PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Gabriel Jesus desafia o companheiro Claudio Bravo e elogia Valdivia

Gabriel Jesus está familiarizado com alguns dos jogadores do último adversário da Seleção Brasileira nas Eliminatórias para a Copa do Mundo. Antes da partida contra o Chile, na terça-feira, no Palestra Itália, o centroavante brincou com o goleiro Claudio Bravo, seu companheiro no inglês Manchester City, e fez elogios ao meia Valdivia, que conheceu nos [?]

08:45 | 09/10/2017

Gabriel Jesus está familiarizado com alguns dos jogadores do último adversário da Seleção Brasileira nas Eliminatórias para a Copa do Mundo. Antes da partida contra o Chile, na terça-feira, no Palestra Itália, o centroavante brincou com o goleiro Claudio Bravo, seu companheiro no inglês Manchester City, e fez elogios ao meia Valdivia, que conheceu nos tempos de Palmeiras.

?Conversei um pouco com o Bravo e falei que faria um gol nele se tivesse a oportunidade?, desafiou um sorridente Gabriel Jesus, ao citar o colega que virou reserva do brasileiro Ederson, escalado por Tite para enfrentar o Chile. ?É um cara muito do bem, parceiro, que merece tudo. Sou muito fã dele. Torço muito por ele?, acrescentou.

Questionado sobre Valdivia, Gabriel Jesus seguiu com as palavras carinhosas. ?Treinei com ele no Palmeiras, e jogamos juntos uma vez, se não me engano. No tempo que passamos juntos, ele se mostrou uma pessoa do bem, um cara tranquilo, além de logicamente ser um craque de bola?, enalteceu.

As amizades, no entanto, não serão levadas em consideração dentro de campo. Ainda que o Brasil já esteja com o primeiro lugar das Eliminatórias garantido, somando 38 pontos, e o Chile continue em busca da classificação para a Copa do Mundo, no terceiro lugar, com 26.

?Eles defendem os deles. Eu, o meu?, avisou Gabriel Jesus, fiel ao discurso de que a Seleção Brasileira precisa ficar alheia à acirrada disputada pelas demais vagas sul-americanas no Mundial da Rússia. ?Temos que nos preocupar só conosco. Fizemos por merecer a nossa classificação. Que eles resolvam o que tiverem que resolver. Aqui, em se tratando de Brasil, sempre entramos para vencer?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS