, mesmo com maior posse e bola.

Grito de gol, aos 19 minutos, em cobrança de falta de Gedoz, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora, enganando muita gente na Arena. De longe, Matheus Anjos arriscou o chute, aos 26 minutos, e a bola foi direto pela linha de fundo, sem perigo algum para Victor. Contra-ataque alvinegro em velocidade, mas Cazares desperdiçou, cruzando para fora.

O Atlético-PR mostrava pressa para buscar o empate e, aos 28 minutos, Victor salvou bom chute de Gedoz, que abriu espaço e soltou o chute cruzado, ganhando escanteio. Aos 35 minutos, Pavez chutou da entrada da área e Alex Silva tirou para escanteio para salvar. Depois da cobrança, Thiago Heleno testou e Victor pegou mais uma. Mas, aos 37 minutos, Cazares serviu Robinho, que escolheu o canto e chutou para fechar o placar.

ATLÉTICO-PR 0 X 2 ATLÉTICO-MG

Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)

Data: 01 de outubro de 2017, domingo

Horário: 19 horas (de Brasília)

Árbitro: Wagner Reway (MT)

Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Fábio Rodrigo Rubinho (MT)

Cartões amarelos: Ribamar, Victor e Alex Silva (Atlético-PR); Robinho (Atlético-MG)

Gols

ATLÉTICO-MG: Robinho, aos 21 minutos do primeiro tempo e aos 37 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Thiago Heleno, Wanderson e Fabrício; Esteban Pávez, Matheus Rossetto e Guilherme (Matheus Anjos); Lucas Fernandes (Sidcley), Ribamar e Pablo

Técnico: Fabiano Soares

ATLÉTICO-MG: Victor, Alex Silva, Léo Silva, Gabriel, Fábio Santos, Adilson, Elias, Cazares, Valdívia (Otero), Robinho (Clayton) e Fred (Rafael Moura).

Técnico: Oswaldo de Oliveira

Gazeta Esportiva

TAGS