PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Fifa elege Zidane como melhor treinador e Buffon como melhor goleiro

Não foi somente Cristiano Ronaldo quem brilhou na noite desta segunda-feira. Campeão da Liga dos Campeões, da Supercopa da Uefa, do Mundial de Clubes e do Campeonato Espanhol com o Real Madrid, Zinedine Zidane foi eleito o melhor treinador da última temporada. O francês concorria com os italianos Antonio Conte, do Chelsea, e Massimiliano Allegri, [?]

18:15 | 23/10/2017

Não foi somente Cristiano Ronaldo quem brilhou na noite desta segunda-feira. Campeão da Liga dos Campeões, da Supercopa da Uefa, do Mundial de Clubes e do Campeonato Espanhol com o Real Madrid, Zinedine Zidane foi eleito o melhor treinador da última temporada. O francês concorria com os italianos Antonio Conte, do Chelsea, e Massimiliano Allegri, da Juventus. Já Gianluigi Buffon venceu a disputa com Keylor Navas e Manuel Neuer pelo prêmio de melhor goleiro do mundo.

A concorrência de Zidane pelo prêmio de melhor treinador não era fácil. Antonio Conte conquistou o título do Campeonato Inglês, o mais disputado do planeta, logo em sua primeira temporada à frente do Chelsea. Massimiliano Allegri, por sua vez, levou a Juventus novamente à final da Liga dos Campeões, depois de ter perdido a decisão em 2015 para o Barcelona, em Berlim.

Nunca um ex-jogador eleito melhor do mundo pela Fifa havia sido premiado com o título de melhor treinador do planeta. Zinedine Zidane, como atleta, venceu o prêmio em 1998, 200 e 2003. Como técnico, ele já havia sido concorrido no ano passado, quando Claudio Ranieri ficou com o troféu.

Buffon ? Aos 39 anos, Gianluigi Buffon foi recompensado pelas ótimas campanhas realizadas com a Juventus na última temporada. Campeão italiano pela sexta vez consecutiva em 2017, ele foi eleito o melhor goleiro do mundo pela Fifa, vencendo a disputa com Keylor Navas, do Real Madrid, e Manuel Neuer, do Bayern de Munique.

O desempenho de Buffon foi impecável durante o período analisado pelos especialistas e torcedores. Na liga dos Campeões, por exemplo, o goleiro ajudou a Juventus a sofrer apenas três gols até a grande final contra o Real Madrid. Na decisão, o time não resistiu ao poderio ofensivo do Real Madrid e acabou sendo vazado quatro vezes.

Ao subir no palco para agradecer pelo prêmio, Buffon fez questão de falar em inglês, mesmo não se saindo muito bem no idioma. ?Estou muito feliz. É uma honra receber esse prêmio com a idade que eu tenho. Estou muito orgulhoso. Gostaria de agradecer o meu clube, meu treinador e meus colegas de time, sem eles nada disso teria sido possível. A temporada passada foi fantástica, espero que este ano possamos jogar ainda melhor, tanto na Juventus, como na Itália. Gostaria de terminar minha carreira de jogador de futebol com vitórias e conquistas importantes?.

Gazeta Esportiva

TAGS