PUBLICIDADE
Futebol

França reassume liderança do grupo; Holanda precisa de milagre

A situação do Grupo A das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2018 ficou bem encaminhada após as partidas válidas pela nona rodada ocorrida neste sábado. Uma das favoritas do grupo, a Holanda conseguiu uma vitória no sufoco e chega para a última com chances pequenas de classificação para o mundial do ano [?]

18:15 | 07/10/2017

A situação do Grupo A das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2018 ficou bem encaminhada após as partidas válidas pela nona rodada ocorrida neste sábado. Uma das favoritas do grupo, a Holanda conseguiu uma vitória no sufoco e chega para a última com chances pequenas de classificação para o mundial do ano que vem. Já a seleção francesa somou três pontos neste sábado e voltou a liderança do grupo.

Principal favorita da chave, a França jogou pressionada neste sábado, já que a Suécia goleou a seleção de Luxemburgo por 8 a 0 e assumiu a liderança do grupo. Enfrentando a Bielorussia fora de casa, e conseguiu o resultado positivo pelo placar de 1 a 0, gol de Matuidi.

Já a Holanda entrou em campo pressionada e necessitando de um resultado expressivo fora de casa para não ficar sem chances de classificação. E o resultado positivo veio apenas nos minutos finais da partida. Após um duelo complicado, a Holanda segue viva após derrotar a Bielorussia por 3 a 1.

A França garante a sua vaga direta para o torneio mundial com uma vitória simples diante de Belarus, que ocorre na próxima terça-feira. Já a Holanda precisa de um resultado expressivo diante da Suécia na próxima rodada para tirar a vantagem da saldo dos suecos e buscar uma vaga na repescagem da Copa do Mundo.

O jogo ? Atuando com uma formação extremamente ofensiva e necessitando do resultado, a França pressionou o adversário desde os primeiros minutos. E essa investida inicial trouxe resultado, já que logo aos três minutos, após boa jogada trabalhada por Digne na ponta esquerda, a bola chegou em Griezmann que apenas ajeitou para a chegada de Matuidi abrir o placar com apenas três minutos de partida.

A vantagem adquirida nos momentos iniciais da partida não fez com que os Blues alterassem a sua maneria de jogar, sempre buscando um jogo ofensivo. Aos 15 minutos, Mbappé arrancou livre pelo lado esquerdo do ataque e arriscou bonito buscando o lado esquerdo do goleiro, que fez boa defesa.

Aos 25, Mbappé faz nova boa jogada pela ponta esquerda, porém desta vez prefere o lançamento para Griezmann dentro da área sozinho. O atacante fez o domínio e teve bastante tempo para ajeitar o corpo e finalizar, a bola acabou passando raspando a trave e indo direto pra fora.

Dois minutos depois, a defesa da Bulgária vacilou, e a bola ficou com o poderoso ataque francês. Na sequencia do lance a bola chegou ao domínio de Lacazzete, porém o centroavante foi bloqueado na hora de sua finalização.

Aos 36 minutos, a Bulgária chegou pela primeira vez com perigo à meta francesa. Nedelev arriscou de fora da área, o goleiro francês conseguiu a defesa, porém deu rebote, que foi aproveitado Kostadinov que acertou o chute em cima do goleiro, na sequência, Slavchev acabou chutando por cima do gol, perdendo mais uma grande chance para a equipe da casa.

A resposta da França veio no último minuto do primeiro tempo com Mbappé. O atacante do Paris Saint-Germain tentou aproveitar o rebota da cobrança da falta cobrada por Griezmann porém a finalização passou por cima.

O ritmo da partida diminuiu muito na segunda etapa da partida. A Bielorussia ficou mais com bola, porém não possuía qualidade técnica para tentar furar a forte defesa francesa.

Holanda consegue vitória nos minutos finais

A situação da Holanda já não era fácil. Com a goleada de 8 a 0 da Suécia se tornou ainda mais complicada. Nem o 3 a 1 aplicado sobre a Bielorussia neste sábado ajuda os holandeses. Agora, a Holanda precisa vencer a Suécia por 7 gols de diferença para ter chance de se classificar.

A partida teve um início promissor para os laranjas que conseguiram abrir o placar aos 24 minutos com Davy Propper aproveitando boa jogada de Robben. Porém, o gol não deu o animo necessário para a Holanda, que necessitava de uma goleada para seguir viva na disputa por uma vaga na repescagem para o mundial.

Jogando em casa, a Bielorussia pressionou muito após o gol sofrido e não deu muito espaço para os holandeses. O gol de empate porém demorou para sair. Maksim Volodjko conseguiu igualar o marcador aos 10 minutos da segunda etapa.

A Holanda voltou a pressionar após o empate do adversário. Robben cobrando pênalti aos 40 minutos deu novamente a vantagem à equipe laranja. Aos 48, Depay deu números finais a partida.

Gazeta Esportiva

TAGS