PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Para Carpegiani, goleada não diz o que foi o jogo na Ilha do Urubu

O Bahia levou de 4 a 1 do Flamengo na noite dessa quinta-feira, na Ilha do Urubu. Pelo placar, pode parecer que o jogo no Rio de Janeiro foi tranquilo para os cariocas. No entanto, a partida se mostrou diferente e, após o apito final, Paulo César Carpegiani, técnico do Tricolor de Salvador, reconheceu os [?]

23:30 | 19/10/2017

O Bahia levou de 4 a 1 do Flamengo na noite dessa quinta-feira, na Ilha do Urubu. Pelo placar, pode parecer que o jogo no Rio de Janeiro foi tranquilo para os cariocas. No entanto, a partida se mostrou diferente e, após o apito final, Paulo César Carpegiani, técnico do Tricolor de Salvador, reconheceu os erros de seus comandados, mas fez questão de minimizar o fator ?goleada?.

?Não podemos desmerecer o Flamengo, mas se você buscar a origem dos lances, você vai ver que tem muito erro da nossa parte. No primeiro gol o lateral era nosso, saiu o escanteio e mérito do Réver que fez o gol. Não vou desmerecer, a vitória do Flamengo foi justa, mas nós empatamos o jogo. A única coisa que eu acho é que foi um placar muito dilatado para o que foi o jogo?, comentou Carpegiani, em entrevista ao Sportv.

?No segundo (gol), nós estávamos com a bola dominada, nós sabemos que o Réver na bola alta é mortal. Não tivemos problema o jogo todo, mas ele saiu sozinho e cravou, mérito dele. Terceiro gol, tínhamos escanteio a nosso favor, perdemos a bola? Não tem jeito, só acho que o placar foi muito dilatado pelo o que foi o jogo?, reforçou o treinador.

Com o revés, o Bahia fica na 16ª colocação, um ponto e uma posição acima da zona de rebaixamento. Na próxima rodada, o Esquadrão terá o clássico contra o Vitória, que além de toda rivalidade, será um confronto direto na luta pela permanência na Série A, na Fonte Nova.

Gazeta Esportiva

TAGS