PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Em jogo fraco, Furacão bate o Sport e segue sonhando com o G7

Em uma partida tecnicamente fraca na Arena da Baixada, o Atlético Paranaense sofreu, mas conseguiu bater o Sport por 2 a 1 e segue reagindo no Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time da casa chegou aos 41 pontos, na nona colocação. Já o Leão, com 35 pontos, cai para a 15ª posição, ameaçado com [?]

18:15 | 22/10/2017

Em uma partida tecnicamente fraca na Arena da Baixada, o Atlético Paranaense sofreu, mas conseguiu bater o Sport por 2 a 1 e segue reagindo no Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time da casa chegou aos 41 pontos, na nona colocação. Já o Leão, com 35 pontos, cai para a 15ª posição, ameaçado com a proximidade da zona de rebaixamento.

Depois de um primeiro tempo com placar em branco, o Furacão abriu a contagem aos 15 minutos da segunda etapa com Lucho González, acertando um belo chute da entrada da área. Diego Souza, de pênalti, deixou tudo igual, aos 24 minutos. Mas, aos 42 minutos, Gedoz garantiu os três pontos.

Na próxima rodada, o Atlético Paranaense enfrenta a Chapecoense, sábado, na Arena da Baixada, Curitiba. Já o Sport enfrenta o Coritiba, domingo, na Ilha do Retiro, no Recife.

O jogo ? A partida começou bem disputada, com o Leão tentando mostrar as garras, mas parando em uma marcação bem postada do time da casa que, por sua vez, tentava ocupar os espaços para pressionar. Aos quatro minutos, Mena fez o cruzamento e Diego Souza arrematou de primeira, para fora. A resposta veio com Guilherme, de cabeça, aos oito minutos, pela linha de fundo.

O Furacão voltou a aparecer no ataque, aos 10 minutos, com Ribamar encontrando Douglas Coutinho na área para testar e o obrigar Magrão a fazer grande defesa. As duas equipes buscavam espaço para criar, mas as defesas se sobressaiam. Aos 19 minutos, Anselmo pegou sobra de bola e arriscou de longe, por cima da meta atleticana.

André recebeu no meio da defesa adversária, aos 24 minutos, girou o corpo e chutou prensado, nas mãos de Weverton. Nikão recebeu e partiu para a jogada individual, aos 35 minutos, e rolou para Guilherme, que não conseguiu pegar em cheio e facilitou a recuperação de Durval. Quem pegou rebote, aos 42 minutos, foi Guilherme, que dominou na área, mas arrematou fraco, nas mãos de Magrão.

Depois do intervalo, as equipes retornaram sem mudanças. Logo no primeiro minuto, Lucho chutou e longe, mas fraco, fácil para o goleiro pernambucano. Apesar de disputado, as chances reais de gol não davam as caras, mostrando falta de ousadia dos dois lados, que apostavam na ligação direta.

Jogada pela ponta, aos 12 minutos, com cruzamento rasteiro para Douglas Coutinho, que não estava atento na jogada e deixou a bola passar. Até eu, aos 15 minutos, Lucho González recebeu de Ribamar e bateu de primeira, da entrada da área, para fazer um belo gol. Aos 20 minutos, Zé Ivaldo fez o cruzamento, Ribamar se atirou na bola mas, não alcançou, em uma boa chegada do Atlético.

Porém, aos 22 minutos, Zé Ivaldo derrubou Rogério na área e o árbitro marcou a penalidade. Na cobrança, Diego Souza deixou tudo igual. Aos 31 minutos, Gedoz cobrou falta fechada e Diego Souza apareceu para salvar. Aos 37 minutos, Thiago Heleno subiu na área para testar firme, pela linha de fundo, com perigo. Até que, aos 40 minutos, Gedoz foi derrubado na entrada da are e foi derrubado. Penalidade marcada. Na cobrança, o meia garantiu a vitória atleticana.

ATLÉTICO ? PR 2 X 1 SPORT

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Data: 22 de outubro de 2017, domingo

Horário: 17 horas (de Brasília)

Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)

Assistentes: Rogerio Pablos Zanardo (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

Cartões amarelos : Samuel Xavier e Henríquez (Sport)

Gols

ATLÉTICO-PR: Lucho González, aos 15 minutos e Felipe Gedoz, aos 42 minutos do segundo tempo

SPORT: Diego Souza, aos 24 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-PR: Weverton; Ze Ivaldo, Wanderson, Thiago Heleno e Fabrício; Pavez, Lucho González (Rosseto); Guilherme, Nikão (Sidcley) e Douglas Coutinho (Felipe Gedoz); Ribamar

Técnico: Fabiano Soares

SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Durval, Henríquez e Mena; Rithely, Anselmo (Rogério), Patrick, Diego Souza e Osvaldo (Juninho) ; André (Rodrigo).

Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Gazeta Esportiva

TAGS