PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Cueva pode desfalcar menos o São Paulo com novas datas do Peru

A pedido da Federação Peruana de Futebol (FPF), a Fifa anunciou via Twitter, neste domingo, a mudança das datas dos jogos da seleção contra a Nova Zelândia, válidos pela repescagem das eliminatórias para a Copa do Mundo. Antes previstas para 6 e 14 de novembro, as partidas serão disputadas em 11 e 15 do mesmo [?]

15:15 | 15/10/2017

A pedido da Federação Peruana de Futebol (FPF), a Fifa anunciou via Twitter, neste domingo, a mudança das datas dos jogos da seleção contra a Nova Zelândia, válidos pela repescagem das eliminatórias para a Copa do Mundo. Antes previstas para 6 e 14 de novembro, as partidas serão disputadas em 11 e 15 do mesmo mês, o que pode beneficiar o São Paulo.

Se antes Cueva era desfalque certo para o Tricolor paulista em quatro rodadas do Campeonato Brasileiro, nos confrontos com Atlético-GO, Chapecoense, Vasco e Grêmio, o meio-campista pode, com a mudança, atuar diante dos goianos, o que favoreceria o time de Dorival Júnior.

?O torcedor do São Paulo conhece o Cueva da seleção peruana. Espero que ele continue sendo o Cueva da seleção peruana?, afirmou o treinador são-paulino, depois da vitória sobre o Atlético-PR, antes de rasgar elogios ao camisa 10, líder de assistências do clube na temporada, com dez passes.

?Desde que cheguei, sempre coloquei Cueva como diferenciado, e teríamos de ter muito cuidado e atenção maior com ele. Não foi diferente. Em todos os jogos, ele sempre teve produção muito boa. É uma equipe que está se conhecendo na competição, é muito difícil ter conjunto que se mantenha por 90 minutos, se prevalecendo. Com Cueva, a equipe cresce muito porque tem o timing certo pelas movimentações que proporciona?, acrescentou Dorival Júnior.

A incerteza se Cueva estará em campo no dia 6 de novembro, contra o Atlético-GO, no estádio Serra Dourada, em jogo que acontece às 20h (de Brasília), pela 32ª rodada da competição nacional, deve-se ao fato de o técnico da seleção peruana, Ricardo Gareca, ter pedido para que a FPF se mobilize para ter seus jogadores à disposição pelo menos dez dias antes do primeiro jogo com a Nova Zelândia.

Além do São Paulo, outro clube brasileiro que pode ser beneficiado com a mudança é o Flamengo, já que o rubro-negro conta com os peruanos Paolo Guerrero e Miguel Trauco no elenco. Apesar da indefinição de quando os jogadores serão liberados, vale ressaltar que os clubes só têm obrigação de ceder seus atletas na data estipulada pela Fifa, geralmente de cinco dias antes da data do jogo.

Gazeta Esportiva

TAGS